31 de dezembro de 2013

ADEUS, ANO VELHO. FELIZ ANO NOVO!

Dentro de poucas horas, o ano de 2013 estará se despedindo de nós. Partindo com ele, seguem também projetos não realizados, conflitos acontecidos, fatos que deixaram marcas e inúmeras pessoas que partiram para a eternidade. O que mais impressionou aqui no Brasil foi o número de assassinatos acontecidos de forma perversa, principalmente em nossa querida Itabuna, por delinquentes psicopatas, drogados, deixando inúmeras famílias em desespero. Cada ano quando chega ao seu final dá-nos a impressão de que o povo paga um preço cada vez maior pelo simples fato de querer viver. Os governantes tem chegado sempre atrasados em encontros com a ética, com a justiça, com a educação e com a saúde, levando ao sofrimento milhões de pessoas. Feliz ano novo é o que desejo a todos vocês, caríssimos baianos. Vamos torcer para que, em meio de tantos encontros difíceis como eleições e Copa, possamos sair de todos eles contando vitórias e felizes, sem desgostos nem conflitos. Vamos recordar 2013 na sua despedida, lembrando que em nossa vida há sempre o dia seguinte. Vamos esperar 2014 com alegria no coração, continuando a nossa caminhada com fé em Deus, para enfrentarmos os obstáculos surgidos. Procure viver em plenitude. Se não puder sem o sorriso que encanta, que seja a impressão que ele deixa. Deus sempre tem um plano sábio e grandioso para cada um de nós. O tempo vai passando, correndo sem cessar. Viver é investir. Temos uma existência que nos cabe assumir e administrar, retocando-a com esperança e lucidez. Vamos aguardar 2014 com alegria no coração, pedindo a Deus coragem para enfrentar os obstáculos e que cada dia do ano que vai chegar seja sentido com entusiasmos. Não deixe que ninguém lhes roube esse precioso tempo de 365 dias que vem por aí. Portanto, abra os olhos, abra o seu coração e deixe entrar o sol que é vida iluminando os dias que virão. Felicidades para todos.

ANDERSON SILVA FATURA R$ 1,4 MILHÕES APÓS SER DERROTADO POR CHRIS WEIDMAN

A derrota de Anderson Silva para o americano Chris Weidman foi traumática para o brasileiro. Além de fracassar na tentativa de recuperar o cinturão dos pesos-médios, o lutador sofreu fraturas na tíbia e na fíbula. Embora tenha motivos para lembrar deste dia com tristeza, o atleta foi bem recompensado pela luta que protagonizou na madrugada do último domingo (29), em Las Vegas. A Comissão Atlética de Nevada divulgou nesta segunda (30) os salários que os atletas receberam pelas lutas no UFC 168. Anderson Silva foi apontado como o atleta mais bem pago de toda a folha. Mesmo com a derrota, ele foi reocmpensado com US$ 600 mil (aproximadamente R$ 1.405.000). Já o campeão da categoria, Chris Weidman, recebeu US$ 400 mil (valor em torno de R$ 937 mil). 



O ANO EM QUE O BRASIL FOI PARA RUA

O ano que se encerra foi marcado pelas ruas cheias, muito trabalho para órgãos de segurança pública e, principalmente, para os políticos brasileiros. Em 2013, o brasileiro ocupou as ruas em uma reivindicação que começou por 20 centavos e virou grande luta por melhores serviços públicos.  A mobilização mexeu com parlamentares, presidência e ecoou na imprensa internacional. Com a Copa do Mundo se aproximando, as notícias de gastos milionários com estádios Brasil afora coincidiam com alguns governos anunciando o aumento nas passagens de ônibus. Em São Paulo, a tarifa aumentaria de R$ 3 para R$ 3,20; no Rio de Janeiro, de R$ 2,75 para R$ 2,95. Os protestos  começaram a se multiplicar por todo o Brasil às vésperas da Copa das Confederações. Em Brasília, os ecos de paulistanos e cariocas se refletiram rapidamente. Manifestações começaram com dezenas de pessoas e, de repente, contavam com milhares na Esplanada dos Ministérios. O dia 17 de junho marcou uma das cenas mais emblemáticas do momento vivido no país: centenas de jovens ocupando as rampas e as cúpulas do Congresso Nacional gritavam por um país melhor enquanto a polícia observava e guardava a entrada do prédio. Dias depois, milhares de jovens e famílias lotaram o gramado em frente ao Congresso. Foram cerca de 30 mil pessoas com faixas, bandeiras e cartazes pedindo saúde, educação e transporte de qualidade. Era um movimento sem partido -  apenas o cidadão comum se queixando do tratamento que lhe dispensavam gritando suas dificuldades, angústias e carências. A essa altura, os brasileiros já figuravam nos jornais do mundo. Nas ruas, a polícia se equipava e agrupava, preparada para verdadeiras batalhas. E isso acabou ocorrendo em alguns momentos. Excessos dos dois lados ocorreram em várias cidades e confrontos entre policiais e manifestantes se tornaram frequentes. Era comum falar em depredações, balas de borracha e bombas de gás. No meio desse turbilhão, a imprensa registrava cada detalhe enquanto, por vezes, era hostilizada por manifestantes e agredida por policiais. Em vários momentos, a Copa das Confederações ficou de lado na rotina do país. A população pautava a mídia e os protestos por mais investimentos em serviços públicos de qualidade ecoou na política brasileira. Enquanto o Congresso debatia a origem e a finalidade de tudo que ocorria, a presidenta Dilma Rousseff foi a público elogiar a iniciativa popular e condenar a violência. “Os manifestantes têm o direito e a liberdade de questionar e criticar tudo. (…) De defender com paixão suas ideias e propostas, mas precisam fazer isso de forma pacífica e ordeira. O governo e a sociedade não podem aceitar que uma minoria violenta e autoritária destrua o patrimônio público e privado (..)”, disse na ocasião. Na ocasião, o Congresso ensaiou uma reforma política, que ainda não saiu do papel. De concreto, apenas o recuo no aumento das passagens. Recentemente, parlamentares reconheceram não terem atendido o apelo popular e decisões políticas e eleitorais ficaram para 2014, ano de Copa do Mundo, e sobretudo, eleições.

