30 de novembro de 2013

O BRASIL POSSUI O DOBRO DE DESERDADOS EM NÚMEROS DE HABITANTES DO URUGUAY E JAMAICA

O Brasil possui  quantidade de desempregados superior as populações inteiras de Estados como Pernambuco, ou Ceará e o dobro dos habitantes de países como Uruguay e Jamaica, juntos. É o que revela a Síntese de Indicadores Sociais 2013 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com dados de 2012. Um em cada cinco brasileiros (19,6%) de 15 a 29 anos faz parte da "geração nem nem" (nem estuda nem trabalha). Na população de 18 a 24 anos, os que não frequentam a escola nem estão no mercado de trabalho chegam a quase um quarto (23,4%), ou 5,2 milhões de jovens. Segundo a pesquisadora do IBGE Ana Saboia, coordenadora da Síntese, os dados não permitem apontar as razões para número tão significativo da "geração nem nem", mas, com relação às mulheres, a necessidade de cuidar dos filhos é fator determinante. Já a proporção de 15 a 29 anos que não vai à escola e não tem emprego se mantém estável, com pequena redução nos últimos dez anos: em 2002, eram 20,2% da população nesta faixa etária. Na faixa dos 18 a 24 anos, porém, houve pequeno aumento na proporção dos "nem nem", que passaram de 22,9% para 23,4%. É preocupante saber que uma população de 9,6 milhões de jovens, formada principalmente por mulheres, muitas delas com filhos, não estuda nem trabalha no Brasil. E nenhum país que pretende se desenvolver, pode permanecer com esta realidade dramática de quase um quinto do seu povo de braços cruzados e com perspectivas mínimas de inserção no mercado de trabalho.

29 de novembro de 2013

RUY DENUNCIA SUJEIRA DOS VEREADORES DE ITABUNA

Os treze vereadores de Itabuna que viajaram para Brasília, sob pretexto de participarem da Marcha dos Vereadores e pressionarem a presidenta Dilma Rousseff, com objetivo de assegurarem autonomia plena do Poder Legislativo, reagiram as criticas que estão recebendo da imprensa e da maioria da população itabunense, com o anuncio de que estiveram no Ministério da Educação, onde conseguiram a liberação de uma verba de R$ 1,800.00 (1 milhão e oitocentos), para pagamento da primeira parcela da construção de três creches nos bairros Santa Clara, Califórnia e Emanuel Leão. Até afirmam que “O dinheiro já foi depositado na conta da prefeitura, e corresponde a 25% do projeto”. Os vereadores não contaram com o fato do povo ter conhecimento da burocracia morosa, que faz este procedimento de liberação de verbas federais, durar tempo bastante superior ao anunciado e assim ficar caracterizado, que não é verdadeira a informação. O álibi é estapafúrdio. Nem deputados federais e senadores conseguem a proeza de conseguirem liberação de recursos da União, com tempo tão extraordinariamnete abreviado. Não há justificativa para treze vereadores se ausentarem da cidade e consequentemente paralizarem o Poder Legislativo. As criticas mais intransigentes partem, pasmem, do vereador Ruy Machado (PTB), que afirma a desnecessidade desta viagem, pois a ida dos vereadores a Brasília não trará nenhum benefício para Itabuna e denuncia que seus colegas de Câmara foram fazer turismo em Brasília. Ruy também enfatizou que “votei contra essa pouca vergonha, que não vai custar menos de cem mil reais aos cofres públicos. Até este momento, nenhum vereador contestou as denuncias de Ruy Porquinho. E “quem cala, concente”!

