31 de março de 2011

GERALDO TENTA RETALIAR PCDOB

O deputado federal Geraldo Simões deu mais uma demonstração de coronelismo ao tentar retaliar o PCdoB de Ilhéus por não ter obedecido suas ordens. A pretensão de Geraldo era dar guarida ao seu companheiro Nilton Cruz no PCdoB, com a intenção de bagunçar a eleição de Ilhéus, onde nunca teve vez, voz e voto. Como os comunistas não aceitaram a pintura vermelha impingida por Geraldo Simões no empresário Nilton Cruz, o deputado começou a tramar a retirada do cargo destinado ao PCdoB no Hospital Regional Luiz Viana Filho, em Ilhéus. A proposta de Geraldo Simões foi abortada na mesa de Jaques Wagner e o fisioterapeuta Gustavo César continua exercendo o cargo de diretor-geral do Regional. O “coronezinho” não se emenda. (www.ciadanoticia.com.br).

APC PROMOVE DEBATE SOBRE NOVO CÓDIGO FLORESTAL COM PRESENÇA DE ALDO REBELO

O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB/SP) vem ao sul da Bahia amanhã (sexta-feira/01), a convite da Associação dos Produtores de Cacau (APC), para discutir com os agricultores da região o novo Código Florestal Brasileiro, do qual é o relator. O evento será realizado no auditório do Cepec, situado no quilômetro 22 da rodovia Ilhéus – Itabuna, a partir das 9 horas. O projeto de lei de número 18.786/99 foi elaborado, segundo explica Aldo Rebelo, levando em conta a realidade de cada região produtora do país. Nas palestras que vem proferindo sobre o tema, o ex-presidente da Câmara dos Deputados e ex-ministro de Estado, destaca que o Código é de 1965, mas vem sendo modificado por meio de resoluções, portarias e decretos ao longo do tempo, restando do texto original apenas o título. Em recente evento promovido pela Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), Aldo Rebelo ressaltou o fato de o Brasil ser o único país no mundo que ainda mantém o conceito de reserva legal. Ele disse que as regras para a preservação permanente que estão em vigor deixam na ilegalidade a grande maioria dos produtores agropecuários. Seu objetivo é promover uma reforma profunda para evitar que o setor caia na ilegalidade. O debate terá como foco o sistema agro florestal cabruca. Para o presidente da APC, Henrique Almeida, este enfoque é extremamente importante para os produtores de cacau. “A cabruca é o sistema de produção que menos agride o meio ambiente, está consolidado há mais de 250 anos e é o grande responsável pela biodiversidade da mata atlântica do sul da Bahia”, ressalva. O evento conta com apoios da Ceplac, site Mercado Cacau e dos institutos Cabruca e Biofábrica de Cacau. (Erivaldo Bomfim).

CORONELISMO: PREFEITO DE UNA MANDA PRENDER DOMÉSTICA

O prefeito de Una, Dejair Birschner, sempre vem ocupando os meios de comunicação com casos que transpiram arrogância, prepotência, e dessa vez não é diferente. A doméstica Rosimara Alves Santos trabalhou durante oito anos na residência do prefeito e sua esposa, a vereadora Maria Fermo. No Ultimo mês foi demitida, retornado a residência para receber os seus direitos de trabalhador. Mas chegando ao local, o prefeito mandou a mesma esperar que ele iria pegar o dinheiro, retornando com dois policias civis, que prenderam Rosimara por roubo, a mando de Dejair. Não teve auto de flagrante, não teve ordem judicial para a prisão. Rosimara passou oitos dias em cárceres na delegacia de Una, sendo coagida, sofrendo pressão psicológica por parte de dois policiais. O Juiz Anderson Bastos concedeu Habeas Corpus, e na sua sentença mostrou a revolta pelos fatos narrados acima. (www.agravo.com.br).

PENNA DIZ QUE NÃO ENGESSA PARTIDO, MAS É CONTRA MUDANÇA APRESSADA

O presidente do PV, deputado José Luiz Penna (SP), acredita que, em política, silêncio vale ouro. Um dos assuntos que mais evita em conversas com jornalistas são polêmicas internas do partido. Nos últimos dias, porém, enfrentando artilharia pesada dentro do próprio PV. decidiu mudar. Nesta sexta-feira, 27, em conversa com o Estado, negou que esteja engessando a legenda, como o acusa o grupo dissidente capitaneado pela ex-senadora Marina Silva. Penna disse que defende, assim como a candidata derrotada na eleição presidencial, a reestruturação do PV, para torná-lo mais arejado e democrático. A divergência estaria apenas na definição dos prazos. "A maioria da direção achou mais ajuizado o prazo de um ano. Não se faz uma mudança dessas a toque de caixa, em seis meses", observou. "Não se mobilizam 240 mil filiados de uma hora para outra." A respeito da acusação de que tenta perpetuar-se na direção do partido, onde se encontra há 12 anos, disse que nunca enfrentou chapa concorrente. "O Michel Temer, do PMDB, teve seu poder renovado por mais dois anos. O Orestes Quércia mandou no partido em São Paulo enquanto foi vivo. Mas no PV não é assim", assinalou. O líder dos verdes não atacou diretamente Marina. Deixou transparecer, no entanto, que ela estaria sendo ingrata com o partido ao atacá-lo. Lembrou que a legenda mudou o texto de seu programa, incluindo uma cláusula sobre questões de consciência, para dar maior conforto à candidata, que é evangélica, em temas como parceria entre pessoas do mesmo sexo, legalização do aborto, descriminalização da maconha. Outra mudança feita a pedido de Marina foi a inclusão de um grupo de dez pessoas, indicadas por ela, na direção nacional da sigla. Pela sua avaliação, Marina também não teria o prestígio de que hoje desfruta na cena política se não fosse o partido. "O PV dá projeção a ela. Basta observar a exposição que tinha antes na mídia e a que passou a ter após ingressar no PV." Sobre a possibilidade de um racha com o afastamento da ex-senadora da sigla, observou: Vai representar um prejuízo político, porque fizemos um esforço grande para que adquirisse o prestígio que adquiriu. É um prejuízo grande." Penna também expôs uma dúvida, que já manifestou a colaboradores, sobre o acerto da decisão do PV de investir todas as fichas da eleição de 2010 na campanha para os cargos de presidente e governador. "O partido todo se jogou na eleição majoritária, em detrimento das eleições proporcionais, de ocupação de espaços parlamentares, como vinha fazendo. O número de filiados não cresceu muito, nem a bancada federal. Se foi um erro, a história dirá." Na sua avaliação, a crise atual deve ser encarada com naturalidade. "Estamos vivendo a crise do crescimento. É natural que se discorde de alguns encaminhamentos. Temos de ter paciência e razoabilidade para que se faça a agenda da transição." O melhor, segundo Penna, seria se o grupo de Marina respeitasse a decisão da direção nacional, que adiou a convenção para 2012. "Foram 29 votos contra 16. Não sei se a reação se deve ao fato de terem sido contrariados ou se existe algum interesse oculto nessa história."

FESTSUL GOSPEL-5 ACONTECERÁ DE 15 A 17 ABRIL, NA AZIZ MARON

“A expansão do reino de Deus chegou a Itabuna” é o tema da quinta edição do Ministério Festsul Gospel 2011 acontece de 15 a 17 de abril, na Avenida Aziz Maron em Itabuna. O evento, segundo a sua idealizadora, a missionária Raimunda Santos, como principal objetivo a evangelização. Este ano, a expectativa de público é 35 mil pessoas, durante os três dias do evento. As atrações principais são o pastor Elson de Assis, Rio de Janeiro, as cantoras do cenário gospel Suellen Lima, Valquíria de Oliveira, e cantores regionais. A novidade é a Tarde Gospel, um momento reservado ao público infantil com palestras, louvor e trio elétrico, na tarde do dia 17. Além de shows de evangelização e louvor, o Festsul também promove ações sociais que se estendem por todo o ano. Das nove as 13 horas no dia 17, acontece a Manhã da Ação Social, destinado a população. Haverá a doação de alimentos, agasalhos e serviços gratuitos como atendimento jurídico, corte de cabelo, exames de sangue, palestras informativas, orientação nutricional entre outros. Para a missionária Raimunda Santos, o Festsul é uma forma contribuir para a transformação da sociedade, por meio da palavra de Deus. ”A ideia é unificar o nome de Jesus Cristo e eu não vou desistir até que Itabuna seja transformada pela palavra de paz. No entanto, a maior dificuldade para a sua realização, é firmar parcerias”, acrescentou. O Festsul, que já faz parte do calendário festivo de Itabuna, é um evento de participação popular. “É uma forma de propagar o evangelho à população. Mas nos enfrentamos dificuldades em contratar bandas porque não temos fins lucrativos, ressaltou a missionária. Ela faz um apelo às autoridades locais para que ajudem nessa realização. O pastor Júlio Francisco Neto, que há dois meses reside em Itabuna e participa da coordenação do evento, lembrou que é preciso ter um fundo, uma lucratividade para se empreender um projeto dessa dimensão. “A coragem e determinação da irmã Raimunda merece crédito e respeito da população”, disse. Outras informações: www.festsulgospel.com.br - Email: festsulgospel@hotmail.com - Fones: (73) 8821-9541/8164-7338/9120-4814/9902-4614 . Banco do Brasil: C/C 48.072 –X / Associação Festsul Gospel. (www.bene.blog.br).