30 de dezembro de 2013

O BLEFE DA CANDIDATURA DO FILHOTE DO “FARAÓ” FICHA SUJA

Thiago Feitosa é primogênito do “deputado” ficha suja Geraldo Simões (PT), e protagonista de mais uma maracutaia do pai. É que o dito cujo tem utilizado a rádio Difusora, para se anunciar como pretenso candidato ao cargo de deputado estadual pelo nanico e inexpressivo PSL. Observa-se aí, que o filhote do cabeça de pitu, não será candidato pelo PT. Filiação partidária atípica! Estranha para quem não conhece a índole embusteira dessa dupla de espertalhões e nem os reconhecem nos retratos de processados e condenados pela Justiça. O filho responde inquérito policial, por prática de tentativa de assassinatos e invasão domiciliar.  Já o pai possui uma extensa ficha criminal, que inclui condenações or roubo de dinheiro público. Por atrás dessa investida eleitoral do “rebento do papito” suspeita-se que deve está a pretensão de barganhar mais vantajosamente com quem se dispor a dividir recursos e estrutura de campanha com Geraldo. Fora a possibilidade do “deputado” contar com bastante dinheiro para patrocinar a candidatura do filhotinho mimado e a sua própria, outra perspectiva é Thiago funcionar como seu “plano B” para a eventual possiilidade de cassação de registro de candidatura de quem encontra-se pendente como ficha suja no Superior Tribunal Federal-STF e este é o caso de Geraldo. Thiago Feitosa, já ensaiou candidatura anteriormente, quando se anunciou candidato a vereador da capital do estado em 2012. Acabou chegando à conclusão que seria uma tragédia acumular derrotas ao histórico de parente do Geraldo. Quem já deve ter lucrado com este despautério da candidatura do Thiago é o presidente estadual do PSL, Toninho Olívio, que tentou barganhar o partido com o Capitão Azevedo e o coronel Serpa. Os militares não tiveram motivos reais [reais], para comandarem o PSL em Itabuna e acabaram perdendo esta mercadoria para o mequetrefe almofadinha do cabeça de pitu.

WAGNER PARECE TER TIRADO O SUL DA BAHIA DO ESTADO

Enquanto Itabuna e Ilhéus encontram-se quase estagnadas no quesito geração de empregos, as cidades de Feira de Santana, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista têm em comum o crescimento econômico acima da média nacional. Esses municípios estão entre os 48 apontados pelo Ibope como aqueles que, de 2004 a 2010, cresceram 153%, enquanto o PIB nacional aumentou 94%. Nos últimos cinco anos, geraram cerca de 43,8 mil empregos, com aumento de 70% de novos postos de trabalho. E a expectativa é continuar crescendo. Para 2014, a previsão é que, juntas, elas gerem mais 23 mil novas oportunidades. Entre os motivos para o crescimento destacam-se a elevação do poder aquisitivo da população e a localização estratégica desses municípios. Feira, por exemplo, é entrecortada por três importantes rodovias - BRs 324, 116 e 101- e tem em seu entorno mais de 20 cidades-satélite que utilizam seus serviços. Lauro de Freitas também ocupa local de destaque, entre Salvador e o litoral norte. Já Itabuna e Ilhéus permanecem com índices negativos de economia, geração de emprego e renda. O sul da Bahia possui as cidades com os piores índices de Desenvolvimento Humano-IDH do estado. E péssimas condições em serviços públicos de Saúde, Segurança e Educação. 

SALÁRIO DE DEPUTADO NO BRASIL É MAIOR QUE NO JAPÃO, NA ALEMANHA E NO CANADÁ

Conforme levantamento realizado pela revista The Economist, referenciado pelo blog Achados Econômicos, o "salário básico" de parlamentares brasileiros é maior que em países ricos e desenvolvidos, como Japão, Alemanha e Canadá. Caso se considere proporcionalmente ao PIB (Produto Interno Bruto) per capita, isto é, pela "média" de renda dos cidadãos brasileiros, o salário dos parlamentares brasileiros superam o de 24 dos 29 países analisados. Atualmente, os ganhos atingem, apenas em relação ao salário básico, US$157,6 mil por ano (13 vezes a média de renda dos brasileiros). Na França e na Suécia, o salário básico equivale a, no máximo, duas vezes o PIB per capita. Na Espanha e na Noruega, a remuneração é muito próxima do PIB per capita e, em outros países ricos, como Estados Unidos e Alemanha, o valor não chega a quatro vezes o PIB per capita. Na Espanha, o salário de um parlamentar corresponde a US$43,9 mil por ano. No entanto, tal conta não corresponde, ainda, ao total de verbas destinadas aos parlamentares brasileiros. Há, ainda, verbas indenizatórias, verbas de gabinete ou cargos de confiança, cota parlamentar, plano de saúde ilimitado, passagens aéreas, auxílio-moradia, carro oficial, entre outros, chegando a atingir mais de R$140.000,00 por mês. Desse modo, somando-se os custos das casas legislativas, o Brasil "supera", em despesas, mesmo os colocados acima do mesmo em ranking de salários. Qual é a sua opinião a respeito de tais despesas? São necessárias e convenientes para o conforto e a motivação de parlamentares, os quais desempenhariam função essencial ao país? São perdulárias ou até mesmo imorais, tendo em vista a desnecessidade, o excesso e a disparidade para com a renda média dos brasileiros? Tais despesas deveriam ser diminuídas, de forma a reverter as verbas remanescentes em benefícios para a população, como saúde e educação? Manifeste sua opinião e contribua para o diálogo democrático. [Fábio Marinho].

O SOL DEVE SER PREOCUPANTE PARA CRIANÇAS E IDOSOS

Neste período de férias, de sol efervescente, crianças e idosos requerem cuidados redobrados. Mas, longe de criar um clima de tensão, os especialistas querem que ocorra uma mudança de comportamento. E despertar a consciência para a necessidade da proteção, em especial para crianças e idosos. Ambos devem tomar sol, porém, até as 10h e após as 16h. Na prática, todos devem ter cuidados, entretanto, as crianças, por estarem com a pele em constante mudança, e os idosos, por conta de perdas ao longo da vida, precisam ser melhor orientados. Por estarmos bem próximo de uma área turística, a presença de visitantes das regiões frias do país e até de países de temperatura baixa é muito comum. Muitos sabem que não podem se expor em excesso. Já outros são cuidadosamente informados e conscientizados sobre a necessidade de proteção. Para garantir uma boa eficácia dos protetores solares, os especialistas recomendam que ele seja aplicado até 30 minutos antes da exposição ao sol. No caso das crianças, além da aplicação com antecedência, durante algumas horas de banho, há a necessidade de um reforço do produto. 

O PT É MARCA DE ATRASO DE VIDA ONDE GOVERNA

A imagem de pessoas pedindo esmolas nos semáforos das cidades brasileiras, segundo Dilma Rousseff, não passa de miragem. Afinal de contas no Brasil do PT não existe mais miséria absoluta. Todos estão cadastrados e recebendo ajuda do governo petista. O PT propaga que incluiu 45 milhões de brasileiros na classe média. Segundo a propaganda enganosa dos petistas, o programa Bolsa Família está acabando com a pobreza no Brasil. Se alguém se deparar com pessoas mendigando, pode ter certeza que é uma forma do PSDB do DEM sacanearem Dilma e o PT. Os petistas vão dizer que esses pedintes são atores e fantoches da Direita e de burgueses doo PSDB e do DEM. É impressionante como pode ter gente que ainda acredita nesta demagogia do PT. A miséria no Brasil continua. Pagamos uma das maiores cargas tributárias do mundo. O povo no Brasil paga 40% de impostos em tudo o que compra e vivencia o caos em serviços essenciais como Saúde, Segurança e Educação. Não há nenhuma cidade onde estas áreas estejam em condições dignas de atendimento ao público. A Bahia sofre dobrado: por ter uma presidenta e um governador pertencentes ao PT. Itabuna que o diga! Aqui a saúde pública continua sendo um caso de polícia. No Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães - HBLEM faltam médicos, medicamentos e os equipamentos estão sucateados e obsoletos. A qualidade da educação pública piora a olhos vistos. Há oito anos a cidade não tem uma só sala de aula construída. Infra estrutura não existe. As rodovias que circundam Itabuna estão esburacadas e mal sinalizadas. Segurança pública é pior do que em muitas cidades em guerra. O drama social está abaixo da crítica. Este é o Brasil e a Bahia do PT.