DEUS NÃO PODE SER CULPADO PELO DRAMA DAS CHUVAS EM ITABUNA

As águas castigam Itabuna e faz emergir de suas profundezas, correntezas e tristezas, uma enchente de dificuldades e dores em centenas de lares! Nestes dias, vendo a catástrofe natural das chuvas que não cessam, me sinto de alguma forma, envergonhado em ser brasileiro; me sinto realmente triste… Outros desastres causados por enchentes, também foram destruidores em outros locais, mas aqui a gente vive e testemunha de perto os dramas dos desabrigados. É diante de nós que se evidência a falta de planejamento urbano e de respeito com as pessoas! Precisamos de urbanização, de respeito, de atenção e de civilidade. Impedir a chuva de cair é impossível, mas gerar condições físicas nas cidades, para que ela não cause catástrofes, poderia existir caso o Brasil não fosse um país tão desequilibrado socialmente e corrupto.  A chuva poderia causar enchentes, levar casas e causar desastres inevitáveis, assim como acontece em vários outros lugares pelo mundo; se as pessoas houvessem sido avisadas do real perigo que corriam, e existisse estrutura para acomodação destas pessoas, não teria sido tão horrenda a situação de enchentes em Itabuna e em outras várias localidades pelo Brasil. Em uma perspectiva mais acusadora, acho que isso poderia ter sido evitado, há anos atrás quando o governo permitiu e gerou a necessidade da formações de favelas e construções em áreas de risco, além da falta de planejamento adequando das cidades. Eu queria poder ser capaz de doar mais do que “coisas” a estas pessoas que perderam tudo, ou quase tudo… gostaria de poder doar dignidade… (no sentido de doar uma vida digna como elas merecem, com o respeito e condições urbanas que todos deveriam ter, seja na favela, seja no “asfalto”) Mas eu queria muito poder doar também, amor; consciência; respeito; generosidade e humildade, à estes políticos de “merda” que não fazem nada do que é da obrigação deles; não fazem nada positivo pela sociedade e só beneficiam a sí próprios. Quanto nojo me dá! Tenho ficado muito triste ao ver o desespero de tanta gente que perdeu casa e móveis, nas águas das enchentes. Um horror! Acho que as vezes, a tal da esperança se torna literalmente, nada mais do que uma simples esperança… as pessoas esperam… esperam… e esperam, por uma vida melhor… e só não recebem o que lhes é de direito, por causa destes políticos calhordas, que estão deixando as pessoas literalmente se afundarem!

SANTOS E PROFANOS EMERGEM DAS DORES DA CHUVA

Apesar de ver tanta solidariedade entre as pessoas de bem em momentos tão duros, acho que falta muita consciência social, para que todos nós sejamos solidários em todos os momentos, e não apenas em dias de catástrofes. Já estamos vivendo em um tipo de “catástrofe social” já faz muito tempo! As pessoas menos favorecidas, não conseguem compreender os motivos pelos quais estão vivendo a margem da sociedade, não conseguem ver que estão sendo vítimas da falta mais genuína de solidariedade que há: a desigualdade social! A desigualdade social, é a mesma que permite e cria favelas; crianças famintas; ladrões pelas ruas, etc. O desequilíbrio social no Brasil,  permite que os governos Municipais; Estaduais e Federais, roubem nosso dinheiro e direitos, sem que sofram punições, e o pior é que eles não atuam sozinhos, pois nós os delegamos”poderes” e não somos suficientemente educados, para percebermos as verdadeiras consequências de nossas eleições. Um ciclo vicioso que já perdura por anos e anos nesta pátria. Acho estranho quando ouço algumas pessoas se gabando ao dizerem: “o povo brasileiro é muito solidário”! Ouví inúmeras vezes esta frase “pronta”, nestes últimos dias em que as enchentes estão judiando centenas de pessoas em Itabuna. É como se isso fosse algum tipo de favor ou de condição especial, que só algumas “almas iluminadas” fossem capazes de fazer. Algum tipo de ação angelical, que algumas pessoas fazem quando doam  comida, roupas, ou oferecem seus trabalhos fisicamente, para ajudarem outros semelhantes em momentos catastróficos. O interessante disso tudo, é que poucas são as pessoas verdadeiramente solidárias que trazem em si, o sentimento intrínseco de ajudar, e não somente ajudam emergencialmente em situações calamitosas, mas também ajudam no fator principal; na prevenção de diversos fatores prejudiciais e no auxílio a expansão da conscientização social e individual de várias pessoas, sem esperarem nada em troca; sem esperarem retribuições ou reconhecimento. As pessoas realmente solidárias, se  enchem de esperança, acreditam e fazem tudo aos seus alcances, para que tudo seja melhor. Parabéns a todas as pessoas verdadeiramente solidárias e conscientes, que atuam longe dos microfones e câmeras de filmagem, longe dos jornais e longe do brilho de ser “solidário” (diante de outras pessoas) em momentos “difíceis”! É claro que neste momento, centenas de pessoas essencialmente solidárias, estão trabalhando arduamente para ajudarem as vítimas das enchentes, mas isso não dá o direito as outras milhares de pessoas, usufruírem dos “méritos” de ser “solidário” e se nomearem solidários, só porque são brasileiros. Isto é assustador, viver em um país com tantas desigualdades e se julgar um povo solidário. Por mais que muita gente seja solidária… é notório que solidariedade é um dos pontos mais fracos no Brasil. Confundir doações de roupas, ou a famosa “caridade” em forma de doações de coisas que alguém não precisa mais a quem não tem nada, não pode ser solidariedade! Agora; dividir riqueza, fartura, direitos e amor verdadeiro, é sim, a parte verdadeira da solidariedade; antes que seja gerada a miséria, a carência e a diferença, a solidariedade deve agir, para garantir a todos, condições se não iguais, pelo menos parecidas. Quero ver quantas pessoas se entregarão ao brilho no próximo carnaval… e se esquecerão de todas as vítimas das chuvas. Inclusive todos os canais de televisão que neste exato momento, exploram violentamente as condições de quem sofre, para trazer benefício próprio. Com o profundo desejo de um mundo melhor para todos nós, espero que nosso nível de consciência social e individual progrida felizmente!