GILBERTO SANTANA PROPÕE CRIAÇÃO DA REGIÃO METROPOLITANA DO CACAU

Representante da região Sul e com raízes profundas em Itabuna, o deputado Coronel Gilberto Santana (PTN) sugeriu ao governador Jaques Wagner a criação da Região Metropolitana do Cacau, integrada por 27 municípios. Pelo projeto ele explicou que, desde a edição da Carta Federal de 1988, é prerrogativa dos Legislativos estaduais a criação e implantação dessa instância administrativa capaz de integrar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum de municípios limítrofes. O deputado frisa a existência de previsão para esta ação parlamentar também na Carta Estadual, e lembra que a despeito da existência de crises e dificuldades diversas, os municípios da área vem se desenvolvendo. A estrutura administrativa que pretende criar depende de lei complementar. Portanto, o parlamentar encaminhou para o exame do Chefe do Executivo (a quem cabe a iniciativa de propor projetos dessa natureza) um ante-projeto de lei, regulando a criação e o funcionamento da Região Metropolitana do Cacau. MUNICÍPIOS - O deputado coronel Gilberto Santana considera madura a discussão em torno desse tema diante da alteração processada na paisagem urbana dos 27 municípios, bem como na ampliação da demanda por serviços e equipamentos que precisa ser cotejada com a pressão sofrida pelo meio ambiente regional. Para ele, o mecanismo moderno capaz de oferecer ferramentas para enfrentar os desafios é o planejamento, que deve ser aliado a uma gestão capaz de equacionar custo, racionalizar o fluxo do transporte e permitir a adoção de políticas capaz de superar a pobreza e a crise social. “Na verdade, nenhum município da região cacaueira é estanque num território”, frisa o parlamentar, que conhece a cadeia de relacionamentos existente entre os vizinhos, bem como os fluxos de pessoas, produtos ou informações ali estabelecidos – o que concerne aos problemas registrados naquelas cidades apresentarem graus variados de similaridade. “Afinal – continua -, não podemos subestimar a importância das dificuldades e temos que reconhecer que existem problemas que transcendem as fronteiras municipais”, disse. Na proposta apresentada para exame do governador Jaques Wagner, o deputado alinha como integrantes da Região Metropolitana do Cacau, na maneira como a compreende, os municípios de Almadina, Arataca, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Camacã, Canavieiras, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itajuípe, Itacaré, Itapé, Itajú do Colônia, Itapitanga, Jussari, Maraú, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória, Ubaitaba, Una e Uruçuca. Entre as principais preocupações merece destaque está o desafio que representa o ordenamento do sistema de transporte regional, pois o morador metropolitano necessita de integração. VANTAGENS - Outros segmentos ressaltados em sua proposição diz respeito aos investimentos que ocorrerão nas áreas de segurança pública, habitação e indústria, pois as cidades de menor porte ficam, na prática, impedidas de participar dos grandes programas de habitação popular, como o Minha Casa Minha Vida. O deputado Coronel Gilberto Santana cita como exemplo dessa dificuldade o fato de o valor de financiamento saltar de R$80 para R$130 mil, naqueles casos em que a construção ocorrerá em região metropolitana. Outro exemplo citado é o acesso aos recursos do Programa Nacional de Segurança e Cidadania (Pronasci), só permitido para as regiões metropolitanas brasileiras. Citou ainda a importância da ação conjunta para o equacionamento de problemas graves para os centros urbanos, como a deposição de resíduos sólidos (lixo), saneamento e abastecimento de água – pois os modernos e eficientes sistemas de coleta e tratamento têm alto custo e são proibitivos para as pequenas e médias cidades. Defensor da descentralização administrativa, ele fez questão de salientar que a implantação da Região Metropolitana do Cacau em nada afetará a autonomia dos municípios, pois a integração permitida resguarda o espaço para a ação das políticas locais. Na conclusão da indicação que apresentou ao Legislativo, o parlamentar frisou ainda que a consecução de sua proposta contribuirá para a constituição de uma circunstância cultural e socioeconômica capaz de compartilhar a atração da população, a geração de novas oportunidades de emprego, equipamentos urbanos, serviços e investimentos públicos e privados. Para o deputado Coronel Gilberto Santana, o aproveitamento de sua proposta permitirá aos municípios capitalizar políticas públicas, dividendos e recursos importantíssimos ao permitir a gerência conjunta de obras públicas, a adequação do transporte público, das escolas, postos de saúde e “enfim de tudo que se refere ao dia a dia de uma cidade sob o ponto de vista macro”.

RAIMUNDO PÓLVORA SE LOCUPLETA DAS MAZELAS NA SAÚDE PÚBLICA

Pacientes que necessitam de exames especializados na saúde publica de Itabuna não conseguem pegar uma senha na Central de Regulação, mesmo que muitos cheguem de madrugada. A denúncia é de que os funcionários da unidade reservam entre 5 e 10 senhas para o vereador Raimundo Pólvora. O corretor de imóveis Josevandro Melquisedeque, que fez a denuncia, disse que o vereador chega depois das 8 horas, pega as senhas e sai. Josevandro, indignado, comenta que o vereador deveria dar o exemplo, mas "se preocupa apenas em se dar bem". Ele conta que as senhas são distribuidas para muitos funcionários no comércio de Itabuna, enquanto os que mais precisam dormem na fila. Segundo o corretor, isso tem sido uma prática comum entre os funcionários da Central de Regulação e o vereador Raimundo Pólvora. A atitude do vereador é considerada pelo corretor uma falta de vergonha e de respeito para com o cidadão carente. Josevandro afirma que os pacientes são humildes demais e estão tão vulneráveis que não conseguem nem brigar por seus direitos.

POLÍCIA PRENDE 7 E PEGA 40KG DE COCAÍNA

A Polícia Civil de Itabuna prendeu, na manhã de quarta-feira, sete homens, entre eles o policial militar lotado em Camacã Márcio Campos Bastos. Os outros são Fábio Ribeiro Prado, Antônio Lauro Cunha Ferreira, Fábio Dias de Oliveira, Gabriel Moreira. Mais Marcio Rebouças dos Santos e Tiago Vídero Caudas Reis, acusados de tráfico. A prisão foi efetuada durante uma operação policial em Ibicarai. Foram apreendidos dois Pólos, um Vectra e uma Toyota Hilux, armas, 45 quilos de cocaína. Além disso, uma caminhonete estava carregada de celulares, DVD e câmeras digitais. A polícia acredita que a carga é contrabandeada e está avaliada em cerca de R$ 112 mil. A polícia não autuou o PM em flagrante por tráfico nem associação ao tráfico, mas apenas por crime de descaminho, porque no carro que conduzia, a Hilux, não foi encontrada nenhuma droga, apenas o material sem nota fiscal. "Além do PM, a equipe está quase certa que três pessoas não têm envolvimento com os traficantes, apenas vinham no mesmo comboio", explica um policial que participou da operação. Todos os carros vinham de Foz do Iguaçú. A operação, comandada pelo coordenador da 6ª Coorpin, Moisés Damasceno, contou com a PM e a Policia Rodoviária Estadual. A Civil montou uma campana na BR-415 para pegar o bando, investigado há 20 dias. O chefe do Comando de Policiamento da Região sul (CPRs), coronel Ivo Silva Santos, disse que, ao terminar o procedimento na delegacia, o policial será escoltado para o Batalhão de Choque em Lauro de Freitas. Lá, ele permanecerá à disposição da justiça militar e responderá a um Processo Administrativo Disciplinar (PAD). Em Ubaitaba, o comerciante Reginaldo Lima Pereira, o "Regis", de 48 anos, foi morto com quatro tiros na cabeça. O crime aconteceu dentro do estabelecimento comercial da vitima, na avenida Vasco Neto, no centro da cidade. Regis foi morto na presença da mulher e de um enteado de 17 anos. Testemunhas informaram que o crime foi praticado por um homem jovem e branco, que chegou a pé e atirou na vítima a queima roupa. No final do ano passado, o comerciante já tinha sofrido uma tentativa de homicídio por dois homens que chegaram atirando. Ele levou cinco tiros, mas sobreviveu. No inicio desta semana, teve seu veiculo furado a balas quando passava à noite por Uruçuca.

30 de março de 2011

DEPUTADO DIZ QUE "ESTÁ SE LIXANDO" PARA GAYS

Mais uma vez envolvido em polêmicas por suas frases consideradas racistas e homofóbicas, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) afirmou nesta quarta-feira (30) que está “se lixando” para o movimento gay e voltou a dizer que não quis ofender a cantora e apresentadora Preta Gil. “Estou me lixando para esse pessoal aí [do movimento gay]. Eles criaram agora a Frente Parlamentar de Combate à Homofobia, a frente gay. O que esse pessoal tem a oferecer para a sociedade? Casamento gay? Adoção de filhos? Dizer para vocês que são jovens que, no dia em que vocês tiverem um filho, se for gay, é legal e vai ser o ‘uhuhu’ da família? Esse pessoal não tem nada a oferecer”, declarou ao chegar ao velório do ex-vice-presidente da República, José Alencar, no Palácio do Planalto, em Brasília. Bolsonaro afirmou não temer a representação encaminhada ontem pela OAB-RJ (Ordem dos Advogados do Brasil - seção do Rio de Janeiro), à Corregedoria-Geral da Câmara dos Deputados, para que seja aberto processo contra ele por quebra de decoro parlamentar nas declarações que fez em relação à população negra e aos homossexuais no programa CQC de TV Bandeirantes desta última segunda-feira (28). “O que eu entendi da Preta Gil, por Deus que está no céu, é como eu reagiria caso meu filho tivesse um relacionamento com gay. Todo mundo que quiser entrar com processo é justo. Ela, por exemplo, que exemplo ela tem de vida para dar para todos nós para cobrar ética? No blog dela está escrito lá que ela já participou de atos sexuais com outras mulheres, ela participa – palavras dela lá – de suruba”, disse o parlamentar. “O que eu tenho contra ela? Nada contra ela. Nunca gostei dela, é direito meu. Não vejo que ela tem credibilidade para falar em ética”, completou. Além da Corregedoria, a Comissão de Direitos Humanos da Casa pediu ontem (29) que o caso fosse investigado. Já na Comissão de Ética da Câmara, o próprio deputado entrou com um requerimento para “tirar as dúvidas” sobre o que quis dizer no programa televisivo. “Racismo e homofobia proclamados por parlamentar são claro abuso de prerrogativas asseguradas a membro do Congresso Nacional. Pode dar cassação de mandato. Daí o pedido de sindicância urgente sobre o dito pelo deputado, protocolado por 19 deputados na Presidência da Casa, ontem à noite. A Corregedoria precisa agir, já! Não descartamos ir ao Conselho de Ética, caso haja morosidade”, disse líder da bancada do PSOL na Câmara dos Deputados, Chico Alencar (RJ). FRENTE LGBT - A Frente Parlamentar Mista pela Cidadania LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais), relançada ontem, na Câmara dos Deputados, já teve como primeiro debate as declarações do deputado reeleito pelo Rio de Janeiro. O grupo, formado por 171 deputados e senadores, terá como objetivo analisar propostas sobre igualdade de direitos para todos os cidadãos. DEPUTADOS QUE “SE LIXAM” - Bolsonaro não foi o primeiro a dizer mais recentemente o termo em afirmações controversas. O deputado reeleito Sergio Moraes (PTB-RS) disse há dois anos que estava “se lixando para o opinião pública” por defender na época outro parlamentar (Edmar Moreira), que ficou conhecido como “deputado do castelo” – por ser dono de uma casa em Minas Gerais, avaliada em R$ 25 milhões e não declarada na Receita Federal.

