31 de agosto de 2014

THIAGO PROVOCARÁ A DERROTA DO PAI FICHA SUJA

Há um adágio revelador para o que pretende o "deputado" ficha suja Geraldo Simões (PT), nestas próximas eleições, com a candidatura do seu parasita primogênito Thiago Feitosa: "Quem quer muito nada tem, e no fim da historia acaba, ficando sem." E se aplica a ele os sete pecados capitais, com predominância à avareza (apego ao dinheiro de forma exagerada, desejo de adquirir bens materiais e de acumular riquezas). O rebento o arrebentará nas urnas. É esta cobiça que o derrotará. E no mesmo barco à pique estará naufrago o seu pupilo. O projeto anterior do Geraldo, era fazer da esposa, Juçara Feitosa, prefeita de Itabuna. Mas o povo itabunense rechaçou a cobiça dele e deflagou duas derrotas humilhante a dita cuja. É óbvio que Juçara não mais ousará se expor ao ridículo de tentar uma nova candidatura. Com o desgaste da esposa, Geraldo passou a investir no filho mais velho. Justamente o mais desequilibrado, desordeiro e irresponsável. Enquanto Geraldo ainda está com sua candidatura sem deferimento da Justiça Eleitoral, por conta de condenações por roubo do dinheiro público (fato que o submete à condição de Ficha Suja), Thiago Feitosa responde em liberdade, processo judicial sob acusação de tentar matar uma família, cujo apartamento ele invadiu na orla de Ilhéus. A vida pregressa do Thiago e a sua candidatura em si, causam estragos insanáveis para as pretensões do pai em se reeleger. Enquanto Geraldo pode viabilizar milhares de votos para Thiago, o vice-versa é de resultado contrário. Thiago deve fazer Geraldo perder milhares de votos. Com sua candidatura, o pai fica impedido de repetir parcerias que o fizeram obter na eleição anterior, mais de 20 mil votos através de Rolemberg e Jota Carlos. E consequentemente acaba sendo condicionado a redobrar esforços e recursos, para si e para o filho. Os deputado federais baianos João Leão e Mário Negromonte foram vitoriosos em serem candidatos e agregarem herdeiros às suas campanhas. Mas eles não eram e nem são bandidos do colarinho branco e nem seus filhos são processados por crime contra a vida e nem são parasitas. 

30 de agosto de 2014

AUGUSTO CASTRO APONTA ABANDONO DE ESTRADAS VICINAIS E CRITICA GOVERNADOR



O deputado estadual Augusto Castro (PSDB) criticou o governador Jaques Wagner (PT), esta tarde, ao apontar a falta de condições de trafegabilidade nas estradas vicinais da região cacaueira do sul da Bahia. Para ele, o chefe do Executivo está inerte às cobranças dos produtores rurais da região que clamam por investimentos e recuperação das vias de escoamento da produção agrícola e pecuária. Augusto Castro foi enfático ao critica o estado de abandono a que estão submetidos os acessos dos povoados e propriedades rurais na região sulbaiana: "O governador parece estar esquecido, ou faz pouco caso da importância das nossas estradas vicinais, para a economia e manutenção de emprego e renda para o povo do campo.” Conforme o deputado, a falta de recuperação e conservação das estradas rurais, tem provocado prejuízos à economia de muitas famílias, que vivem da lavoura e colocado em risco a vida da população que trafega pelas estradas esburacadas, empoeiradas e não sinalizadas. Para ele, a situação é vergonhosa, principalmente para as pessoas que dependem dos trechos para a própria sobrevivência, como é o caso dos produtores rurais, motoristas e estudantes. Augusto Castro acrescenta que o governador precisa acordar do sono profundo e começar a ver a realidade dos municípios do interior sulbaiano, bem como ouvir os anseios da população. "Os buracos, a falta de sinalização e acostamento tem provocado muitos problemas e o povo está angustiado com a atual situação, não aguentando mais ouvir discursos vazios". -  ressaltou Augusto Castro.

DILMA PARTE PARA O ATAQUE CONTRA MARINA

A resposta veio rápido. Em um comício na cidade de Jales, no interior de São Paulo, a presidente-candidata Dilma Rousseff deixou de lado a artilharia contra o PSDB e dirigiu suas críticas a Marina Silva (PSB), seguindo à risca a orientação do PT para centrar fogo na nova rival direta pela disputa ao Palácio do Planalto. "Numa democracia, quem não governa com partidos está flertando com o autoritarismo. No mundo, não há um único lugar em que se governa sem partidos", disse a petista. Filiada ao PSB somente para disputar as eleições, Marina é idealizadora da Rede Sustentabilidade, partido que foi barrado pela Justiça Eleitoral, e crítica das agremiações regidas pelo que chama de "velha política". Uma das linhas de ação traçadas pelo PT é martelar que, se eleita, Marina não terá respaldo dos partidos no Congresso Nacional que hoje apoiam Dilma. Pesquisa Datafolha, divulgada na noite de sexta pela TV Globo apontou crescimento meteórico de Marina, que agora aparece empatada com Dilma na liderança da corrida, ambas com 34% das intenções de votos. O tucano Aécio Neves, que ocupava a segunda posição, agora está em terceiro, com 15%. Na simulação de segundo turno, Marina venceria Dilma com vantagem de dez pontos porcentuais. Sem citar nominalmente Marina, que ontem lançou seu plano de governo, a petista disse que as propostas da adversária são "fundamentalistas, obscurantistas e retrógradas". "Sabe o que acontece com propostas aventureiras, obscurantistas e atrasadas? Elas fazem parte de uma proposta aparentemente avançada, mas que é demagógica e que, sobretudo, não sei a que interesse serve. Por isso fiquem atentos, olho aberto. Vai afetar a vida de todos nós."