JUSTIÇA ACABA COM REGALIAS DE PETISTAS NA PRISÃO

A Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal determinou nesta quinta-feira o fim dos privilégios que os condenados no escândalo do mensalão mantinham no presídio da Papuda, em Brasília. Os mensaleiros recebiam visitas em dias e horários mais flexíveis que os demais detentos. Deputados e senadores chegaram a realizar verdadeiras caravanas para visitar o trio petista José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares na prisão. De acordo com a VEP, juízes detectaram que esses benefícios estavam causando “instabilidade” e “insatisfação” na população carcerária. Para os magistrados, os mensaleiros não podem ter regalias. “É justamente a crença dos presos nesta postura isonômica por parte da Justiça que mantém a estabilidade do precário sistema carcerário local. Essa quebra encontraria justificativa apenas se fosse possível aceitar a existência de dois grupos de seres humanos: um digno de sofrer e passar por todas as agruras do cárcere e, outro, o qual dever ser preservados de tais efeitos negativos, o que, evidentemente, não é legítimo admitir”, diz a decisão. Conforme decisão da VEP, a vigilância deve ser intensificada nos arredores do Complexo Penitenciário da Papuda para garantir a segurança da área. Também nesta quinta-feira, a VEP determinou a imediata transferência da ex-funcionária de Marcos Valério, Simone Vasconcelos, e da banqueira Kátia Rabello para Penitenciária Feminina do DF, na cidade do Gama. Atualmente elas estão no 19º Batalhão da Polícia Militar, dentro da própria Papuda.

28 de novembro de 2013

O PT SE BENEFICIA DA INÉRCIA DA OPOSIÇÃO


O Brasil inteiro atento aos acontecimentos casuístas a que o PT tenta submeter as sentenças do STF contra seus bandidos do colarinho branco e nenhum partido de oposição atuando para realizar manifestações públicas, protestando contra o achincalhe petista sobre o Ministro Joaquim Barbosa e exigindo que a lei seja aplicada no rigor da igualdade para todos. Paradoxalmente, o que existe é o grito raivoso e tresloucado de militantes-pelegos idiotas, que ousam expressar solidariedade aos marginais petistas. O PT está acuado pela Justiça e pela indignação popular contra a corrupção e a impunidade, enquanto DEM e o PSDB estão inertes. É fácil imaginar o pandemônio que seria caso os presos fossem tucanos ou Democratas e os petistas não estivessem no Poder. Todos os dias aconteceriam atos públicos, caminhadas, manifestações, paralisações, xingamentos, vandalismo e tudo quanto é protesto contra regalias em prisões para políticos presos; empreguismo para facilitar liberdade para corruptos encarcerados e Joaquim Barbosa seria endeusado e festejado como referência da moralidade e guardião da Justiça. Para agravar a situação de vulnerabilidade, muitos brasileiros se deixam ludibriar por propaganda enganosa, programas assistencialistas e preferem assistir novelas, reality shows, futebol e o resto que se dane. O resto somos nós, a maioria do vilipendiado povo brasileiro!