ALENCAR, O HOMEM QUE SORRIU PARA A MORTE

Tive a grande satisfação de conhecer José Alencar e foi há quase nove anos, antes dele se tornar vice-presidente do Brasil. Em 2002, na campanha pela sucessão presidencial, o grande brasileiro esteve em Itabuna para um encontro com lideranças locais. Lembro-me da reunião marcada para uma sala do hotel Imperial, onde quase não couberam prefeito, vereadores, secretários municipais e jornalistas. O calor era absurdo e intensificado pelas luzes dos equipamentos de filmagem. Alencar não demorou a chegar, com aquele sorriso de gente boa e cumprimentando todo mundo. Ora, o homem vinha em campanha, devia estar fazendo média, mas havia algo diferente naquela expressão, no jeito de falar pausado, simples, ponderado, no olhar humilde. A diferença tinha jeito de ser sinceridade e dignidade. E era, como a história comprovou. O político e empresário, que se foi nesta terça-feira, 29 de março, teve uma infância pobre e cresceu na base da determinação. Mas a maneira como venceu na vida, apesar de rica em exemplos, não é o que mais marcou a história de José Alencar. Foi a forma como ele enfrentou a morte, sem temor, que realmente definiu o homem que em tantos momentos nos causou espanto e emoção, por sua coragem e vontade de viver, ainda que não manifestasse nesta disposição um apego inexorável a este mundo. Alencar enfrentou 17 cirurgias em 14 anos, não tinha um rim, possuía apenas um terço do estômago. No entanto, depois de cada alta no hospital, ele saía com aquele sorriso que nos encabulava e matava de vergonha. Era como se mostrasse a cada um de nós que, se ele podia desdenhar da morte e sorrir diante dela, o que justificaria os nossos queixumes por causa de problemas tão insignificantes. A frase mais bonita de Alencar revelou o que realmente o amedrontava: “não tenho medo da morte, tenho medo é da desonra”. Lapidar, irretocável, sabedoria de quem entende que a importância da vida não se mede pelo tempo, mas pelo caráter, as atitudes e os exemplos. Imagino Zé Alencar chegando no céu, com aquela simplicidade mineira dele. Perante os anjos de Deus, sempre com o riso escancarado de menino, ele aparece cantarolando baixo o samba de Nelson Cavaquinho: “Tire seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor…” Um dos anjos o interpela: “sossega Alencar, que já não dói”. Ele, mineiríssimo: “uai, mas agora é que dói, sô! Dói de saudade”… E segue sorrindo. (Ricardo Ribeiro é um dos blogueiros do PIMENTA e também escreve no Política Etc.).

SIMPI CAPACITA FILIADOS EM CONTABILIDADE PÚBLICA

No intuito de realizar um trabalho sindical fortalecido o Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (SIMPI), realizou na tarde desta segunda-feira (28), no auditório do INSS uma palestra de formação para Comissão de Representantes Sindicais das Unidades Escolares (CRUSE), representação da base, órgãos interessados, Conselho Municipal de Educação (CME), FUNDEB e o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) sobre o tema: Os Desafios da Contabilidade Pública Municipal. A palestra proferida pelo Professor Doutor em Direito Tributário formado pela UFRGS, Harisson Ferreira Leite, teve como objetivo instrumentalizar a categoria quanto aos conhecimentos da engenharia da administração pública no que tange a arrecadação de impostos, Lei de Responsabilidade Fiscal, Lei Orçamentária Anual, remanejamento de recursos, despesas públicas. A iniciativa de qualificação sindical segundo a presidente do SIMPI, Normagnolândia Guimarães Sant´Ana surgiu durante a Campanha salarial do ano passado. “Devido algumas dúvidas que surgiram durante a mesa de negociação da Campanha Salarial do ano passado, a Diretoria resolveu promover a capacitação destes profissionais para fortalecer nossos trabalhos. Para que nosso sindicato seja formado por uma categoria conhecedora das leis municipais e da responsabilidade fiscal e administração pública, sabendo até aonde podemos exigir do poder executivo municipal, quanto as clausulas econômica presentes do Acordo Coletivo Trabalhista(ACT). Para que as nossa colocações durante as negociações e os trabalhos futuros sejam embasadas concretamente nas leis ”, frisa a presidente. A categoria que iniciou no último dia 17 a Campanha Salarial 2011/2012 com o tema - Valorização do Professor: Aumento Real é a Solução segue agora para a primeira rodada de negociação com o Secretário da Educação Gustavo Lisboa. Por isso para os professores a palestra veio esclarecer dúvidas cruciais para o andamento da Campanha. “Nós professores nos sentimos fortalecidos com essas atividades. O professor precisa dessa atenção, demonstrada na capacitação destes profissionais que fazem parte de um sindicato. Com essas atividades o SIMPI mostra para que veio, além de lutar pelos nossos interesses é um sindicato fundamentado em fortalecer a categoria. Por isso este trabalho de formação é necessário para estarmos cientes dos nossos direitos e deveres como cidadãos e conhecedores das leis de orçamento do município”, encerra a professora representante da base Idalice Batista de Sousa.

PESSOAS COM DEFICIENCIA: QUANTOS SOMOS?

São vários os municípios pelo país afora que têm aprovado lei municipal para realizar censo das pessoas com deficiência, já são leis que cria o Programa Censo-Inclusão. Nessa lei municipal prevê que a Prefeitura faça periodicamente um levantamento sócio-econômico da população com deficiência na sua cidade. O objetivo é levantar informações detalhadas do segmento para q ue possam ser elaboradas políticas públicas específicas voltadas à inclusão destas pessoas. O dado estatístico ao qual se tem acesso é o Censo IBGE, realizado por amostragem de dez em dez anos, de modo que não há um número confiável e atualizado sobre o qual possa trabalhar com eficiência para tender este segmento social da população. Fica sempre no consciente das pessoas com deficiência: Quantos somos? O relatório resultante do censo poderá ser chamado Cadastro-Inclusão, e deverá conter informações quantitativas sobre os tipos e graus de deficiência encontrados além de dados que contribuam com a qualificação, quantificação e localização das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida no município. Finalizado o levantamento, as informações ficarão disponíveis para livre consulta no site da Prefeitura. Ao saber, por exemplo, qual a faixa de renda majoritária dos cidadãos com deficiência no muni cípio, muitos fabricantes poderão alcançar um mercado a mais. Atualmente a maioria das pessoas com deficiência não é bem-recebida pelo comércio da cidade em geral. Um levantamento como este pode jogar luz para este potencial público consumidor hoje praticamente ignorado. Um exemplo trivial é uma loja de roupas que tenha um degrau, extinguindo automaticamente todos os cadeirantes que possam vir a se interessar por seus modelos. Outro exemplo, estrutural e mais importante, é que, com os novos números e dados, as instituições de ensino poderão dimensionar melhor seus espaços para receber este público. (Ângela Góes).

ILHÉUS PRECISA DE ORAÇÕES

Convidamos o povo de Ilhéus a orar pela cidade. A oração deve ser feita de uma forma bem persistente (Lucas 18:1); com ação de graças (Filipenses 4:6); em fé (Tiago 1:5), de acordo com a vontade do supremo (Mateus 6:10), para a glória do Pai (João 14:13-14) e de um coração correto diante do Altíssimo (Tiago 5:16). De acordo com a Bíblia, o poder da oração é simplesmente o poder de Deus, o qual escuta e responde às orações. Ele nos manda orar, e promete escutar nossas orações. “Na minha angústia, invoquei o SENHOR, gritei por socorro ao meu Deus. Ele do seu templo ouviu a minha v oz, e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos” (Salmos 18:6). OREMOS: Ó meu pai, livra nossa cidade dos famintos e espertalhões, que eles entendam que o bem público não é pessoal; Ó senhor do universo daí força ao prefeito da cidade para exonerar os secretários preguiçosos, sujos e imorais; Ó senhor fazei que as licitações não sejam orquestradas; Ó Deus do infinito daí luz a Policia Federal para prender os moleques de colarinho-branco envolvidos com a operação vassoura de bruxa; Ó altíssimo daí juízo ao PT ilheense, que a cada dia joga sua história de luta no lixo; Ó papai do céu, intercedei perante a saúde de Ilhéus, caótica e falida; Ó meu rei, iluminai nossos estudantes, carentes de uma educação de qualidade; Ó filho de Maria, fazei que a lei Maria da Penha funcione em Ilhéus; Ó painho, dê sabedoria aos vereadores ilheenses -, que apresentem projetos importantes, que pensem nos munícipes e não apenas nos seus próprios bolsos; Ó mestre dos mestres, tornai nossa imprensa mais séria e menos rastejante ao poder; Ó arquiteto, daí juízo ao vice-prefeito -, que cresça; Ó meu Deus fazei que a ouvidoria da Câmara de Ilhéus funcione; Ó pai eterno que realmente a 2ª ponte, Ilhéus x Pontal, torne-se realidade; Que o Colo - Colo se livre do rebaixamento; Que o Hospital São José se salve; Que a estrada Ilhéus x Buerarema seja recuperada; Que a secretaria de turismo de Ilhéus tenha independência financeira; Que a secretaria de bem-estar social de Ilhéus pague o 13º salário 2010 aos seus servidores; Que o próximo recadastramento da prefeitura municipal de Ilhéus, seja sério e responsável; Que a secretaria de administração de Ilhéus convoque imediatamente os 37 guardas civis aprovados. Ó meu querido pai, fazei com que o secretario de transportes do município resolva o problema dos engarrafamentos e cumpra o que prometeu em sua posse; Que nossos religiosos falem menos de dízimo; Que a Bamin cu mpra resolver o problema do desemprego em Ilhéus e região; Que Jamil Ocké seja respeitado no PP como presidente; Que o PRB decida com quem vai caminhar -, Dr. Ruy Carvalho ou Newton Cruz; Que o povo tenha vergonha na cara e não vote em políticos aproveitadores; Que o suplente de vereador Marcelo Trotta, tem coragem e busque seus direitos na Justiça; Que a “vereadora” Maria de Lourdes procure aprender qual o papel de uma parlamentar; Que os Promotores de Justiça justifiquem seus altos salários; Que a Maramata pare de se preocupar somente com curso sobre moqueca de robalo. Ó filho do Espírito Santo, fazei que Ângela Sousa entenda que ela é deputada e, não vereadora; Que o vereador Paulo Carqueija se manifeste sobre o contrato entre a Prefeitura de Ilhéus e suas lojas, Construir; Que o posto do INSS em Ilhéus pare de maltratar os segurados; Que a Justiça interceda contra a fábrica de fazer dinheiro em Ilhéus, os pardais; Que o vereador Valmir Freitas saiba que ele é vereador de Ilhéus e, não somente de Inema e Newton Lima. Ó senhor dos senhores, que a Embasa tenha vergonha na cara e resolva o problema da falta de água em alguns bairros da cidade; Que o Ministério do Trabalho em Ilhéus, cumpra o seu papel fiscalizador; Que os ecos-chatos parem de hipocrisia. Que São Jorge e Nossa Senhora das Vitórias interceda por nós! O Senhor todo-poderoso pode agir em qualquer situação; não há nada impossível para Ele (Lucas 1:37). AMÉM! (Elias Reis é articulista e Presidente do Sindicato dos Radialistas de Ilhéus. eliasreis.ilheus@gmail.com).