RÁDIO DO CABEÇA DE PITU FAZ BOCA DE SIRI SOBRE FICHA SUJA

“Uma mentira  repetida mil vezes torna-se verdade”. A frase de aliados e seguidores de Adolf Hitler, se tornou um lema e vem sendo colocado em prática há algum tempo no nosso Estado e em especial, em Itabuna. É com base na premissa de repetir várias vezes uma mentira, que tentam fazer “lavagem cerebral” nos radio-ouvintes e incutir na cabeça do povo uma mentira como se fosse verdade. Isso acontece quando político ficha suja e cabeça de pitu compra rádio e a utiliza só para colocar no ar a versão de comparsas e lacaios de desmentidos de denúncias sérias e graves. A todo momento se usa a rádio, para “amassar barro para faraó” e desqualificar denunciantes e críticos de políticos mascates de emendas parlamentares e corruptos, dar informações distorcidas de forma a se tornarem vítimas e distorcer os fatos. Essa técnica nazista, graças à Deus, está ruindo por causa da internet, rádios sérias [Jornal e Nacional] e redes sociais onde a censura não tem vez, mas, ainda, não tem o alcance de todas as rádios em Itabuna. Para tentar esconder suas mazelas, lançam mão de mentiras e promessas que nunca são compridas. Não podemos aceitar isso calados! Não posso aceitar que digam, propaguem, inverdades. Se não bastasse isso, o “faraó” ficha suja utiliza-se do lema nazista e também se locupleta de uma emissora de concessão pública, para dizer que ele é candidato à reeleição e que seu filho marginal é nome “do povo” para a Assembleia Legislativa da Bahia. Para os nazistas, não é interessante a verdade. O importante é mentir. Mentir muito. Mentir várias vezes, mentir para a grande massa, até que essa mentira se torne, na cabeça das pessoas, uma realidade.

ESTE É O MOMENTO DE REFLEXÃO SOBRE COISAS BOAS E RUINS QUE FIZEMOS EM 2013

Todas as vezes que chegamos ao fim do ano, comemoramos, nos reunimos com nossos familiares e amigos e algumas vezes agradecemos a Deus por termos terminado mais uma parte da nossa jornada, bem como refletimos o que fizemos de bom e de não tão bom. Esse é o nosso lugar comum. Nada de novo. Nada de mais. Mas é justamente isso que é o novo, que é o “mais”, são justamente, no meu pensar, estas coisas que parecem simples que nos impulsionam a cada ano e nos fazem caminhar. De forma geral, o mundo não nos diz isso. Vivemos a “época das novidades”, “do novo”, “ do fugaz”, “das alegrias momentâneas e intensas”. Isso tudo não é ruim, mas não é ao meu ver o essencial. E o que é essencial? Pergunta difícil de responder. Vejo que o essencial é invisível aos olhos e que a vida é uma construção contínua de chegadas e partidas. A consciência de que somos “criaturas” e que guardamos uma relação profunda de amor com o Criador, que não vivemos como “as batatas”, mas sim como os pardais e os lírios do campo, e que Ele nos procura todos os dias e nos convida a refletir este amor aos outros me dá esperança e faz sentir paz. Não podemos nos deixar enganar. Não somos maus. Essencialmente, somos bons. Chegamos à conclusão de que somos parte desta criação maior e como podemos contribuir efetivamente para o bem. Refletir também sobre as coisas não tão boas que fizemos nos dá a consciência de nossas limitações humanas e a chance de podermos reparar estas falhas. Sempre é tempo de melhorar. Por fim, é justamente com nossos familiares e amigos que devemos estar nesse fim de ano, pois ao longo dele foram eles que nos impulsionaram a cada dia, para vencermos as dificuldades naturais da vida, algumas trazidas pela natureza, outras pelos outros, algumas criadas por nós mesmos, mas igualmente ultrapassadas ou ainda aceitas sem solução. Aí está o essencial, visível somente ao coração. A todos, um feliz 2014 e que o Criador continue a voltar seu olhar para todos nós.

29 de dezembro de 2013

O “FARAÓ” ESTÁ NO COMANDO ABSOLUTISTA DA DIFUSORA

O famigerado ficha suja Geraldo Simões, é quem determina a linha editorial na Rádio Difusora de Itabuna. E proíbe que vá ao ar, expressões, informações, ou qualquer notícia sobre mensalão, ficha suja, quadrilha de mochilas, máfia do IPTU, políticos processados e condenados por práticas de corrupção, inércia do governo estadual em Itabuna, Centro de Convenções e Teatro, Geddel e Azevedo liderando pesquisas, ou até mandar um alô, ou abraço para alguém que seja adversário do PT e, principalmente, de seus dirigentes locais. Ele comprou a rádio através de um “laranja” e seu primogênito, Thiago Feitosa, é quem age com “mãos de ferro” para fazer-se cumprir as ordens do “papito faraó”! Embora a rádio seja concessão pública e tenha dever de ser imparcial, o que se ouve na Difusora, é apenas o que interessa aos donos de mentira. Seus servidores acabam sendo submetidos a “amassar barro para faraó”. A imparcialidade e a isenção devem ser o princípio que rege a prática do radialismo. A desconfiança do público em relação às notícias veiculadas na “rádio do faraó” incide diretamente sobre sua credibilidade. Em lugar da auto-apregoada imparcialidade, fica cada vez mais evidente que a Difusora busca satisfazer os interesses dos patrões imperialistas — e os seus próprios — antes do interesse público. A queda de confiabilidade da rádio Difusora vêm sendo identificada em várias sondagens de opinião. A meu ver, isso decorre da percepção — que espero se aprofunde — de que essa organização esteja colocando suas conveniências políticas e seus interesses eleitorais acima dos critérios éticos na definição e no tratamento das informações divulgadas ao conjunto da sociedade. Claro que são sintomas provenientes das camadas sociais com maior capital educacional e cultural, capazes de discernir melhor o jogo de pressões e contrapressões que, muitas vezes, se oculta nos espaços visíveis do jornalismo ali empreendido. Como contraponto existem as demais emissoras e sítios livres espalhados pela internet. De modo que cabe aos movimentos sociais organizados aproveitarem os espaços democráticos para se beneficiar de meios de comunicação comprometidos com o interesse público e com as classes populares.