27 de novembro de 2013

GEDDEL LIDERA PESQUISA PARA GOVERNO DA BAHIA

A cada pesquisa anunciada, aumenta o ânimo das oposições na disputa para o governo baiano em 2014. Segundo a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, os números mais recentes são do instituto que pertence ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo (PDT). Os oposicionistas emplacam os dois primeiros nomes, sendo que a liderança agora é do ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), com 21% das intenções de voto. Em seguida está o ex-governador Paulo Souto (DEM), com 19%. Na terceira posição aparece a senadora Lídice da Mata a (PSB), pontuando com 12%. Abaixo dos 10% aparecem Marcelo Nilo (PDT), 6%; Rui Costa (PT), 5% e Otto Alencar (PSD), 2%. Quando o nome do PT é o senador Walter Pinheiro, ele aparece com 9%. SITUAÇÃO DIFÍCIL - É mais um cenário em que os nomes do time do governador Jaques Wagner (PT), agora sem Lídice, só aparecem nas últimas posições. O Partido dos Trabalhadores terá que se desdobrar para mudar a situação, correndo contra o tempo e a baixa popularidade dos seus nomes. Líder do processo, Wagner está com a tarefa de convencer o próprio partido de que o seu preferido, Rui Costa, tem condições de virar o jogo, mesmo que o nome do senador Pinheiro apareça sempre melhor colocado nas pesquisas. (HTTP://valcabral.blogspot.com.br/).

ACUSADOS DE ASSALTAR ESPOSA DE SECRETÁRIO SÃO PRESOS

Os assaltantes Tiago dos Anjos de Santana, de 21 anos, e Edna Lima Lobo, 22, foram presos, nesta quarta-feira, 27, após tentarem levar o celular de Aline Peixoto, mulher do secretário da Casa Civil, Rui Costa, enquanto caminhava na região do Clube Espanhol, em Ondina. De acordo com a polícia, os dois foram presos, por volta de 11h, por uma guarnição da 12ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). Os policiais chegaram à dupla momentos depois de serem acionados por Aline, que informou sobre a tentativa de roubo, apontando para onde os dois teriam corrido depois de reagir à abordagem dos ladrões. Interrogado pelo delegado Augusto César Eustáquio, do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), Tiago assumiu ter atacado a mulher, confirmando já ter passagens pela polícia por roubo. Já Edna negou participação no crime ou que tivesse passagens. Por estarem sem documentos, ambos serão submetidos a exames de identificação criminal, no Departamento de Polícia Técnica (DPT), e depois serão conduzidos ao Núcleo Prisão de Flagrante, no complexo da Mata Escura. 

LÚCIO VIEIRA IRONIZA APOIO DO PT AO PMDB

O deputado federal Lúcio Vieira Lima, liderança do PMDB baiano, rebateu ontem as declarações do presidente estadual do PT, Jonas Paulo, ao desafiar o representante do partido a rejeitar o apoio dos governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB) e do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2014. Lúcio considerou que não faz sentido o PT querer apoio dos gestores peemedebistas já que fazem críticas às suas administrações estaduais. “Estou aguardando a posição dele, pois já que está achando ruins os governos do Rio de Janeiro e do Mato Grosso do Sul, então que não queiram o apoio. Se o governo do Rio é ruim por que o PT ainda continua com os cargos lá, pois o PMDB da Bahia, quando verificou que o governo estadual não estava bem, entregou os cargos, diferente do PT no governo do ex-prefeito de Salvador João Henrique e agora no governo de Sérgio Cabral?”, cutucou. O contra-ataque foi em resposta às afirmações de Jonas, que rechaçou as críticas do presidente do PMDB, Geddel Vieira Lima.  