A ESTRADA DA MORTE

É lamentável constatar que uma rodovia margeada por cenário tão bonito, como é a Ilhéus – Itabuna, tenha se transformado numa macabra estrada da morte, um caminho onde quem entra fica com um justificado receio de não chegar ao destino. Cada vez mais movimentada, a pequena ligação entre as duas maiores cidades do sul da Bahia aos poucos vai confundindo o que é uma e outra cidade. Estabelecimentos comerciais, escolas e conjuntos residenciais vão surgindo ao longo da Ilhéus – Itabuna. A estrada, sobrecarregada, não suporta mais o volume de tráfego e exige uma intervenção drástica e urgente. Em 2010, ano eleitoral, a duplicação desse trecho da BR-415 foi tema de campanha. Muitos itabunenses e ilheenses confiaram na promessa de que a viagem entre Itabuna e Ilhéus deixaria de ser uma medonha aventura e não é mais possível acreditar que tal obra deixe de ser vista como prioritária pelo governo, pois não se trata apenas de uma questão de infraestrutura e logística, mas um assunto que tem a ver com o respeito à vida. No domingo, dia 27, dois irmãos morreram em mais um acidente estúpido no trecho que é o mais perigoso da estrada (o viaduto que dá acesso ao semi-anel rodoviário). Quantos irmãos, irmãs, pais, mães, amigos, namorados, namoradas já morreram? Quantos ainda precisarão morrer? Já se ouve falar que o processo licitatório para a duplicação da rodovia só sai em 2014, coincidentemente outro ano eleitoral… Se assim for, parecerá realmente uma brincadeir a de mau-gosto com a população sul-baiana, quase humor negro. Acabamos de ver o Japão, destroçado por um terremoto, tsunami e desastre nuclear, reconstruir uma rodovia em seis dias. O sul da Bahia espera há 20 anos pela duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna e o metrô de Salvador já passa de dez anos como um monumento à incompetência e à falta de vergonha na cara. O Brasil, de cuja seriedade até Charles de Gaulle já duvidou, levou reprimenda pública, vexatória e humilhante da Fifa, por causa do atraso das obras para a Copa de 2014… Nossa esperança é a de que um dia tenha fim a absurda passividade do povo diante de tanta desfaçatez política e mediocridade administrativa. Uma população melhor informada e mais consciente de seus direitos não seria tão leniente. (Ricardo Ribeiro).

GILBERTO SANTANA PEDE RECUPERAÇÃO DA BA-262

O deputado estadual coronel Gilberto Santana (PTN) encaminhou ao governo do Estado, pedido para obras de recuperação da rodovia BA-262, trecho Coaraci/Itajuípe e estradas vicinais do município de Coaraci. A rodovia que comunica as cidades de Coaraci e Itajuípe foi inaugurada na década de 70 pelo então governador Roberto Santos, e o prefeito de Coaraci, Antônio Lima de Oliveira. “Juntos estes agentes do governo reuniram forças políticas regionais para que a construção fosse executada em 1976, beneficiando a região”, discorreu Santana. Segundo ele, a população coaraciense clama há muito pela revitalização deste trecho, visto que, desde a sua inauguração foram realizadas poucas interferências, resumindo-se em aplicações de resina asfáltica para vedar os buracos e reduzir os desníveis da estrada, e atual colocação de placas de sinalização. “O péssimo estado de conservação daquele trecho vem dificultando o acesso aos municípios. A falta de obras viárias causa grandes transtornos para os usuários, e também para os gestores, pois minora a receita tributária, além de se tornar obstáculo para a atração de novos empreendimentos que possam se traduzir num aumento de emprego e renda nessas localidades”, enfatizou o deputado.

DEM, PSDB, PMDB E PR SE UNEM PARA ENFRENTAR O PT

Os deputados federais ACM Neto (DEM) e Antonio Imbassahy (PSDB) se reuniram no dia 28, com a bancada de oposição na Assembleia Legislativa para traçar estratégias de ação, além de iniciar um diálogo visando a união dos partidos que integram a minoria na Casa visando as eleições de 2012 e 2014. O democrata e o tucano foram convidados pelo líder do bloco da minoria, deputado Reinaldo Braga (PR), que pretende levar à Assembleia, para encontros semelhantes, lideranças de outras legendas, a exemplo do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) e do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM). Além de Neto, Imbassahy e Reinaldo Braga, participaram do encontro de hoje, realizado na sala da liderança da oposição, no prédio principal da Assembleia, os deputados estaduais Herbert Barbosa (DEM), Paulo Azi (DEM), Tom Araújo (DEM), Elmar Nascimento (PR), Sandro Régis (PR), Bruno Reis (PRP), Leur Lomanto Júnior (PMDB), Luciano Simões (PMDB), Pedro Tavares (PMDB) e Augusto Castro (PSDB). Após a reunião, que foi fechada, aconteceu uma coletiva de imprensa. Diante dos jornalistas, ACM Neto pregou a união do DEM, PSDB, PMDB, PR e PRP, partidos representados na reunião, para derrotar o PT nas eleições de 2012 e 2014. “As conversas estão em fase embrionária, mas vimos no encontro de hoje que o sentimento é de união em torno de um projeto comum. O que temos de fazer é alinhar estratégias para enfrentar as forças governistas”, afirmou o democrata, acrescentando que a hora não é de definir candidaturas. “Não podemos trabalhar com vetos. No caso de Salvador, por exemplo, tanto DEM, quanto PSDB e PMDB têm nomes qualificados para disputar a prefeitura. Mas isso será decidido no momento oportuno”. Neto disse que esses partidos podem trabalhar para ter candidatura única em Salvador e nas principais cidades do interior do estado. “O papel dos deputados estaduais nesse sentido será importante, sobretudo para fazer o contraditório e o debate qualificado. Não temos número para derrotar o governo, mas podemos assegurar o contraditório e exercer a fiscalização sobre o governo. E, para isso, temos de sair dos plenários e ganhar as ruas”, salientou o deputado. ERROS - Imbassahy defendeu uma agenda de visitas a cidades do interior como forma de fortalecer o diálogo entre a oposição e a sociedade. “Temos de mostrar os erros e os equívocos desse governo e propor soluções. Vejam a questão da segurança pública, que é gravíssima. Temos também problemas nas áreas da saúde, da educação. Precisamos fazer isso juntos”, declarou o tucano. Líder do PMDB na Assembleia, o deputado Luciano Simões também defendeu a união da oposição na Bahia. Ele afirmou que o fato de seu partido ser aliado do PT em plano nacional não dificulta o entendimento com o DEM e o PSDB. “A realidade estadual e dos municípios é outra. Vamos trabalhar pela construção de um projeto e de uma agenda comum”.

29 de março de 2011

POLÍCIA PRENDE EM FLAGRANTE PASTOR QUE TENTOU VIOLENTAR JOVEM DE 13 ANOS

A Polícia do Pará prendeu um pastor que tentou violentar uma jovem de 13 anos na cidade de Itaituba, na região sudoeste do Pará nesta sexta-feira (25). De acordo com informações da Polícia Civil, no dia seguinte (26) ele foi transferido para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba, onde seguia até este domingo (27). O pastor, que negou as acusações, foi preso em flagrante em um motel com a adolescente, próximo ao centro da cidade. Representantes do Ministério Público, do Conselho Tutelar e da Comissão de Infância e Juventude estavam realizando uma blitz de rotina no motel quando o viram chegando. Ela disse à polícia que não imaginava que seria levada ao motel. Após o flagrante, a equipe do Ministério Público também prendeu uma mulher suspeita de aliciar a menor. "Esse cidadão e a própria vítima admitiram que estavam em um grupo de meninas de 12, 13 anos na orla da cidade, quando ele chegou de moto, conversou com a aliciadora, e ela perguntou a ele qual menina, se ele queria uma menina, e fez a intermediação", disse o promotor Maurin Virgulino. A mulher citada nega as acusações. "Eu falei para ela voltar, mas ela não deu nem atenção", disse. O pastor deverá responder por tentativa de estupro de vulnerável. "Meu amigo, quem julga a minha causa é Deus, você não é nada", disse o acusado.

CUMADRE DILMA!

Política é coisa do diabo, já disse alguém. E a prova disso, são as últimas especulações sobre alianças política em Itabuna. Fala-se que Fernando Gomes, Geraldo Simões e Renato Costa, podem estar juntos no mesmo palanque em 2012. E não será coisa do outro mundo, pois quem ouviu e viu Fernando Gomes “descer a ripa em ACM” e depois subir no palanque com o finado “Toninho malvadeza”, não se surpreenderá se ele estiver junto de Renato, que ele alcunhou de “moleza” e de “minha pedinha”, que ele já desqualificou em prosa e verso. Quanto a Geraldo, a “toada” dele não muda. Antigamente, ele falava que todo mundo tinha que se juntar a ele, pois como Lulla era ou é, seu “cumpadre”, conseguiria trazer milhões de benefícios para Itabuna. Agora, a conversa é a mesa: ele diz pretender formar uma aliança com os partidos da base de Dilma, para trazer “milhões de benefícios para Itabuna”. Mas até hoje não se tem notícia de nada que Geraldo tenha trazido para Itabuna, através dos governos federal e estadual. Será que agora, com a “cumadre” Dilma, a cantiga de grilo muda? (Gonzalez Pereira e Joselito dos Reis Santos).