EXISTEM DOIS GRANDES ERROS SOBRE GERALDO SIMÕES

O primeiro é dizer que ele não é extremamente esforçado no que faz. Ele não é preguiçoso (talvez o único pecado capital que ele não cometa com direta assiduidade). Ele trabalha e muito. E age diuturna e incansavelmente, pelo enriquecimento dele e dos seus parentes e aderentes mais próximos. E se esforça bastante para judiar Itabuna e as pessoas que nela existam. A estratégia maquiavélica é manter o povo subjugado à necessidade da sua intervenção. Povo dependente, é povo fácil de ser enganado e manobrado. O segundo erro é acreditar que Geraldo Simões é forte, poderoso. Sim, ele tem força, mas não é poderoso. Geraldo não tem poder por si mesmo. O falso poder dele nasce da corrupção e de eleitores que vendem seus votos, ou os trocam por promessas de empregos e cargos, que jamais são cumpridos. Essas pessoas é que dão os votos que Geraldo mais precisa para realizar suas más ambições e ações. A força de Geraldo é um reflexo das fraquezas, peleguismo, indolência, ou inocência de caráter, da maioria dos seus eleitores. Trata-se de um ciclo vicioso. Os eleitores dão votos ao Geraldo e ele os usa para aumentar sua força através da venda de emendas parlamentares e praticas de corrupção. O Geraldo não pode voltar atrás. Mesmo decaída, sua natureza original é a de um indivíduo maligno, presunçoso, cínico, dissimulado, traidor, insensível, mal caráter... e pessoas assim, são falíveis em suas palavras e condutas. Ele, o Geraldo Simões, não pode se arrepender. É incapaz disso. Cada vez que um eleitor flerta com o Geraldo, é como se Adão estivesse mais uma vez se rendendo à tentação do fruto proibido. A corrupção é o prazer de Geraldo e a chibata que fere quem vota nele! Geraldo age, sorrateiro, cheio de mentiras, insuflando a cobiça inata ao homem, dilatando os afetos desordenados e eclipsando as virtudes o desejo de constante comunhão com a ética, a honestidade e a seriedade na política. Por isso, Geraldo trabalha e muito para arrebanhar apoios de prefeitos, vereadores e lideranças políticas venais, pois delas se alimenta e tira sua energia. Geraldo não tem mais caráter e sente enorme prazer em usurpar forças que não são suas para comprar o voto de cada eleitor estúpido, venal, serviçal, ou inocente útil, que lhe esteja disponível. Eeste tipo de eleitor, existe em quantidade suficiente para eleger até cachorros vira-latas da estirpe degradante do Geraldo Simões. Dar voto a este indivíduo inescrupuloso e vil, implica maior adesão a corrupção que assola o Brasil inteiro e se submete à condição de mais um boneco nas mãos deste indivíduo taxado de ficha suja, implicado em vendas de emendas parlamentares e registrado como o político com maior quantidade de processos e condenações judiciais na Bahia. Votar em bandido do colarinho branco é como retroceder quase dois mil anos atrás e gritar “Barrabás, Barrabás...”!

O PT HOJE PENSA E AGE DIFERENTE DE ANTIGAMENTE

Deixo para vc, que é defensor desses vigaristas, corruptos, safados e mensaleiros do PT, algumas perguntas que gostaria que me respondesse.
1) Qual é o tratamento dado a ladrões e outros criminosos nas republicas socialistas? Eles seguem os preceitos dos Direitos Humanos?
2) O fato de não existir propriedade privada na Coreia do Norte, Cuba e nos países do Leste Europeu garantiu que esses povos não sofressem com a pobreza e escassez de alimentos?
3) Se o governo progressista já esta a quase DOZE ANOS no governo porque é que não resolveu essas questões? Será que ainda não deu tempo? E não se pode culpar a moribunda oposição uma vez que o governo sempre teve maioria no Congresso. A oposição partidária ao governo também é de esquerda e quanto a Direita, essa não tem representação partidária há anos. Já que no Brasil só os pobres vão para a cadeia porque diabos ele não quer ver os poderosos petistas pagando por seus malfeitos?
É oportuno nos lembrar de algumas bandeiras do antigo PT.
1) Justiça para todos (já que no Brasil só se prende preto, pobre e puta)
2) Fim da corrupção (político ladrão, cadeia é solução).

Pronto. Isso é o suficiente para justificar a prisão de bandidos do colarinho branco. Não é concebível uma democracia que manda prender uma garota que roubou uma manteiga no Pará e mantenha soltos figurões da política. 

500 MIL FEZES DIÁRIAS TRANSFORMAM O RIO CACHOEIRA EM FOSSA

Todo esgoto em Itabuna é despejado no Rio Cachoeira. A cidade possui 250 mil habitantes, em média. E em média, supõe-se que cada itabunense defeca duas vezes por dia. Isso significa que o povo paga para transformar o rio em fossa e joga nele, em média, meio milhão de fezes. A Empresa Municipal de Saneamento e Água-EMASA, é responsável pelo tratamento do esgoto e fornecimento de água para o itabunense. E cobra caro por isso. Na conta da Emasa, a tarifa de esgoto é maior que o valor da água. Mas a empresa não trata do esgoto. Com isso cobra por um serviço que não executa. E faz o Rio Cachoeira se transformar em esgoto a céu aberto. A fedentina é insuportável. A poluição é visível. A proliferação de insetos e bichos peçonhentos, é fator de vulnerabilidade à saúde pública. O rio está moribundo. O povo está sendo vilipendiado e enganado.  O Ministério Público não cheira e nem enxerga esta putrefação à sua frente. Os governantes e os políticos não se rebelam e nem agem contra essa esculhambação. E o povo... bem, o povo paga a conta!

SAIA DO COMODISMO AGORA E MANTENHA-SE SAUDÁVEL

A importância da atividade física atualmente, é matéria habitual em todas as mídias. Rádio, jornais, revistas e internet tratam exaustivamente deste assunto. Nós contamos com uma vasta literatura a esse respeito. No meu caso, leu sempre revistas especializadas em corrida. Há ainda canais de televisão que só apresentam em sua programação os diversos esportes, sem falar nas mídias sociais, mas, infelizmente têm pessoas que ainda resistem em mudar seus hábitos. Precisamos alertar nossos amigos para que abandonem o sedentarismo, pois mata, que vão para as ruas, praças e clubes em busca da saúde e do bem-estar praticando qualquer modalidade esportiva, começando pela caminhada, que não exige esforços. Aliás, caminhar pela avenida Aziz maron é um privilégio para nós itabunenses e, principalmente, para os idosos que invadem este espaço da nossa beirra do agonizante rio cachoeira. Eu gosto de dizer que a minha academia, além de ser a mais bela, também é gratuita: a beira rio. Em primeiro lugar, é necessário ter força de vontade para renunciar aos hábitos arraigados pelo tempo, as pessoas se acomodam, inventam desculpas para justificar a falta de determinação, mas precisam ter certeza de que será por uma boa causa, pois a nossa saúde é o maior bem de que dispomos. Portanto vamos acordar cedo, colocar um tênis, vestir roupas leves e partir para uma rotina diária de exercícios físicos, seja qual for, de preferência o que nos adaptarmos melhor, no meu caso foi a caminhada de rua, que comecei a praticar há uas duas semanas e nunca mais quero parar, e posso garantir que está valendo a pena. Não tenho nenhuma queixa da minha saúde, caminho na chuva e no sol, com frio ou calor, nem a gripe me desestimula. Se eu consegui, todos podem , o ano de 2014 está chegando, vamos estabelecer metas, quem sabe participar de competições do nosso esporte favorito, com muita determinação, vamos começar logo hoje esse projeto de reconstrução de nossas vidas com hábitos saudáveis, passando a nos preocupar em ter uma alimentação regrada, os resultados chegam. Vamos aproveitar melhor os nossos dias, a vida está passando, o tempo não volta, a prática de um esporte é a expressão mais fiel da liberdade, vamos em 2014 viver plenamente. Saiam do comodismo!