PM ACUSADO DE ASSALTO A BANCO MORRE EM TIROTEIO

Uma quadrilha acusada de assaltos a banco começou a ser desarticulada na tarde de terça-feira (26), em um sítio na zona rural de Castro Alves, que foi cercado pela polícia. O bando tem dez homens. Durante a fuga, houve troca de tiros com policiais e quatro suspeitos foram mortos, entre eles o policial militar Irineu Santos, 45 anos, locado na PM de Feira de Santana. Também morreram Antônio Gomes Santiago, 52 anos, e João Carlos de Oliveira Damasceno, 44 anos. Um quarto envolvido morto ainda não foi identificado. Os baleados foram encaminhados para um hospital em Castro Alves, mas morreram no local. Os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica de Santo Antônio de Jesus para autópsia. Nenhum policial foi ferido na ação. Outros seis suspeitos fugiram por um matagal. De acordo com o coordenador da 4ª Coorpin, Paulo Roberto Guimarães, após denúncias de que uma quadrilha estava escondida no sítio, um efetivo de duas equipes compostas por 12 policias da Coorpin de Santos Antônio de Jesus, três policias do Serviço Reservado da Policia Militar de Santos de Antônio de Jesus (CME). dois policias do grupamento da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e o delegado Adilson Freitas de Castro Alves se dirigiram para ação no local.  Além dos acusados, foram encontrados um mapa feito à mão com a localização da agência do Banco do Brasil de Castro Alves, da delegacia e saídas da cidade. Também foram apreendidas na ação duas espingardas, de calibres 12 e 20, uma pistola ponto 40, um revólver calibre 38, três carregadores, munições, capuzes, binóculos, além de uma pequena quantidade de maconha. Ainda no local, policiais encontraram uma picape Hilux, de cor preta, que pertencia ao policial Irineu Santos, morto no local. O veículo foi encaminhado para perícia. Policiais da 4ª Coorpin, o Grupo Avançado de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras (Garcif), de Feira de Santana continuam em diligência na procura dos fugitivos e na investigação o caso. O Grupo Especial de Roubo a Banco de Feira de Santana, investigava a ligação de Irineu com um roubo a banco, por este ter ligação com grupo de assaltantes  vindos de São Paulo e Minas Gerais. O líder desta quadrilha, Deassis Oliveira, foi preso há 5 meses em Castro Alves com quatro bananas de dinamites.

CAPITÃO FÁBIO E A DESCULPA ESFARRAPADA DO ANO



Muita gente aproveitou o final de semana passado para se divertir. E o capitão Fábio talvez tenha sido quem mais conseguiu fazer as pessoas darem gargalhadas intermináveis neste período. Ele não fez isso com palhaçada, ou contando piadas. Nem tão pouco recorreu a temas espirituosos, para fazer pessoas rirem. Muito pelo contrário. Ele falou de câncer. Argumentou que houvera desistido da candidatura de prefeiturável em 2008, para apoiar Juçara Feitosa, porque estava acometido de câncer. Sua surpreendente desistência ocorreu dois dias antes do dia das eleições. Portanto, não havia mais campanha e seis dias antes dessa desastrosa decisão, ele havia denunciado, que alguém tinha feito uma proposta milionária para ele abdicar da candidatura. Com este enredo, é óbvio que a alegação da doença jamais convenceria pessoas de bom senso e discernimento. O fato é que Capitão Fábio perdeu uma excepcional oportunidade de ficar calado. Sua argumentação é estapafúrdia e não o libertará do estigma a que sua desistência o submeteu. Não convenceu e se perdeu na falta de humildade e sinceridade de reconhecer que cometeu um erro grave e que se arrependeu a ponto de se desculpar e pedir oportunidade para se redimir! Errar é humanidade, permanecer no erro é estupidez!

26 de novembro de 2013

MENSALEIROS DO PT SÃO CLEPTOMANÍACOS

Apesar de sempre causar muita curiosidade, cleptomania é uma doença pouco estudada, mal compreendida e cercada de preconceitos. Recentemente em nosso meio ela vem recebendo atenção e despertando a curiosidade da população por causa das prisões dos mensaleiros do PT. José Dirceu e seus 40 comparsas do PT, não se consideram ladrões. Mas existem provas de que eles roubaram dinheiro público. E por isso foram processados, condenados e presos. Portanto, são ladrões, ou algo que o equivalha. Se eles fossem ladrões negros e pobres, seriam espancados, torturados, humilhados e só depois presos, processados e condenados. Mas são brancos, milionários, poderosos e influentes. Consequentemente, não podem ser chamados de ladrões. Mas, repito, existem provas de que eles roubaram dinheiro público. E por isso foram processados, condenados e presos. Não foram espancados, torturados, humilhados, para depois terem sido processados, condenados e presos. E mesmo assim não querem ser chamados de ladrões. PETISTAS NÃO SÃO SANTOS E NEM PROFANOS - Então de que poderemos chamá-los? Chamaremos José Dirceu e seus 40 comparsas de cleptomaníacos! Em psiquiatria, Cleptomania é classificada como um transtorno, uma falha em resistir ao impulso de furtar. O cleptomaníaco em geral não sabe explicar por que o impulso aflorou no instante de furtar. Portanto, suas motivações não são conscientes. Isto explica a recusa deles em serem chamados de ladrões. E por este fato não mais o chamaremos de ladrões e sim de cleptomaníacos. 