TODOS ENVOLVIDOS NA LUTA CONTRA A DENGUE EM ITABUNA

Muito se fala da indiferença de alguns moradores de Itabuna em relação aos cuidados de prevenção da dengue. No entanto, vale destacar que parte significativa da população está atenta às orientações e faz muito bem o seu dever de casa, no sentido de eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti, o transmissor da doença. As comunidades correspondem aos apelos e aos conselhos dados pela saúde pública. A prova disso é que a maioria se antecipou em colocar na rua todo o entulho dos quintais, mesmo não tendo observado o calendário de coleta e o tipo de lixo que deveria ser descartado. É tanto detrito que os caminhões e caçambas da Marquise e da Prefeitura estão tendo dificuldade em coletar. A verdade é que cada dia aumenta o número de pessoas que se conscientiza da importância da participação delas na luta contra a dengue. Sabem que a doença somente será eliminada a partir da extinção dos criadouros do mosquito. Reconhecem que o tempo chuvoso é propício para a infestação desse inseto e não se acomodarão até que cesse a ameaça de epidemia. Por outro lado também, o itabunense, orgulhoso e exigente com a imagem da sua cidade, não vai admitir que Itabuna permaneça no grupo das cidades de risco mais alto de epidemia no Estado. Partindo desse princípio, está declarada a guerra contra a dengue, e não é um mosquito minúsculo que vai manchar os brios de uma população acostumada a vencer obstáculos e administrar crises.

NOSSAS FUTURAS GERAÇÕES E NOSSAS ÁGUAS DE HOJE

Como já era previsto, um dos principais assuntos debatidos nesta segunda quinzena de março, não poderia deixar de ser o líquido mais precioso do planeta, a água. A importância desse recurso natural, indispensável para a vida humana, está em evidência graças ao Dia Mundial da Água, celebrado na semana passada. No entanto, a data está mais voltada para um alerta do que para a comemoração em si. A preocupação acontece em razão de ser pouca a quantidade de água potável no planeta (cerca de 0,008% do total do líquido existente na Terra é própria para o consumo). Para agravar ainda mais a situação, uma parte significativa das fontes dessa água tem sido contaminada, poluída e degradada por quem mais precisa dela - o homem. O quadro parece ser irreversível e as ações que visam o uso racional da água e a preservação dos mananciais podem ser consideradas, no mínimo, tímidas. O fato é que passou da hora de se colocar o meio ambiente e a preservação dos recursos naturais como prioridade em todo o mundo. O prejuízo já está sendo pago pela atual geração e deve se multiplicar, e muito, para as próximas.

28 de março de 2011

SAÚDE PARA RICOS E DOENÇA PARA POBRES

Pelo menos dois tipos de desigualdade afetam a oferta de serviços de saúde no Brasil: as regionais e as de acesso da população a equipamentos e profissionais mesmo onde não há carência deles. Se a pessoa depender da rede pública de hospitais ou de estabelecimentos particulares conveniados com o SUS, é provável que enfrente filas. A desigualdade se manifesta de forma inequívoca no acesso a equipamentos para diagnóstico por imagem. São ferramentas basilares da medicina contemporânea, como aparelhos de tomografia, ressonância magnética e mamografia, entre outros. E Itabuna está doente nesse contexto. É verdade que houve na cidade aumento na quantidade de aparelhos. No entanto, isso não solucionou o problema da desigualdade: unidades do SUS, que atendem a grande maioria da população, concentram a minoria dos equipamentos, ou os possui em condições de desativado e quebrado. A distorção é gritante. Tome-se o exemplo da ressonância magnética: não há uma só máquina por na rede do SUS, e o único existente em Itabuna só tem em um estabelecimento que atende os planos de saúde privados. Tal estado de coisas não irá se alterar sem um programa bem focalizado de melhoria de acesso e aporte de recursos estaduais e federais. Não basta, obviamente, comprar equipamentos caros e deixá-los enferrujar em cantos vazios - como ainda se vê em alguns casos, por exemplo, no Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães. É preciso ter pessoal treinado para operá-los e mantê-los.

REVOLTADA COM PREFEITO, POPULAÇÃO DEPREDA PRÉDIO DA CÂMARA

Cerca de 500 moradores de Curralinho, no Pará, revoltados com a não cassação do prefeito, depredaram, ontem, os prédios do executivo e do legislativo no município. Policiais de cidades vizinhas foram enviados para controlar o tumulto e ninguém foi preso. As informações são da Polícia Civil. O prefeito Miguel Pedro Pureza Santa Maria é acusado pela Controladoria Geral da União (CGU) de não comprovar o uso R$ 9,7 milhões de recursos federais repassados ao município, além de fraude em processos licitatórios. De acordo com a polícia, após o fim da sessão na Câmara, em que os vereadores votaram pela não cassação de Santa Maria, os moradores que assistiam à sessão, revoltados, quebraram móveis, retiraram objetos do prédio da Câmara, os amontoaram na rua e atearam fogo. Houve depredação dos prédios da prefeitura e das Secretarias de Saúde e Educação. Como a cidade conta apenas com quatro policiais militares e dois civis, foi pedido reforço de municípios vizinhos para conter a população. A Polícia Civil informou que irá instaurar inquérito para tentar identificar e prender os líderes da manifestação.

É MUITO PREJUDICIAL A AMNÉSIA DOS ELEITORES NO BRASIL

Mais de um em cada cinco eleitores levou menos de um ano para esquecer o nome de quem escolheu para representá-lo nas três casas legislativas em disputa nas eleições do ano passado, Senado Federal, Câmara dos Deputados e Assembléias Legislativas. É o que revela pesquisa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que entrevistou 2 mil pessoas em 136 municípios escolhidos aleatoriamente em 24 estados, entre 3 e 7 de novembro. Os dados revelam que os deputados estaduais, fisicamente mais próximos do eleitor do que os enviados a Brasília, são os menos lembrados, já que 23% dos entrevistados declararam não se lembrar em quem tinham votado para esse cargo. Em seguida vêm os deputados federais, com 21,7% das declarações de esquecimento pelo eleitorado. Os senadores, que, mesmo concorrendo a duas cadeiras por estado, fazem campanha com enfoque de disputa majoritária, têm situação menos ruim na memória dos eleitores, mas nem por isso têm o que comemorar: 20,6% dos entrevistados não se lembram mais do nome impresso no santinho do candidato. Não é certo, mas não é improvável que, com o passar de alguns meses, esses percentuais de esquecimento aumentem, o que deixa claro que, mesmo depois de intensa campanha, incluindo os programas gratuitos do rádio e da TV, é muito baixo o envolvimento do eleitor médio com o candidato. Menos ainda é o conhecimento e, portanto, a concordância com suas propostas. Não foi por falta de campanha, nem de dinheiro. Um levantamento do TSE sobre os recursos envolvidos na campanha de 2010 concluiu que os candidatos a deputado federal, estadual e distrital (Brasília) gastaram, juntos, R$ 1,83 bilhão, representando 66,13% dos R$ 2,77 bilhões relativos à soma das prestações de contas do primeiro turno em todo o país. Já os 248 candidatos que disputaram a renovação de dois terços do Senado declararam ter gastado R$ 353,4 milhões - média de R$ 1,43 milhão por candidato -, com custo de R$ 2,61 por eleitor. A mesma pesquisa que mediu o esquecimento dos eleitos constatou que a maioria das pessoas (56%) se informa sobre política e eleições pela televisão e 18,4% por meio de conversas com amigos e parentes. A internet vem em terceiro lugar, com 9,9%. Mesmo que não se possa estabelecer relação direta dos gastos com o elevado índice de esquecimento dos candidatos pelos eleitores, os números parecem indicar que há algo de errado com a propaganda eleitoral. Além da falta de informação sobre a função e a importância dos parlamentos nas sociedades democráticas “tarefa que também deveria caber aos currículos escolares”, faz tempo que o desfile acelerado de nomes e fotos deixou de acrescentar algo relevante. Ser esquecido depois de eleito e escapar da cobrança do eleitor pode ser do interesse dos maus políticos, mas, certamente, nada tem a ver com a necessidade de o país manter o avanço da democracia que conquistou. A menos que se pretenda formar plenários de tiriricas honestos e doutores mal-intencionados, se faz necessário repensar o sistema de apresentação dos candidatos, suas idéias e fichas limpas.

DEUS NÃO COBRA PEDÁGIO PARA SUA ENTRADA NO CÉU

É de fácil percepção observar nos discursos religiosos características de uma relação com Deus baseada em práticas meritórias, de tal forma que o agir divino é condicionado por aquilo que eu faço. Isso é chamado doutrina da retribuição, podendo ser encontrada até nas Sagradas Escrituras, e, ultimamente, tem ganhado força a principal de suas vertentes: a teologia da prosperidade. Benção-maldição, recompensa-castigo, felicidade-destruição: a justiça divina é realizada conforme as práticas terrenas. Certa vez uma pessoa disse: “se Deus não serve você, então para que serve esse Deus?”. O contexto de sua fala era justamente a súplica por bens materiais. Diante do fato, lembrei-me de Jó. Mesmo sendo justo, ele foi acometido de inúmeros sofrimentos. A afirmação tradicional de que o fiel é cumulado de prosperidade é pela experiência contradita. Então, o que dizer daqueles que são retos e, no entanto, sofrem? Teriam sido malditos por Deus? Fidelidade implica em retorno material? O sentido de bênção é de acordo com o que alcanço na minha vida terrena? Que pena! Onde iremos chegar? Quando se olha a relação com Deus como causa e efeito, e produz-se sobre isto um mecanismo retributivo, resulta que determinada ação gerará sempre uma conseqüência, e assim, inviabiliza outra forma do agir divino, como se Deus estivesse tendencioso a tomar uma atitude porque assim estava no esquema determinado por esse sistema. Pensar assim é deveras prejudicial, pois torna Deus limitado aos parâmetros humanos, buscando fundar-se em uma garantia de que Ele assim realizará o bem ou mesmo o mal. Ao conhecermos Jesus Cristo, essa lógica cai por terra. A gratuidade divina exclui a ação meritória do homem ao se tratar de recompensa. Posso sofrer vários empecilhos, posso ser privado de bens materiais, e mesmo assim, ser repleto da benção de Nosso Senhor em minha vida. É claro que preciso cooperar com o projeto de Salvação para a minha vida, mas eu não posso manipular Deus às minhas vontades, baseando minha relação com ele numa troca constante de atitudes com fins previamente determinados. Quando Deus se torna “livre” em seu agir comigo, meu relacionamento com Ele muda. Aí sim, poderei ter uma relação como seu servo ou como Cristo afirmou, seu amigo. E, por conseguinte, será baseada na gratuidade.