CASO CLÉBIA LISBOA: DOIS ANOS SEM CORPO, NEM SOLUÇÃO

Tarde de sexta-feira, 30 de dezembro de 2011. A estudante Clébia Lisboa, então com 33 anos, saiu da kitnet onde morava, no bairro Pontalzinho, centro de Itabuna. Ela planejava comprar um par de sandálias para usar na praia no réveillon, em Ilhéus, onde passaria com amigos. Mas os planos da jovem foram bruscamente interrompidos em algum lugar. Nesta segunda-feira, 30 de dezembro, completam exatamente dois anos do desaparecimento de Clébia, que cursava Administração na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) de Itabuna. Ela também passou pelo quadro de funcionários da extinta sucursal do Jornal A Tarde. Sem corpo, sem notícias, sem solução. O caso caminha, a passos lentos, para o rol dos possíveis crimes insolúveis. Para a família, só restaram dor e revolta. O pai de Clébia, Crispiniano Lisboa, por várias vezes, concedeu entrevista ao Diário Bahia. O último contato dele com nossa redação, inclusive, aconteceu quase um ano atrás, próximo ao "aniversário" de um ano de sumiço da filha. "Colocaram uma pedra em cima do caso, assim como tantos de outras jovens que desapareceram e ficou por isso mesmo. Eu sinto vergonha dessa Justiça", desabafou, na época, Crispiniano. Na ocasião, o inquérito tinha sido reaberto e estava à disposição do Ministério Público. Um taxista teria sido a última pessoa a estar com a moça. O homem, em depoimento, contou que tinha deixado Clébia na praça do bairro São Caetano. O fato foi confirmado através do circuito de câmeras de uma farmácia, que registrou imagens da jovem até ela sumir na rua. LUGAR NENHUM - Dois anos já se passaram desde que a moça sumiu e o mistério continua. Nada de novo foi acrescentado ao inquérito. As investigações não chegaram a ninguém, nem a lugar nenhum. E as perguntas são as mesmas: "para onde foi Clébia?" "O que aconteceu com ela?", "quem teria interesse em sua morte?", "ela realmente está morta?" "e se estiver, onde está o corpo?". Para a polícia, questionamentos mesclados com a falta de pistas. Para a família, o vazio na ceia de Natal, a ausência do sorriso e dos afagos de uma filha tida como supercarinhosa, misturados à dor de olhar e não enxergar nada além de lembranças. [diáriobahia].

28 de dezembro de 2013

A VISÃO PETISTA É CAOLHA

Impressiona a indignação seletiva do PT com casos de corrupção. Mas a frase, para ser verdadeira, não pode terminar aí. É que a indignação petista é um primor de seletividade e parcialidade: só há indignação se houver suspeita de malfeito que envolva, mesmo que com meros sinais de fumaça, o PSDB, DEM ou Aécio Neves, seja o governo, seja a pessoa. Qualquer denúncia estampada na imprensa, que tenha poder de desgastar o PSDB, DEM ou Aécio Neves,, recebe desdobramentos previsíveis e imediatos por parte do PT. Se é contra o quem é contra PT/Dilma Rousseff a força da marola petista é potencializada em tsunami indonésio. Mas se o assunto é corrupção envolvendo próceres correligionários e aliados de Lula e Dilma, o silêncio, além de constrangedor, é sepulcral. É o caso do mensalão, envolvendo deputados, dirigentes e seus compassas. Marcos Valério e dando origem aos esquemas criminosos chancelados por José Dirceu, personagem-chave e onipresente no chamado mensalão do PT. Este maniqueísmo petista é o mesmo maniqueísmo midiático que vem solapando a fugidia credibilidade de veículos de nossa grande imprensa. A mídia tonifica a indignação petista com supostos escândalos envolvendo seus inimigos figadais, o PSDB, DEM e Aécio Neves, e reduz a poucos tons de cinza a repercussão de maracutaias das grossas envolvendo os mais dez anos de poder petista. A defesa do PT é valsa de uma nota só. “Tudo é armação. Não passa de perseguição. Isso se chama aparelhamento do Estado”. Em conluio com parte significativa da imprensa, o PT se faz de morto com as operação em que a Polícia Federal investiga corruptos ligados a Lula e Dilma. O PT optou por fazer o gênero de omissão e indignação zero. Nenhum chiado. Silenciados estão, calados ficam e ficarão. E por quê? Simples, é muito delicado colocar em uma mesma frase palavras como Mensalão, corrupção, nepotismo, impunidade... que eram vocábulos inexistentes em épocas  em que o PT era apenas oposição. Peculiar, não? E é assim que com pés e mão de barro desejam empunhar a bandeira da moral e dos bons costumes, onde imoralidade e maus costumes só se pode ver no lado de quem se opõe ao governo petista. Ridículo se não fosse pateticamente risível.

PESQUISA: 9 EM CADA 10 BRASILEIROS SÃO A FAVOR DA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

De cada 10 brasileiros, nove são a favor da redução da maioridade penal de 18 anos para 16 anos. Isso é o que aponta a pesquisa da MDA, encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). Segundo a pesquisa, 92,7% dos entrevistados disseram que são a favor da redução. Apenas 6,3% do entrevistados disseram ser contra a redução. 0,9% responderam que não sabem. Em outra questão formulada pela pesquisa, 69,1% responderam os crimes cometidos por menores de idade "aumentaram muito" nos últimos tempos. Para 24,8% apenas "aumentaram" recentemente; para 3,7% estão no mesmo nível que sempre estiveram; e para 1,7% diminuíram nos últimos tempos. No caso da maioridade civil, o percentual dos favoráveis à redução é de 69,7%. Outros 28,2% se disseram contra e 2,1% afirmaram que não sabem ou não responderam. “A pesquisa mostra que a população apoia a mudança, principalmente em função dos últimos acontecimentos envolvendo assassinatos graves. Esta é uma discussão que vai caminhar com muita força no Congresso", afirmou o presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), senador Clésio Andrade. 

