30 de novembro de 2012

O BRASIL, PARA EVOLUIR, TEM QUE INVESTIR BASTANTE EM EDUCAÇÃO



O Professor tem uma das profissões mais antigas do mundo. Ele é fundamental para a sociedade, mas, infelizmente, ainda não têm sua extrema importância reconhecida. Não existe atividade mais nobre do que ensinar, afinal, a educação é a base de tudo em nossas vidas. E quem nos transmite suas experiências e conhecimentos, desde cedo, são os professores. Embora não pensemos a respeito, estes profissionais se constituem nos primeiros ídolos de todos nós, ao lado, evidentemente, de nossos pais. Por meio de sua arte, eles nos apresentam os ensinamentos primordiais para nossa formação intelectual, cívica e moral. Portanto, transformam-se em fator de grande importância para o desenvolvimento da Nação. É necessário que sejam realizados maciços investimentos na formação de professores e, ao mesmo tempo, melhorar suas condições de trabalho, além da remuneração, fazendo com que a carreira seja mais atrativa. Conforme o Ministério da Educação, o piso salarial nacional dos professores é de R$ 1.451,00 para 40 horas semanais. Enquanto isso, o salário de um professor primário na Europa é de 1,5 mil euros e, nos Estados Unidos, mil dólares por semana. A Coreia do Sul é um caso exemplar. Aquele país que nos anos 50 era eminentemente uma economia agrária – que enfrentou uma guerra com o fim da colonização japonesa, tinha apenas 22% de sua população alfabetizada – passou os últimos 40 anos investindo firmemente na educação e se tornou uma potência mundial. Hoje, conta com índice superior a 98% de alfabetização e seus professores são profissionais de nível superior muito bem remunerados. O Brasil, para se nivelar aos países desenvolvidos, tem que, de imediato, investir solidamente na educação, adotar a escola de tempo integral, matriculando todas as crianças, formando novos professores, reciclando e renumerando condignamente todos esses importantes profissionais. Afinal de contas, eles são os responsáveis pela formação dos cidadãos para a Nação.

29 de novembro de 2012

GERALDO E BISPO MARINHO PREJUDICAM ITABUNA



Itabuna ficou de fora das emendas de bancada ao orçamento de 2013 do Governo Federal por divergência entre os deputados Márcio Marinho (PRB) e Geraldo Simões (PT). Enquanto um queria recursos para infraestrutura o outro defendia a retomada das obras do Centro de Convenções, que é responsabilidade do Governo do Estado. O resultado deixou indignado o deputado estadual Augusto Castro, que estava em Brasília com os prefeitos eleitos de Curaçá, Carlos Brandão, e de Itajuípe, Gilka Badoró, em busca de recursos para estes e outros municípios, a exemplo de Aurelino Leal. “Não podemos deixar que as divergências políticas prejudiquem o nosso município. Itabuna perdeu pelo menos R$ 50 milhões”, argumenta Augusto Castro. O deputado Augusto Castro e os membros da Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa participarão, hoje (29) das comemorações dos 100 anos da Associação Comercial de Ilhéus. Eles querem aproveitar a presença do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, para saber detalhes sobre as obras de duplicação da BR 415, rodovia que liga Ilhéus e Itabuna. Castro já havia requerido da Comissão que convidasse o superintendente do DNIT para dar informações sobre a obra, cujo projeto vem se arrastando há anos em prejuízo das comunidades dos dois municípios que precisam trafegar pela rodovia. Desde que assumiu seu mandato o deputado Augusto Castro cobra a execução dessa obra, que contribuirá para maior fluidez do tráfego e diminuirá os riscos de acidentes, que no momento ocorrem com muita frequência.

RÉGIS CRITICA POSTURA DE PETISTAS NA VOTAÇÃO ROYALTIES



O líder do PR/PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Sandro Régis, utilizou a tribuna da Casa, para chamar a atenção sobre a importância da redistribuição dos royalties do petróleo para a região nordeste, e criticou os deputados federais petistas, como Geraldo Simões, que votaram contra o Projeto. "Mais uma vez, ao invés de ficarem a favor da Bahia, os deputados governistas ficaram a favor do PT e contra o nosso Estado. A questão dos royalties é questão de sobrevivência para que os nossos municípios venham ter a reparação da perca de receita, e é inadmissível que deputados baianos que estão no Congresso para representar o povo, votem contra essa proposta", disse Régis.

O COMÉRCIO RESSENTE DOS CONSTANTES ARROMBAMENTOS NA CIDADE



Quando o assunto é violência há um leque de opções. O arrombamento de estabelecimentos comerciais, que aumenta a cada dia, está entre os principais. Essa prática vem tirando o sono de empresários do comércio e trazendo à tona que crimes contra este segmento tornam-se cada vez mais visados. Mas esse problema vai além de tirar o sono de empresários. Os prejuízos não se resumem ao valor das mercadorias roubadas. Diante deste cenário inseguro, os donos de lojas acabam tendo um alto custo, muito maior do que o necessário, buscando medidas preventivas de gerenciamento para este tipo de crime. O aumento de gastos, por sua vez, traz consequências que afetam direta ou indiretamente os clientes. Os preços de mercadorias aumentam e, muitas vezes, são repassados ao consumidor final. Ao mesmo passo que quadrilhas são desfeitas, lojistas continuam sendo vítimas e saindo prejudicados. A polícia que, teoricamente, deveria evitar ações deste tipo, não possui uma demanda suficiente para a prevenção. Considerando que esses crimes acontecem, não somente no centro da cidade, mas também nos tantos bairros pelo município afora, as dificuldades são ainda maiores. Diante dessa situação, uma vez que não temos segurança para todos, é preciso que se faça mais em prol do combate a esta pratica criminosa, tanto por parte dos empresários com a realização do boletim de ocorrência, das entidades representativas do setor cobrando urgência e providências dos órgãos de segurança, quanto da polícia que, além do papel de identificar os interceptores, deve prender os responsáveis pelos crimes e aqueles que revendem a mercadoria roubada. Somente desenvolvendo um trabalho conjunto entre empresários, entidades do comércio e polícia, é que os números de práticas danosas à sociedade diminuirão. Os empresários e entidades já estão fazendo a sua parte.



INSCRIÇÕES ABERTAS PARA CURSOS DO PROJETO CIDADANIA JÁ DE ITABUNA



Uma oportunidade que não se vê todos os dias, e por isso deve ser agarrada. A oportunidade única é oferecida pelo Projeto Cidadania Já de Itabuna com cursos profissionalizantes totalmente gratuitos. E que dessa vez, esta situado no bairro Sarinha no Centro Social Urbano. O trabalho social foi criado pelo Deputado Estadual José de Arimatéia (PRB) e abrange diversas cidades na Bahia. E em Itabuna, o Projeto Cidadania Já marcou a vida profissional de muitas pessoas. Segundo o levantamento feito pelo coordenador do Projeto em Itabuna, Denilton Santos, mais de 4 mil pessoas já foram encaminhadas para o mercado de trabalho. Para obter maiores informações ligue agora para o (73) 8819-1944. Com vagas limitadas para o curso de informática! Apoio: Deputado José de Arimatéia e o vereador eleito Pastor Francisco.