MENSALÃO PRESCREVE E DIRCEU DEVE SAIR IMPUNE

O crime de formação de quadrilha dos indiciados no processo do mensalão irá prescrever justamente na semana em que a causa começará a ser julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com matéria do jornal Estado de S. Paulo, o julgamento está marcado para a última semana de agosto, cinco anos após o STF aceitar a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que cita o crime de formação de quadrilha por mais de 50 vezes – entre os 38 réus do processo, 22 respondem pelo crime. Apontado pelo Ministério Público como o "chefe" do esquema, o ex-ministro José Dirceu está mais próximo da absolvição. Segundo ministros consultados pelo jornal, será praticamente impossível encontrar provas suficientes para condenar José Dirceu por corrupção ativa. Com a prescrição do crime de formação de quadrilha, nada sobraria contra ele no tribunal.

27 de março de 2011

A BAHIA AGONIZA

A educação na Bahia está sucateada e a insegurança faz da Bahia um inferno para os baianos. Os hospitais públicos baianos não estão cem por cento em suas condições de funcionamento. É freqüente um paciente entrar com uma doença sem gravidade nos hospitais e morrer por infecção hospitalar. Qual a causa disso? Hospitais lotados, pacientes em corredores, estrutura de UTI’s e emergências precárias. Não são poucas as pessoas que morrem em pronto-socorro por falta de um aparelho de respiração artificial. Muitos morreram porque seus familiares não tinham como pagar e as autoridades ficaram brincando de pingue-pongue enquanto a vida de uma pessoa estava em jogo. Crianças nas ruas passando fome também é saúde pública. Quantas estão desnutridas a mercê da caridade de instituições não governamentais. Enquanto pezinhos andam descalços nas ruas imundas sobre os esgotos a céu aberto e fétidos, nossos governantes aparecem na televisão bem vestidos, penteados, calçados e alimentados; discutindo se deve ou não investir em duplicação de rodovia, ponte faraônica, Centro de Convenção em Itabuna, metrô em Salvador, etc, etc. Há outras urgências esperando resolução dos nossos governantes. A questão pública em Bahia está agonizando e isso já faz tempo.

A LIÇÃO DO JAPONÊS DIANTE DA ADVERSIDADE E A ENERGIA ATÔMICA

O Japão foi vítima de uma tragédia que devastou parte da país. As imagens chocaram o mundo. Aterrorizaram! O devastador tsunami pós terremoto arrasou parte do território japonês, ceifando milhares de vidas. Apesar da exímia tecnologia nipônica ficou evidenciada a impotência do homem diante da magnitude da natureza. O maior abalo sísmico da história deixou o país numa crise sem precedentes. Faltam água, luz, alimentos, combustível e moradias. Não houve saques, brigas, nem atitudes rebeldes. O japonês mostrou ao mundo sua extraordinária capacidade de controle emocional e sensatez diante do caos. A dignidade superou a carência. O japonês é o povo mais educado e civilizado do mundo. São anfitriões encantadores. A disciplina, cortesia, segurança e tecnologia, enfim, tudo encanta. A destruição fez o mundo tremer e, sobretudo, os países repensarem a expansão nuclear. Atualmente 30 nações as utilizam. Algumas já se manifestaram e estão analisando opções para reduzirem sua produção. A Alemanha fechou suas usinas mais velhas e adiou, por 3 meses, o plano de expansão aprovado em 2010. A França falou em rediscutir o tema, mas admitiu prescindir das mesmas. A Suíça suspendeu o processo de aprovação de 3 novas estações para que os padrões de segurança possam ser revistos. A indústria energética nuclear, após esta tragédia, deve-se retrair, afirmam os executivos que atuam no setor atômico. Enquanto as nações polemizam e ampliam as fontes de energia, o Japão chora suas vítimas. As lágrimas que rolam na face dos familiares e amigos dos mortos inundam o mundo de medo e tristeza. É hora de solidariedade e reflexão. O encantador país, outrora alegre, iluminado e acolhedor, encontra-se envolto em trevas, ondas de sangue e destruição. Resta a esperança... A determinação e a arrojada tecnologia do carismático povo japonês, com certeza, reverterão o Inferno atual em Paraíso.

BRASILEIROS ESTREIAM MAL EM GP DA AUSTRÁLIA

Com a redução para apenas dois pilotos brasileiros no grid, a temporada começou marcada por erros, problemas no carro e o protagonismo dos momentos mais emocionantes do Grande Prêmio da Austrália em Melbourne para Felipe Massa, da Ferrari, e Rubens Barrichello, da Williams. Assim como fez após os treinos de classificação, Felipe Massa voltou a se queixar de problemas com os pneus depois da corrida em que foi um dos destaques nas dez primeiras voltas ao segurar o inglês Jenson Button em uma intensa disputa por posições que acabou tendo Fernando Alonso beneficiado após a saída da pista do brasileiro e a punição do piloto da McLaren. Vice-campeão da temporada 2008, Massa passou a maior parte da última temporada reclamando da adaptação dos pneus da Bridgestone ao seu carro. A empresa japonesa deixou a Fórmula 1, entrou a Pirelli e os problemas continuaram a ser citados pelo piloto da Ferrari, que disse após o jogo ter sofrido com o desgaste dos compostos. “As coisas começaram com o pé direito com uma boa largada e uma boa defesa das tentativas de ataque de Button. Então, tentamos adiantar o uso dos pneus duros, mas isso não compensou e tivemos que fazer o terceiro pit stop próximo do fim, o que me custou algumas posições. Na segunda parte, sofri muito com o desgaste do pneu traseiro e não consegui manter um bom ritmo”, se queixou Felipe Massa, que aprovou as novas medidas para aumentar as ultrapassagens. "Os novos elementos, como a asa traseira, funcionaram como deveriam. Nós definitivamente vimos mais ultrapassagens do que no ano passado", analisou o piloto que terminou em nono lugar, mas herdou a sétima colocação com as desclassificações de Sergio Perez e Kamui Kobayashi, da Sauber, por irregularidade apontada na asa traseira. Enquanto isso, o companheiro de Massa, Fernando Alonso, foi o quarto. Já o experiente Rubens Barrichello viveu um fim de semana em que alternou momentos de destaque, chegando a colocar o carro da Williams entre os primeiros nos treinos livres e fazendo várias ultrapassagens em sequência na corrida depois de ter caído para a última posição na largada, com erros que o próprio assumiu ter cometido em momentos importantes. No treino de classificação, Barrichello já havia saído no Q2 ao rodar sozinho e ficar parado na brita. Na corrida em Melbourne, o piloto que iniciou sua 19ª temporada acabou cometendo um erro em seu melhor momento ao tentar ultrapassar o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, e acabou sendo punido. Nos dois casos o piloto da Williams admitiu a culpa, mas na corrida os pneus também não saíram ilesos. “Eu não estava tentando ultrapassar [Rosberg] naquele ponto, eu estava me defendendo do Kobayashi. Pensei que tínhamos pneus com aderência e freamos em diferentes pontos. Rosberg freou antes e eu já estava no meio da curva sem conseguir parar o carro”, afirmou Barrichello, que depois de receber a punição não se recuperou na corrida e acabou abandonando com problemas no câmbio, mesma causa da saída do companheiro Pastor Maldonado. “Largando atrás não tem jeito, tem que ir para cima mesmo. Passamos bastante gente e foi uma corrida emocionante até a pancada.Vamos nos classificar melhor na próxima e esperar por uma bela corrida. Assistindo ao tape da corrida, uma pena a batida. Eu estava fechando a porta para o Kobayashi e freando por dentro da curva escorreguei no Rosberg”, completou o piloto da Williams.

MINHA ALMA ENTRE O AMOR E O TEMPO

O tempo é uma caixa cheia de surpresas. Boas, ruins, alegres e tristes. Período de cicatrização e abertura de feridas. Como dói o coração de quem a tempos ama alguém que não está por perto. Quando um minuto dura uma hora e a saudade se transforma em gotas de lágrimas. Uma rosa nasce de um pequeno botão, desabrocha e com o tempo fica murcha. Será que ficamos murchos? O amor é parecido com uma flor, com a primavera. Embora para muitos o amor mais pareça um inverno. No meu caso ele sempre foi um outono. Passa por mim assim como as folhas que caem das árvores e correm pelo chão na hora que o azul do céu se mistura com o amarelo. Meu amor nunca murchou, apenas ficou anêmico. “Como eu queria que o tempo voltasse”! Também gostaria muito, mas ele não volta. Talvez se o relógio colaborasse eu poderia consertar meus erros e hoje não estaria derrubando gavetas, revirando papéis e olhando fotos. “Devia ter arriscado mais, e até errado mais, ter feito o que eu queria fazer”... Até a perfeição tem falhas. Só eu sei o quanto dói tudo o que deixei de fazer. Sempre me comprometi, nunca fui um diplomata. Continuo da mesma forma, inclusive quando sei que um simples eu e sim, podem mudar tudo. Mas, e se rirem de mim? Agora entendo o motivo das estufas. Esqueci não posso me machucar. Eu mesmo consigo causar estragos sem fazer nada. E enquanto me comprometo, continuo olhando e rezando pelo tempo. Peço que ele passe depressa e eu consiga alcançá-lo. Nunca gostei de relógios. Prefiro riscar calendários e sonhar com o dia da alforria. Eu me darei alforria. Enquanto ainda me prendo, meu amor continua no outono, minha folha verde correndo mundo afora. Sim, ela ainda é verde. Porque meu amor não deixou que o tempo a matasse. O tempo só transformou meu amor em versos, lágrimas e um vazio preenchido de saudade.

NA SOCIEDADE É QUASE TUDO FALSO

Quando fiz esse blog a intenção era postar assuntos ligados a cultura, política e sociedade. Mas, como todo mundo não é de ferro e eu sou mortal, decidi dedicar esse post aos meus atuais sentimentos. O mundo em minha opinião está muito difícil de entender. Não sei se sou “quadrado”, mas ainda vivo em uma época em que as pessoas eram mais amáveis. Amizades eram sinceras, as pessoas realmente gostavam das outras. Será que isso aconteceu ou eu confundi a realidade com os livros? Hoje ando na rua e às vezes sinto falta de energia diante de tanto pessimismo e inveja. As pessoas não cuidam do corpo para ter saúde, mas sim para exibir perfeita forma e fazer sucesso. Nada se cria tudo se copia. As mulheres se masculinizam bebendo, fumando, “causando” nas baladas para atrair um bonitão. O amor de verdade foi abandonado em umas dessas casas de shows. Será que há felicidade em tudo isso? Postam fotos photoshopadas que mostram uma beleza forçada, uma euforia passageira e sensualidade vulgar. São tão engraçadinhas! As pessoas são artificiais? Assim como as falsas árvores e rosas de plásticos? O amor é artificial? Tudo tem gosto real, mas minha realidade é outra. Não sei amar pela metade, não sei viver de mentira. Não me dêem fórmulas certas, pois sinceramente eu sou diferente. Pareço uma pessoa ríspida, grosseira, violenta... mas tenho sentimentos e noção de realidade. Quem pensa que sou “arrogante” ou “sem juízo” está redondamente enganado. Apenas gosto de salpicar um pouco de delicadeza no meio de tantos espinhos. Pena que hoje isso é um defeito. O negócio é ser selvagem.