A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA TEM CAUSADO GRAVES PROBLEMAS DE SAÚDE AS MULHERES

O relatório apresentado recentemente, pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a problemática da violência doméstica constatou que, a violência contra as mulheres é uma das causas para uma variedade de problemas de saúde agudos e crônicos, que vão desde lesões imediatas, infecções sexualmente transmissíveis, como HIV, à depressão e transtornos de saúde mental. O documento indica que, as mulheres que sofrem violência de seus parceiros, são 1,5 vezes mais propensas a contrair uma doença sexualmente transmissível. Os especialistas envolvidos no estudo recomendam, que todos os profissionais de saúde devem ser treinados para reconhecer quando as mulheres podem estar em risco e como responder de forma adequada. Para tal, referem que, a triagem para a violência doméstica deve ser adicionada a todos os níveis de cuidados de saúde, como clínicas obstétricas.“É improvável que alguém entre em um hospital para informar que foi atacada”, disse Sheila Sprague, da Universidade McMaster, no Canadá, que pesquisou a violência doméstica em mulheres em clínicas ortopédicas. “Com o tempo, no entanto, se as mulheres entram em uma clínica para tratar uma fratura ou uma clínica de pré-natal, elas podem dizer que estão sofrendo abuso, se você perguntar”, argumentou.

ESTAMOS CHEGANDO AO FIM DE MAIS UM VELHO ANO

Mais um dezembro em nossas vidas e tudo se repete. Mais um Réveillon. Mais alegrias em um mundo hostil e adverso às nossas boas pretensões. Para as criaturas de fé, sempre existirá uma esperança, pois foi o próprio Jesus que disse: “quando tudo parecer perdido e a esperança desaparecer, procure por Mim, estarei ao teu lado, embora não me vejas”. Assim acontece com os que tem fé, com os que amam, com os que têm esperança. Pois é, vivemos em um mundo sem diálogo, sem amor, sem sorriso. Afinal, o que somos e onde estamos? Podemos afirmar que somos seres humanos, que somos família e que vivemos em sociedade. O que acontece é que vivemos tão desatentos em nosso caminhar, pensando muito mais no ter, e esquecendo do ser, que deixamos de construir o que é mais importante para a nossa convivência com a família, com as pessoas que estão próximas, com a sociedade como um todo. Não podemos viver o Réveillon, isto é, mais um Réveillon, sem planejarmos mudanças que objetivem um ano novo melhor. Um 2014 de amor, pois não se terá paz, senão através do amor, e quem ama educa e constrói um mundo de paz. Não podemos esquecer que “A família existe no mundo e para o mundo. E é atenta às necessidades e prioridades deste mundo e desta sociedade que deve desenvolver sua identidade e suas prioridades formativas e ativas. O pior de tudo é que só enxergamos a violência fora da nossa família, e muitas vezes ela está dentro da nossa casa, mas não somos capazes de ver ou de sentir, pois o protecionismo exacerbado esconde a realidade do presente, proporcionando sofrimento e amargura no futuro. Desejo a todas as famílias um feliz 2014, com muito amor e muita paz.

SÓ BABACAS COMPARAM JOAQUIM BARBOSA AO MENSALEIRO GENOINO

Um dos momentos mais lamentáveis ocorridos em 2013, foi alguém lamentar a prisão dos petistas mensaleiros, alegando que alguém que não enriqueceu com a corrupção não deveria ser considerado um criminoso. Aponta para isso o fato que o deputado mora a mais de trinta anos na mesa casa de classe media no bairro do Butantã ao contrario de Joaquim Barbosa, a quem chama jocosamente de “Batman” que é notoriamente rico e inclusive comprou um apartamento em Miami há alguns meses. Esse deve ser um dos piores argumentos que a esquerda já utilizou para absolver Genoíno. Lembro ao autor que a acusação feita ao dedo-duro do Araguaia não foi de enriquecimento ilícito e sim de formação de quadrilha. O dinheiro do Mensalão operado por Marcos Valério, Genoíno, Dirceu e Diluvio foi direcionado para comprar votos de deputados que compunham a base aliada do governo. Dizer que o cara não enriqueceu não cola. Além do que o fato do cara não “dar sinais de riqueza não nos diz nada. Mesmo se fosse o mais pobre dos homens deveria pagar por seus malfeitos. Lei é lei. Chamo atenção aqui para a grave acusação feita contra Joaquim Barbosa. O homem sempre trabalhou duro para estudar, conseguir conquistar posições no judiciário através de concurso e meritocracia. É obvio que alguém que sobe na vida ganha dinheiro. E não preciso defender que se o dinheiro é honesto o sujeito pode fazer dele o que bem entender. Joaquim optou por comprar um apartamento em Miami, e daí? O ícone da esquerda caviar Chico Buarque possui residências no estrangeiro e ninguém aponta essa característica como uma idiossincrasia. Parece que a Esquerda Redentora, Salvadora da Humanidade só entende minorias como oprimidas quando eles seguem sua cartilha. Joaquim Barbosa é negro de origem pobre. Pelo que a esquerda apregoa por aí pessoas como ele terão condições de se realizar da mesma forma em um governo de esquerda. Na verdade o que se vê é uma horda de miseráveis e vagabundos amparados pelo governo. Mas divago. E já que a esquerda gosta tanto de acusar farei o mesmo. Porque diabos o Barbosa não pode ter um apartamento em Miami²? Isso é privilegio do PT e sua patota? Nas economias liberais como Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos e mais recentemente Chile e Peru (a despeito de alguns governos de esquerda); as elites são mais consideradas pelo simples fato de que elas geram riqueza que então é naturalmente distribuída com a sociedade. Quando não temos elites gerando riqueza, simplesmente não temos o que dividir.

PROFESSORES MUNICIPAIS VÃO RECEBER 14º SALÁRIO EM SALVADOR

O prefeito de Salvador, ACM Neto, permanece surpreendendo e transformando a P prefeitura de Salvador como referência d gestão pública na Bahia. E fará Professores da rede municipal receberem até o dia 15 de janeiro de 2014, o 14º salário. O  anuncio foi feito pelo prefeito ACM Neto nesta sexta-feira, 27, no Hotel Fiesta onde aconteceu o Encontro pela Valorização da Educação. Cerca de 90% dos servidores ativos vão receber o 14º salário. O valor pode chegar até a R$ 6.297, a variação depende da carga horária cumprida pelos profissionais. Além dos docentes outros profissionais da rede, como merendeiras, também vão receber o benefício. Na ocasião, foram entregues, simbolicamente, cerca de seis mil notebooks para os professores. O prefeito lembrou também que os servidores terão plano de saúde, medida já foi aprovada na Câmara de Vereadores.