BUERAREMA PODE PROSPERAR COM ÍNDIOS FALSOS


Na sequência das preocupantes invasões e ocupações de fazendas, ocorridas nos últimos meses, começa a receber o devido destaque na imprensa nacional, ocorrências policiais, obstruções de rodovias e ameaças constantes de agravamento do conflito. No contexto da contenda, há contestações sobre demarcações de terras indígenas feitas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) no sul da Bahia, nas quais, simplesmente, não havia populações índias. E a Polícia Federal anunciou que um conhecido “líder indígena” sequer é índio. Há incêndios, espancamentos, homicídios, roubos e a Força Nacional tem se revela fraca para solucionar o problema. A área em questão é situada na região sul do estado, entre os municípios de Una e Buerarema, que tem sido palco de intensas disputas entre indígenas e fazendeiros, e onde surgiram numerosas denúncias de invasão de falsos índios e onde a violência tem ocorrido sistematicamente. O QUE FAZER ENTÃO? - Os estudos genéticos revelam, que mais de 50 milhões de brasileiros brancos, têm ascendência indígena. Mas, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa” e no Brasil, somente em Buerarema, existem índios negros, brancos, loiros, sararás e até rastafáris. Portanto e paradoxalmente, talvez exista neste fato, uma alternativa para se apaziguar índios e agricultores no sul da Bahia. Para tanto, a sugestão é a conivência harmoniosa entre as partes litigiosas, através da exploração comercial de interesses mútuos. Índios e fazendeiros desistiram de seus interesses agrícolas e de posses rurais e compartilhariam os dividendos oriundos do turismo, cujo apelo maior, seria a propaganda da existência de índios negros, brancos, loiros, sararás e até rastafáris em Buerarema. Seriam milhares de turistas vindos de toda parte do país e do exterior, com interesse em fotografar e conversar com estas espécies raras na antropologia brasileira. Assim a cidade irá prosperar com filhos e netos de índios e fazendeiros podendo desfrutar de melhores condições de ensino e profissionalização, com consequência facilidade de inserção no mercado de trabalho. E trabalhadores rurais seriam contratados por índios e fazendeiros, que fariam as fazendas voltarem a produzir cacau, preservar a mata atlântica e sua biodiversidade. O comércio seria revitalizado. A prefeitura ganharia mais impostos. Acabaria a insegurança e os jovens teriam perspectivas de futuro promissor. E todos serão felizes para sempre! 

A TENTATIVA DOS BANDIDOS EM INCITAR O POVO CONTRA O STF NÃO VINGOU

Quando Zé Dirceu e Zé Genoino ergueram os punhos alardeando estar se praticando ali uma imensa injustiça e uma prisão política, estavam apenas mandando um recado para a militância petista? Usando o desgastado discurso de inocência, ou algo mais? Os presos petistas tentaram provocar uma onda nacional de protestos contra a decisão do Ministro Joaquim Barbosa e submeter o Supremo Tribunal federal-STF à condição de achincalhe e desgaste. Também tentaram se colocar como vítimas de perseguição política. Duvidaram da capacidade intelectual do povo brasileiro e imaginaram que podiam ludibriar uma nação. Deram com os burros nágua! Os punhos cerrados de Zé Dirceu e Genoino, na manipulação da ilusão e do desejo dos seus seguidores, escondem a intenção de desmoralizar uma das principais instituições da democracia, o Judiciário, que, com todos os seus defeitos e vícios, viveu no episódio do mensalão um momento de afirmação perante a sociedade, um salutar alinhamento com anseios coletivos em relação a um país mais sério e justo. Aqueles punhos cerrados, irresponsável gesto, são uma ameaça real à luta da sociedade para superar males tão fundamente fincados no seu cotidiano, entre os quais, a criminalidade e a impunidade. A chave para uma sociedade saudável, é a honestidade racional. Ilusões são ilusões; daí a questão: os engajados com Zé Dirceu e Genoíno são-lhes apenas cúmplices na preservação do poder a qualquer custo, ou vão além e compartilham-lhes também seu desprezo pelas instituições que sustentam a democracia?