É DE CORTAR O CORAÇÃO A SITUAÇÃO QUE CRIANÇAS VIVEM NESSE PAÍS

Todo dia é dia de falar sobre as crianças. Nossos pequeninos são os responsáveis pelo futuro do planeta. Pena que esses jovens soldadinhos ainda continuem sendo mal cuidados pela sociedade. Hoje, domingo, fui a um restaurante no centro da cidade com minha esposa e alguns amigos. Mal estacionamos o carro e logo veio um pequeno menino todo sujo, com roupas rasgadas pedindo para que ele pudesse olhar o nosso carro em troca de algumas moedas. Minha esposa lhe deu o dinheiro e falou que era para ele comprar um sorvete e não precisava olhar do carro. Enquanto milionários esbanjam dinheiro comprando carros de luxo, roupas de grifes e desfilam suas jóias nas colunas sociais dos jornais; há pessoas na sociedade que vivem em condições miseráveis a ponto de ter que pedir esmolas nas ruas. A condição das crianças exposta a todos os tipos de perigo existente nas ruas é preocupante. Aqui em Itabuna vejo crianças pedindo dinheiro na porta dos bancos, dos restaurantes e até do cemitério. Não que eu ou minha esposa tenhamos medo de ser vítimas de roubo, ou de assalto. Temos medo e vergonha de andar bem vestidos enquanto uma criança faz plantão em frente a um restaurante em troca de moedas para chupar um picolé que custa trinta centavos. Fico envergonhado de fazer parte de uma sociedade cega, formada por pessoas que só enxergam o que é conveniente e lhe traga algum benefício. Mas, ao mesmo tempo em que sinto vergonha, sou tomado pela vontade de lutar contra a exploração de crianças e principalmente tenho sede de abrir os olhos da sociedade. E me esforço no rádio e em minha profissão de radialista, para denunciar as várias formas de abuso e exploração de crianças e adolescentes.

O MERGULHO NO MAR DE LAMA

Infeliz do homem que acreditar em outrem. E mais infeliz ainda, crermos em promessas de políticos. Em princípio todos eles são demagogos, excetuando-se aqueles que militam na política de uma maneira séria e ordenada. A demagogia faz parte da personalidade do cidadão que ingressar na militância política partidária. Se antes a pessoa tinha um caráter que a conduzia ao patamar de quaisquer aspirações profissionais, agora, a trajetória a ser seguida é completamente diferente daquela anteriormente adotada. É preciso muito cuidado para não ser atingido pelo vírus da indecência e da corrupção. A conduta política é ímpar e não se coaduna com as demais profissões liberais. Quem lá chega correrá o risco de mergulhar no mar de lama, que é peculiar para esse caminho incerto e perigoso. Não é necessariamente obrigado a adotar os princípios políticos partidários que são impostos aos seus seguidores, todavia, poderá seguir a linha que melhor atender à razão e aos conceitos naturais que norteiam a melhor conduta do homem ou da mulher no dia a dia de convivência com uma comunidade.

ESTAMOS EM MOMENTOS DE MUDANÇA

A diferença é interessante ainda bem que a cabeça da sociedade está aberta as mudanças, talvez seja a globalização fazendo efeito não só no cenário econômico, mas também na idéia das pessoas. No que se diz a respeito de mídia as coisas andam mudando. Há novelas que contam com protagonistas negras e jovens, uma quebra de regra, já que a tradição das protagonistas das novelas é de mulheres de meia idade e brancas. As revistas também estão se adaptando aos diferentes tipos de corpos femininos, apresentam figurinos na moda para mulheres com os quadris mais largos, e acreditem não é nenhum pretinho básico! Determinada marca de cosméticos também inovou e colocou uma gordinha para aparecer de biquíni na televisão. Neuras que me perdoem, mas cada um tem sua beleza. O contraste da pele negra no tecido branco é lindo, as curvas maiores também proporcionam belos movimentos aos vestidos. A graciosidade não está detida apenas a um grupo, mulheres com as pernas longas e magras estão na passarela. Hoje em dia é possível ver pernas grossas em bermudas curtas sem escutar nenhum tipo de comentário maldoso. Como já disse a sociedade está aberta a mudanças e a porta de abertura para essas mudanças é a mídia através da maneira que irá abordar e inserir essas mudanças na sociedade.

26 de março de 2011

HOMENS FINGEM TER HIV PARA SACAR FGTS E SÃO PRESOS

A Polícia Federal do Rio Grande do Norte prendeu em Natal, nesta sexta-feira (25), três homens suspeitos de apresentar documentação falsa para sacar o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Os três --de 28, 36 e 44 anos-- trabalham como garis e moram na zona norte da cidade. A prisão aconteceu após a PF ter sido alertada pelo setor de segurança da CEF (Caixa Econômica Federal) de que estava em trâmite, em uma agência localizada no Shopping Midway, uma solicitação de saque do FGTS, e que interessado teria utilizado um exame de sangue e um atestado médico falsos para receber um benefício de cerca de R$ 7.000. Policiais do Núcleo de Operações e da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários foram até a agência e ficaram à espera do suspeito, que compareceu ao banco por volta das 14h30 e acabou abordado com os documentos falsos. De imediato o homem confessou o crime e apontou um comparsa que, segundo ele, havia lhe dado a papelada e que o aguardava em um veículo no estacionamento. Ambos receberam voz de prisão e foram levados à sede da Superintendência da PF, em Natal. Durante o interrogatório, eles afirmaram que são servidores públicos e que, num certo dia, souberam que uma das formas de sacarem o FGTS, enquanto estavam trabalhando, seria provando que eram portadores do vírus HIV. Dias depois, teriam sido procurados por um terceiro colega de trabalho que lhes garantiu que conseguiria exames provando que os dois eram portadores de HIV. Em troca dos papéis, esse colega teria cobrado 22% do benefício. Eles, então, disseram ter aceito a condição e fechado o acordo. Segundo a PF, o suspeito preso no interior da agência recebia o benefício pela primeira vez e o comparsa, encontrado no estacionamento, era uma espécie de intermediário que entregava a documentação falsa e levava os servidores até a CEF. ARTE-FINALISTA - Ainda enquanto prestavam depoimento, o celular de um deles tocou. Ao identificar que a pessoa que telefonava era apontada como o mentor do crime, os policiais autorizaram o suspeito a atender. Do outro lado da linha, o interlocutor perguntava pelo desfecho da ação e cobrava a comissão acertada, que deveria ser entregue a ele na área de lazer do Conjunto Panatis, na zona norte de Natal. Os policias armaram uma emboscada e capturaram o suspeito apontado como mentor. Segundo a PF, ele confessou o crime. Na casa dele foram encontrados documentos e uma série de eletromésticos novos que, segundo o próprio detido, foram comprados com dinheiro de saques fraudulentos de FGTS. O mentor, que havia trabalhado anteriormente como arte-finalista, disse à PF que, quando descobriu que uma das maneiras de sacar o dinheiro do fundo era comprovando ser portador de HIV ou câncer, resolver elaborar atestados médicos e exames laboratoriais com a ajuda de um programa especializado de computador. Ele disse que quando comentou sobre a possibilidade da fraude no ambiente de trabalho, vários colegas o procuraram para sacar o benefício. De acordo com a PF, os três foram indiciados por estelionato e uso de documentos falsos e foram conduzidos ao Centro de Detenção Provisória de Pirangi.

A PEDOFILIA TEM QUE SER COMBATIDA TODO DIA O DIA TODO

A população é constantemente alertada sobre o alto índice de pedofilia que acontece em diversos lugares como cidades turísticas, igrejas e na maioria das vezes dentro do próprio lar dessas crianças. Muitas delas ainda são bebês que ainda dependem dos cuidados maternos, outras vítimas são meninos e meninas; que têm idade para brinca r de carrinhos e bonecas. Muitas são as perguntas sobre a pedofilia. Os estudos de psicanalistas tentam encontrar uma definição e as razões para que um adulto sinta prazer em olhar crianças despidas e abusar sexualmente. Perguntas respondidas ou não, a pedofilia é motivo de grande repúdio na sociedade, não só no Brasil, mas em vários países. Para a psicanálise, a pedofilia é definida como uma perversão sexual, na qual não se trata de uma doença, mas de um distúrbio psíquico que se caracteriza pela obsessão de práticas sexuais não aceitas pela sociedade. A internet é utilizada como o maior veículo de propagação da pedofilia. Nos últimos meses, o Vaticano teve que se pronunciar a respeito do assunto, já que vários padres e alguns bispos foram acusados de envolvimento com a pedofilia. Muitos casos não envolvem relações sexuais diretas com penetração. No entanto, toques nas partes íntimas, carícias e imagens de crianças em poses eróticas sã o consideradas agressões. Os agressores não escolhem endereços. Uma criança pode ser vítima de pedofilia em qualquer lugar, até nas igrejas e na maioria dos casos dentro do próprio lar, onde deveriam estar protegidas de qualquer tipo de humilhação e violência. Quando a violência acontece em casa é ainda pior, as vítimas muitas vezes ficam em silêncio, deixando o agressor impune. Uma criança vítima de pedofilia fica com seqüelas emocionais por toda a vida. Entre os danos estão à má formação de estruturas cerebrais, depressão, propensão para o uso de álcool e drogas e forte inclinação para ser um futuro agressor. No Brasil algumas leis foram criadas com o objetivo de combater a pedofilia. Todavia, o silêncio das vítimas é a barreira que impede o fim do triste cenário da pedofilia.

VEREADORA SUGERE ADAPTAÇÃO DE PRAÇAS PARA IDOSOS

A adaptação de espaços para o lazer de idosos em todas as praças públicas de Salvador é a proposta da vereadora Andréa Mendonça (DEM), apresentada na Câmara Municipal por meio do Projeto de Indicação nº 31/11. A prática já é adotada em outros municípios, a exemplo da popular Praça Sete de Setembro, em Belo Horizonte (MG), que atrai dezenas de idosos, diariamente, para suas mesinhas em forma de tabuleiro. A sugestão, feita ao prefeito João Henrique Carneiro, visa proporcionar à população idosa mais opções de entretenimento e o encontro saudável entre amigos e freqüentadores desses locais. De ac ordo com Andréa Mendonça, as praças da cidade devem receber mesas e bancos fixos apropriados à prática de jogos, como xadrez, damas, sueca, e demais atividades. Para a vereadora, a ideia é “estender para a totalidade de nossas praças o que já existe em algumas delas, onde se reúnem fraternalmente numerosos aposentados e reformados, em um ambiente sadio e de união”.