27 de dezembro de 2013

TEMOS QUE TER FÉ E ESPERANÇA DE QUE DIAS MELHORES VIRÃO

Estamos vivendo o final do décimo segundo mês do ano. Parece não ser verdade, mas temos que encarar. É o fim de um tempo que finda, para outro começar. É assim a nossa vida, no tempo dos homens. E tudo recomeça e assim será, até o fim da caminhada de cada um de nós. Como podemos observar, o tempo é algo precioso em nossas vidas, daí a máxima de que não podemos perder tempo, no tempo dos homens. É justamente em nosso viver diário que quase somos estrangulados pelo encontro de três tempos que buscam habitar o nosso interior, o nosso coração: O PASSADO, com sua facilidade de nos imputar culpas, tornando nossa vida um eterno tribunal, cujo julgamento nunca poderá nos conceder uma sentença satisfatória. O PRESENTE, com suas pressões que nos cegam, com urgências que nos privam de saborear as escolhas. E o FUTURO, de esperanças e incertezas. Nesse conflito constante e eterno, vivemos no tempo de nossa passagem pelo mundo, até quando formos chamados de volta pelo Criador de tudo e de todos. Não podemos desanimar, temos que ter fé e esperança no objetivo sonhado e planejado. Para os que têm fé, o amor e a esperança são os analgésicos necessários para combater a dor da insegurança diante do conflito do passado, presente e futuro em nosso coração. Não podemos esquecer de que para tudo existe o tempo certo, o tempo de acontecer, o momento oportuno, que também podemos afirmar: ser o tempo de Deus. Assim, se o tempo da gente é o tempo de Deus, não adianta pressa, nem quando irá acontecer, pois ele somente virá, quando for da vontade de Deus. Daí a importância do planejamento, da fé e da esperança. Para concluir, temos que ter a convicção de que o ano novo é mais uma oportunidade que teremos, de viver uma vida mais planejada e realista, com uma fé bem mais fortalecida, na esperança de conquistar as metas desejadas, trabalhando com sabedoria o tempo cronológico, enquanto aguardamos o tempo de Deus. Agradeço ao meu Deus pelo momento iluminado que tive para escrever esta mensagem, desejando a todos um feliz ano novo. Tenhamos todos uma vida de muito amor e de muita paz no fluir de dois mil e catorze.

OPÇÕES PARA FIM DE SEMANA EM ILHÉUS

Ilhéus tem programação de lazer variada para quem não quer ficar em casa neste final de semana. Além dos 80 km de praias onde se pode apreciar a gastronomia típica e natureza exuberante, uma opção é se divertir com a família e amigos no Balneário Tororomba. O equipamento localizado na Estância Hidromineral de Olivença está aberto ao público das sextas-feiras aos domingos. A Secretaria Municipal de Turismo (Setur) está realizando a reforma do equipamento que tem conclusão prevista para janeiro. Já foram promovidas intervenções nos banheiros, adaptações para os portadores de necessidades especiais, além da limpeza nos reservatórios de água e estão disponíveis novas mesas e sombreiros, que colaboram para tornar o ambiente mais aconchegante. Falta a finalização da pintura dos muros, higienização da bica, revisão nas redes hidráulicas e elétricas e reconstituições das piscinas e telhados. Outra alternativa de lazer é a 21ª Feira de Verão Expoilhéus, que permanece instalada na Avenida Soares Lopes de 25 de dezembro a 26 de janeiro. A estrutura inclui stands de moda, decoração, artesanato, praça de alimentação e som ao vivo, e zona de Wi-fi. Além disso, o comércio permanecerá aberto até as 18 horas no sábado o que indica um aumento considerável do fluxo no centro da cidade. Na agenda cultural, o público pode apreciar lugares como o Museu do Mar e da Mata (Maramata), Casa de Jorge Amado, além do centro histórico da cidade que são ótimas opções para visitação e apreciação da cultura local. Vale salientar que atividades lúdicas são importantes na formação do indivíduo, pois preenchem necessidades específicas geralmente esquecidas, como defendem diversos especialistas da educação como Jean Piaget e Lev Vigotsky. CINEMA - Para quem prefere mais conforto e comodidade, além de apreciar o universo audiovisual, o Cine Santa Clara é uma ótima proposta. Será exibido na sala 1, o filme de aventura e fantasia ‘O hobbit 2: a desolação de Smaug’,  segunda obra da trilogia de Peter Jackson nas sessões das 17h30 e 20h30 horas. Na sala 2, o público poderá se divertir com a comédia ‘Crô, o filme’, às 18h15 e 20h15 horas.

PRESOS DECRETAM A “PENA DE MORTE” NO MARANHÃO E MATAM 59

O juiz Douglas Martins, diretor do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) disse na quarta-feira (25/12) que a violência no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, é uma espécie de “pena de morte” imposta por líderes de facções a presos de baixa periculosidade, condenados por crimes simples e a penas leves. As vítimas não teriam conseguido, através de seus familiares, levar para dentro da cadeia nos dias de visita chips de celular, armas, drogas ou deixaram de cumprir acordos impostos pelos mais fortes. O resultado da inspeção ordenada pelo CNJ, segundo ele, não aponta indícios de guerra entre facções e nem acerto de contas entre detentos na motivação dos oito assassinatos ocorridos na última semana. Este ano já foram mortos 59 detentos em Pedrinhas. “As mortes ocorreram nos dias de visita e as vítimas são detentos sem qualquer poder no sistema”, diz o juiz. Martins lembra que desde outubro deste ano as facções em guerra no complexo foram separadas e nenhuma invadiu mais o espaço da outra, o que praticamente elimina a hipótese de conflito interno. A falta de comando entre os presos, aliada a ausência de controle por parte dos órgãos públicos, segundo o juiz, teria gerado um quadro de extremo desrespeito aos direitos humanos: esposas e irmãs de detentos foram obrigadas a manter relações sexuais com outros presos ameaçados de morte. “Não é convencional que o desrespeito aos familiares e as mortes tenham ocorridas em dias de visita, que é data sagrada no sistema. A situação saiu do controle”, afirma o juiz do CNJ. Segundo ele quando o familiar não consegue levar um objeto ilegal ou deixa de cumprir ordens impostas pelos líderes, a pena é “capital” e quem paga é o preso. Segundo o CNJ, três facções dominam o complexo: Anjos da Morte, Primeiro Comando do Maranhão (PCM) e Bonde dos 40, a mais violenta, suspeita de ter ordenado a maioria das mortes para marcar posição no sistema. Douglas Martins disse que a Secretaria de Justiça do Maranhão se comprometeu a adotar medidas para acabar com as visitas íntimas coletivas em Pedrinhas. Mutirões judiciários do CNJ realizados em 2010 e 2011 já haviam alertado o governo maranhense para o risco de recrudescimento da violência em Pedrinhas e sugerido o complexo fosse descentralizado através da construção de unidades prisionais no interior do Estado. [Vasconcelo Quadros - Foto: Clayton Montelles].