INDEPENDÊNCIA DA MULHER PODE SER A CAUSA DO AUMENTO DE DIVÓRCIOS NO PAÍS



As conquistas alcançadas pela mulher nos últimos tempos podem ser um dos principais motivos para o aumento no número de divórcios no país, de acordo com a advogada da vara de família, Maria Bernadete Gonçalves. “Hoje em dia é muito difícil encontrar uma mulher que se submeta a um casamento infeliz por causa do sobrenome da família ou porque depende do marido”, afirma a especialista, que há mais de dez anos  se dedica ao assunto. De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2011, ocorreram 234.217 divórcios no Brasil. No mesmo período, 14.593 casamentos foram desfeitos na Bahia. Segundo a pesquisa, quatro anos é o período de maior volume divórcios. Em 2011 foram 12.941 separações. Os números superam a temida crise dos sete anos que registraram 11.599 no mesmo período. Na Bahia o tempo médio foi de quatro anos 722 casais e 658 separações que tinham sete anos de convivência. Mas, contrariando a teoria que quem descasa não que mais casar, o número de divorciados que se uniram novamente em nome do matrimônio também aumentou, principalmente entre os homens. Oficialmente, 131.911 deles trocaram alianças em 2011, contra 94.274 mulheres. A administradora Tatiana Paulo  divorciada há oito anos, já está preparando o enxoval para o segundo casamento. “Eu era muito nova quando casei pela primeira vez. Mas sempre acreditei que merecemos uma segunda chance para ser feliz. Agora vou reconstruir minha vida ao lado de uma pessoa maravilhosa, que me completa”, revela Tatiana. Tone Jefferson Alves e Laís Alves casaram com 23 e 18 anos respectivamente, e nem pensam em separação. Para manter o casamento há oito anos e meio, Tonne acredita que é preciso haver além do amor, respeito pelo outro. “É possível ter um casamento sólido sim, nos respeitamos e fazemos disso a base do nosso relacionamento. Somos jovens e temos muito o que aprender um com o outro. Essa consciência mútua nos fortalece todos os dias”, conta. (Maira Cortes).

25 de novembro de 2013

OU A GENTE ACABA COM ELES, OU ELES ACABAM COM A GENTE



Estamos caminhando para o ano das eleições presidenciais. Passados 10 anos sob o comando de um partido, vejo que chegou a hora de mudarmos. A rotatividade é o oxigênio da democracia, é ela que renova, que desacomoda, que faz o sistema acordar, sair da inércia, que reinventa a roda, que rompe a zona de conforto. A melhor forma de sempre remexermos a “terra” para que ela produza mais é promovendo esta renovação. Tudo bem que diante da situação atual a impressão que temos é que é tudo mesmice. E nos dá a impressão de não termos uma boa opção de mudança. Mesmo assim, ainda acredito que a melhor forma de mexer no sistema é promover uma reviravolta. O país cresce com as mudanças e vamos com a prática experimentando novas formas de se administrar a nação e de promover o desenvolvimento. Dez anos já foram mais do que suficientes para esse partido fazer a sua parte, daqui pra frente é somente desgaste. Ditado popular: “Vassoura nova varre melhor!”. Permitir a perpetuação no poder não é saudável para a nossa democracia. Na verdade, sou a favor de mudança geral, votar em gente nova, de preferência que nunca exerceu mandato algum, isso para deputados principalmente. Os últimos acontecimentos no país serviram pelo menos para criar esta perspectiva de renovação, oxigenação, repaginação. Devemos pensar em encerrar as reeleições, exigir esta mudança na reforma política. E deixar o sistema mais enxuto, mais dinâmico. As perspectivas do país a longo prazo são imensas e devemos acreditar nisso. Temos condições de nos tornarmos uma economia maior, e um dos caminhos é a renovação do sistema político. A mudança é a maneira que a população mostra ao político que quem detém o poder é ele, é a população! Esta lembrança deveria ser a tônica para o ano que vem! Retirando os “papas” da política, estaremos dando mostras de nossa força. Os movimentos sociais deste ano somente terão a função final com a mostra desta força nos votos. Seria um prazer imenso ver estes que aí estão em nossa política, “deitados em berço esplêndido”, serem “convidados” a sair da política pela força do voto. E eles que se virem para pagar seus compromissos financeiros de campanha...