PF PRENDE OITO POLICIAIS RODOVIÁRIOS FEDERAIS EM OPERAÇÃO CONTRA CORRUPÇÃO

A Polícia Federal prendeu hoje (25) oito agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Eles atuavam na fiscalização da BR-101 Sul, no trecho entre o Rio de Janeiro e Santos (SP), e são acusados de integrar um esquema de corrupção e cobrança de propina de empresários de Itaguaí, Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty. Denominada Pisca-Alerta S.A., a operação mobilizou 120 policiais federais, para cumprir dez mandados de prisão preventiva e 20 de busca e apreensão expedidos pela Vara Federal em A ngra dos Reis, no sul do estado. Um suspeito não foi encontrado e o outro mandado de prisão foi descartado porque o acusado morreu há alguns meses. O delegado federal Fábio Galvão, responsável pela operação, disse que as investigações começaram há pouco mais de um ano, a partir da denúncia de um caminhoneiro que contou ser extorquido por agentes da PRF toda vez que passava pela Rio-Santos no trecho de Angra dos Reis. “Constatamos que o esquema estava bem desenvolvido contra os usuários das vias, sobretudo empresários que atuavam na região. Caso eles se recusassem a fazer parte do esquema, sofriam retaliação, como a apreensão do veículo e multas diversas, tornando inviável a execução da atividade fim deles”, disse. Segundo o delegado, a prática sistemática de crime envolvia, além da extorsão, a escolta de veículos com carga excedente mediante o pagamento de propina por parte de empresários. Eles serão chamados a depor e podem ser enquadrados no crime de corrupção, informou Galvão. O superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Rio de Janeiro, Antônio Vital de Moraes Júnior, reconheceu que o sentimento “é de traição” ao ver integrantes da corporação envolvidos num esquema de corrupção. “É um trabalho doloroso, mas estamos prontos a receber denúncias, que podem ser feitas pelo telefone 191”, disse. “Mas isso serve para deixar uma mensagem aos empresários que se submetem à corrupção: que eles denunciem, procurem a instituição, que hoje pode dar uma resposta à altura. O empresário não tem vantagem em compactuar com a corrupção. Eles viram reféns de uma suposta vantagem que eles almejam, estabelecendo, assim, uma relação promíscua que deve ser combatida em nível institucional”, completou. Moraes Júnior assumiu o cargo em setembro de 2010, após o afastamento de toda a cúpula da Polícia Rodoviária Federal no Rio de Janeiro por suspeita de corrupção. Agentes foram a cusados de envolvimento em esquema de liberação de veículos apreendidos em situação irregular na Via Dutra.

FICHA LIMPA FARÁ PT PERDER TRÊS DEPUTADOS

Na Câmara dos Deputados, o PT será o principal prejudicado pela decisão do Supremo Tribunal Federal de tornar inválida a Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2010, segundo cálculos feitos pelo Estado. Os petistas Luci Choinaki (SC), Professora Marcivânia (AP) e Ságuas Moraes (MT) devem ser substituídos, respectivamente, por João Alberto Pizzolatti (PP-SC), Janete Capiberibe (PSB-AP) e Nilson Aparecido Leitão (PSDB-MT). Esses três, assim como outros candidatos que haviam sido considerados “fichas-sujas” por conta de condenações judiciais, concorreram nas eleições passadas graças a recursos apresentados à Justiça Eleitoral, mas os votos que receberam foram invalidados na contagem oficial. Com a decisão do STF, os votos passam a valer, o que, em vários estados, provoca mudanças no quociente eleitoral - número com base no qual são divididas as vagas entre os diferentes partidos e coligações. Além de dar vagas a três novos parlamentares, o STF vai garantir o mandato de candidatos considerados “fichas-suja” que já haviam sido empossados na Câmara graças a recursos na Justiça e decisões liminares. Entre eles estão Pedro Henry (PP-MT), José Augusto Maia (PTB-PE), Natan Donadon (PMDB-RO) e Manoel Salviano (PSDB-CE).

PRESIDENTE DO TSE DEFENDE CONSULTA POPULAR SOBRE REFORMA POLÍTICA

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, defendeu nesta sexta-feira (25) que um projeto de reforma política seja submetido a referendo ou plebiscito. Atualmente, duas comissões no Congresso – na Câmara e no Senado – discutem propostas para um futuro projeto de reforma. “A reforma política é de responsabilidade do Congresso, mas seria desejável que passasse pelo crivo de uma consulta popular. Ou um referendo ou um plebiscito. Em menos de uma hora teríamos o resultado”, afirmou durante evento na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília. Lewandowski também disse esperar que a Lei da Ficha Limpa, que teve sua validade nas eleições de 2010 anulada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), seja mantida “no seu espírito”. “Minha expectativa é que ela seja considerada constitucional. É uma lei benéfica, que contribuiu para a moralização, é uma lei que já entrou no imaginário popular”, disse, durante evento nesta noite na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília. O ministro voltou a afirmar que a lei pode ainda passar por novas interpretações. “A lei não está imune a futura regulamentação. O tribunal apenas decidiu que ela não vale para 2010. Todo o restante está em aberto”, disse. As informações são do G1.

PRESIDENTE DO CMS REBATE SECRETÁRIO

A tentativa do secretário de Saúde de Itabuna, Geraldo Majela, de colocar a presidente do Conselho Municipal do setor como responsável pela não volta da gestão plena foi rebatida por Maria das Graças Souza. “Não há boicote de nossa parte. O que há é bom senso. Querem a gestão dos recursos da alta e média complexidade sem antes resolver a rede básica, o atendimento nos postos de saúde,” lembrou Graça, repetindo o que tinha dito em entrevista ao A Região. Ela denuncia que o CMS vem sofrendo pressão da equipe do prefeito Azevedo para concordar com a volta da Plena de qualquer maneira, sem resolver os problemas que geraram sua perda. "Não entendo o que está por trás dessa atuação do secretário, que está em Itabuna há dois meses e quer fazer as coisas de qualquer jeito. Ele tentou convocar uma reunião para esta sexta, mas está errado, pois quem convoca é a plenária do conselho". O CMS vai fazer uma visita aos postos de saúde para ver as deficiências e sugerir soluções. Para Graça, a média e alta complexidade só podem ser geridas pela prefeitura quando ela resolver a rede básica. (A Região).

DIREC-7 NÃO PAGA HÁ SEIS MESES

Um cidadão que presta serviços a Direc-7, em Itabuna, ligou hoje (26), às 11 horas, para o programa do radialista Roberto de Souza, Rádio Jornal queixando-se que há seis meses não recebe o seu pagamento. Revoltado, disse que já não sabe mais o que fazer para quitar os seus compromissos financeiros. A Direc-7 em Itabuna é um órgão dirigido pela petista Miralva Motinho. O cidadão, ainda informou que na situação dele existem diversos outros prestadores de serviços. Esse blog apurou que a maioria desse pessoal que tem seis meses sem receber salários foi indicação do deputado federal Geraldo Simões. (www.expressaounica.blogspot.com).

25 de março de 2011

ENERGIA É CORTADA DE DELEGACIAS NO INTERIOR DA BAHIA

Unidades das polícias Civil e Militar no interior do estado ficaram sem energia durante algumas horas nesta sexta-feira (24). Segundo a Assessoria de Comunicação da Secretaria da Segurança Pública (SSP), o fornecimento já foi restabelecido, após reunião com a Coelba. A causa da interrupção foi o atraso no pagamento das contas. Ao “Acorda Cidade”, a gestora de atendimento da Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), Conceição Aranha, disse que a SSP deve R$ 2 milhões em contas atrasadas. Em Brumado, segundo o “Brumado Notícias” a 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) tem quatro meses de contas atrasadas. A segunda maior da cidade do estado, Feira de Santana, também foi prejudicada – a 2ª Delegacia e a Delegacia Especializada no Combate ao Roubo de Cargas tiveram a luz cortada por volta das 4h da manhã. Feira também teria quatro meses de débito, ultrapassando os R$ 50 mil. A SSP disse que houve um problema no sistema, que não detectou as contas em aberto. Em nota, também foi informado que o subsecretário da Segurança Pública, Ary Pereira de Oliveira, se reuniu com representantes da Coelba na sede da Polícia Civil (Piedade) para tomar as providências necessárias e que “o incidente não volte a ocorrer”.

PREFEITO DE ILHÉUS TEM CONTAS REJEITADAS

O Tribunal de Contas dos Municípios só aceitou parte do pedido de reconsideração das contas da Prefeitura de Ilhéus, do prefeito Newton Lima Silva, relativas a 2009. O relator Paolo Marconi acatou o recurso apenas para modificar trechos da decisão. Mas manteve a rejeição das contas, o envio de representação ao Ministério Público contra Newton e a multa de R$ 32.153. A rejeição foi por causa do descumprimento da Lei Federal 8.666/93, pelo terceiro ano seguindo (já tinha descumprido em 2007 e 2008). Houve problemas em despesas de R$ 1.989.862, sendo R$ 1.888.870 por ausência de licitação em casos nos quais a lei exige, e fragmentação de despesa de R$ 100.992 para fugir da licitação, além da reincidência em diversas irregularidades. No pedido de reconsideração, o prefeito comprovou a realização de licitações de R$ 143.987, restando o pagamento de despesa, em desacordo com a lei, de R$ 1.818.206, sendo R$ 1.717.214 por ausência de licitação e R$ 100.992 por fragmentação. Em relação à contratação de pessoal sem concurso público, o prefeito alega que isso aconteceu para suprir deficiências do quadro de pessoal na saúde e educação. E que as contratações ocorreram em situações excepcionais, visando o interesse público. Para o TCM, isso não é suficiente para descaracterizar a irregularidade. Quanto à divergência das receitas orçamentárias, de R$ 162.653.398 escriturados na demonstração das variações patrimoniais e os R$ 162.635.398 contabilizados nos anexos legais, não procedem as alegações do gestor. Newton afirmou que teria ocorrido erro na análise realizada pela relatoria, porque se amparou em nova demonstração das variações patrimoniais de R$ 162.635.398, que não corresponde ao documento original na prestação de contas.