AS MORTES OCORREM, MAS A VIDA CONTINUA NA BAHIA

As pessoas precisam entender que, em uma guerra civil, a guerra não se reflete em matança a todos os momentos em todos os lugares. No Afeganistão, morreram 1.300 civis no conflito nos primeiros seis meses deste ano. O número é bem inferior ao total de homicídios na Bahia. Ainda assim, no imaginário de muita gente, Cabul é um açougue de gente. Não é. Mas não sou especialista em Afeganistão. Falarei da Bahia, que conheço bem. Comecemos pela capital baiana. Acontecem assassinatos em quantidade de guerra civil em todos os finais de semanas em Salvador. Ainda assim, os soterapolitanos vão a faculdade, frequentam boates, bares, restaurantes, se casam, fazem piadas, músicas, teatro, assistem novelas, ganham dinheiro e gostam de ir ao cinema e aos ensaios do Olodum e Timbalada. Vi comentários criticando que Wagner não mostra a matança em Salvador nas suas fotos no Instagram. É óbvio que não mostra. Nenhum líder político do mundo faz anti-propaganda. O que você esperaria do líder de um governo ruim como o do PT na Bahia? De qualquer forma, Wagner exibe também propaganda que reflete em parte a situação no Estado. A matança não ocorre o tempo todo em todos os lugares, como escrevi acima. Hoje, em bairros de Salvador, há homicídios quase diariamente. Mas nem toda Salvador está intranquila. Nas praias da Ribeira, Itapoã, Barra e Pituba, o verão anda a toda, ainda mais com a chegada de pessoas de outras partes do país em busca da segurança e da estabilidade da capital baiana, tão propagada na mídia oficial. Dá para ter lazer de norte a sul de Salvador sem correr o menor risco de morrer. Agora, claro, não vá para determinados bairros, principalmente à noite. Portanto, lembrem-se, as mortes na Bahia não ocorrem o tempo todo em todos os lugares. É como a criminalidade no Brasil. Infelizmente, as pessoas se adaptam. E acabam não percebendo que Itabuna é mais perigosa do que Salvador.

A SAUDE ESTÁ DOENTE EM ITABUNA

Itabuna, cidade de convergência regional sulbaiana, com nomes expressivos da medicina nacional como Julio Brito, Henrique Braitt, Gerson Nascimento e grandes contribuições tributárias ao Estado, deveria, quando se trata de saúde pública, ser destacadamente a melhor cidade da região em assistência. Mas quando passamos do discurso à prática, o que impera nesta cidade é o verdadeiro caos. Diariamente, quando se vai a um hospital, os usuários do SUS têm de esperar em geral quatro ou cinco horas, porque o serviço está cada vez pior. A rotina nessas unidades é de poucos médicos e falta constante de medicamentos. Nos postos dos bairros, a rotina é a mesma, não tem médicos especialistas, odontólogos, e serviços especializados são raros. Logo, o que se percebe, quando realizadas pesquisas como a executada pelo próprio governo, é que essas iniciativas são medidas irrisórias dedicadas a fabricar falseamentos e campanhas políticas, ou mesmo mascarar a ineficiência do serviço público brasileiro. Em geral, os gestores, vereadores, não sabem a realidade que as pessoas passam nos diversos órgãos públicos, destacadamente os de saúde. Suas motivações são tão somente garantir suas reeleições, em que não importa a eficácia do serviço. É vexatório os projetos governamentais como o UPA e a tão proclamada assistência especializada pregada pelos últimos governos, que não passam de mentiras deslavadas. Falo isso porque ontem, estando no Posto Medico do bairro da Mangabinha, o atendente, referindo-se ao atendimento em odontologia, destacou que esse não funciona há doze meses por falta de material, e na maioria das demais unidades de Itabuna, não haveria atendimentos pelo mesmo motivo. Outra questão: os médicos não tem material e equipamentos para atuar, se não têm material de atendimento dentário nas unidades de saúde da família? O pronto-atendimento odontológico, pregado pelo governo como prioridade, é motivo de piada, e unidades tão propagadas pelos digníssimos situacionistas, como o Odontocentro, caracterizam-se pela precariedade no atendimento. Solução para essas questões: fazer perguntas a qualquer vereador ligado ao prefeito como “Num caso de precisão, você acredita no serviço público de saúde?” Ou quais os projetos na área seu prefeito propôs e efetivamente funciona? No caso do Hblem, a única solução é: se a pessoa tem condições de pagar um plano, o faça urgentemente. E quanto à saúde em geral, a solução é rezar para não ficar doente.

GEDDEL DEIXA CARGO DE VICE-PRESIDENTE DA CEF

Saiu mesmo. A exoneração de Geddel Vieira Lima do cargo de vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal foi publicada na edição desta sexta-feira, dia 27, do Diário Oficial da União, um dia depois de o peemedebista cobrar mais uma vez sua demissão, desta vez em seu perfil no Twitter. Nesta quinta, dia 26, o pré-candidato do PMDB ao governo da Bahia resolveu apelar para correligionários: disse ter feito um “apelo dramático” ao presidente da Câmara, o deputado Henrique Eduardo Alves, e recorreu também ao senador Roberto Requião, a quem pediu para “cobrar” a demissão. “Mais vale um diretor da Caixa na mão do que um Geddel candidato na Bahia”, respondeu o senador, ainda pelo microblog. Não satisfeito, o governadorável baiano repetiu o pedido, desta vez direcionado à própria presidente Dilma Rousseff. “Cara Presidenta Dilma, por gentileza, determine publicação de minha exoneração [...] cujo pedido já se encontra nas mãos de V. Excia”, escreveu.

MANICURE MORRE APÓS TOMAR CHOQUE EM CHAPINHA DE ALISAR CABELO

Uma manicure morreu ao levar um choque em uma chapinha para alisar cabelo, em Goiânia. Kariny Matias Pires, de 22 anos, foi encontrada na quarta-feira (25) no chão da casa onde morava, por vizinhos, com o aparelho na mão. De acordo com o G1, o perito Geraldo Pereira Armondes afirmou que a mulher levou uma descarga elétrica de 220 volts, provavelmente porque o botão de ligar e desligar do equipamento estava sem a capa de proteção. A chapinha estava ligada. “Com certeza ela levou um choque elétrico, porque continuou o contato do dedo com um fio desencapado do instrumento”, informou o profissional. Dono do imóvel onda a vítima morava, o pastor Zacarias Alves disse que Kariny mudou-se para a residência há menos de um mês, com a mãe e a filha de 7 anos. No entanto, a manicure estava sozinha quando foi encontrada. 

NUMERO DE ESTRADAS PRIVATIZADAS AUMENTOU 81% EM 2013

Em 2013 foram concedidos à iniciativa privada 3,3 mil quilômetros de estradas do país, segundo levantamento divulgado pela Agência Brasil. O número poderá subir para 4,25 mil com o leilão de mais 936,8 quilômetros da BR-040, entre Brasília e Juiz de Fora (MG), previsto para sexta-feira (27). O saldo de concessão do ano chega a 81%. A iniciativa privada também ganhou espaço no setor aeroportuário. Dois aeroportos foram leiloados: o do Galeão, no Rio de Janeiro, e o de Confins, em Belo Horizonte. A concessão do terminal fluminense vai durar 25 anos e o de Minas Gerais, 30. O modelo adotado determina que a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) detenha 49% de participação no grupo. O Programa de Investimentos em Logística (PIL) contabiliza no total cinco concessões aeroportuárias, já que os terminais de Guarulhos e Campinas, em São Paulo, e de Brasília foram concedidos à iniciativa privada em 2012.