A PROVA QUE O PT NÃO QUER SABER DE GERALDO

Terminou a segunda semana do horário político obrigatório da Justiça Eleitoral e somente um deputado federal baiano ainda não apareceu na propaganda de rádio e Tv: Geraldo Simões (PT). O período eleitoral é o momento em que o eleitor tem a chance de conhecer os candidatos e suas propostas e a propaganda de rádio e Tv, é o instrumento mais abrangente, barato e desejado pelos candidatos. Não há quem recuse aparecer no horário de Rádio e Tv. Mas Geraldo está fora. Não apareceu uma só vez na propaganda midiática. Isto comprova que sua influência é insignificante para as decisões do seu partido. Ele não tem força nem para assegurar o que lhe cabe por direito e este fato comprova a ojeriza e menosprezo a que ele está submetido entre os dirigentes petistas. Se ele não tem prestígio para fazer seu partido o inserir na propaganda eleitoral, é óbvio que podemos conjecturar, que também lhe falta autoridade moral para assegurar apoio do PT para o que ele propaga de seus feitos de preponderância nas decisões de mendas parlamentares de bancada. Sua ausência no horário político denuncia que ele não tem prestígio no PT e que o PT está pouco se importando para a considerável perspectiva dele não ser reeleito. Outra explicação para este fato, agrava mais ainda a situação de Geraldo: ele pode estar sendo evitado por sua condição de ficha suja, mascate de emendas e inadimplente da palavra. E nenhum candidato majoritário quer encosto de quem macula e constrange políticos e governantes. Josias Gomes (PT) já apareceu 46 vezes na Tv; José Roberto (PSTU) e Zem Costa (PSOL) e Augusto Castro (PSDB) são campeões de aparições e isto revela que eles possuem prestígio e influênciam decisões em seus respectivos partidos.

STF APROVA AUMENTO DE SALÁRIO DOS PRÓPRIOS MINISTROS PARA R$ 35,9 MIL

Os ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovaram nesta quinta-feira (28) um projeto de lei que reajusta salários dos integrantes da própria Corte para R$ 35.919 válidos para janeiro de 2015. A aprovação foi feita durante sessão administrativa, sem transmissão pela TV Justiça. Atualmente, os integrantes da principal instância jurídica do país recebem R$ 29.462,25 mensais, o que representa diferença de 22% em relação ao valor escolhido. O projeto de lei que aumenta o salário dos magistrados vai agora para o Congresso Nacional Os juízes também já têm remuneração garantida de R$ 30.935 para o próximo ano. Como no Brasil o teto salarial do funcionalismo público é a remuneração dos ministros do STF, se a proposta for aprovada, haverá um efeito cascata, o que garantirá aumentos nos salários de integrantes de toda a Magistratura e dos outros Poderes. Segundo o presidente interino do STF, Ricardo Lewandowski, a proposta, aprovada em poucos minutos, deve atualizar perdas oriundas da inflação do período de 2009 a 2014. Informações do Estadão.

29 de agosto de 2014

AVALIAÇÃO DE DILMA CAI E REJEIÇÃO Á PRESIDENTE É 20% MAIOR QUE A DE MARINA


 Dados da pesquisa Datafolha divulgados na noite desta sexta-feira (29) apontam que a avaliação da gestão da presidente Dilma Rousseff (PT) caiu de 38% para 35%. A queda dos entrevistados que consideraram a administração da petista ótima/ bom foi idêntica ao crescimento daqueles consideram a gestão ruim ou péssimo. Na pesquisa anterior, realizada nos dias 14 e 15 de agosto, 23% avaliavam negativamente a petista, número que atingiu os 26% no levantamento realizado nos dias 28 e 29 de agosto. O percentual daqueles que consideram a administração de Dilma regular caiu 1%, de 39% para 38% na nova pesquisa. Apenas 1% não soube responder. A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 5,9 – 0,1 a menos que no levantamento anterior. O Datafolha mediu ainda o índice de rejeição aos candidatos à Presidência da República. A atual moradora do Palácio do Planalto lidera com 35% de rejeição, seguida por Pastor Everaldo, com 23%, e Aécio Neves, com 22% de rejeição. A candidata do PSB, Marina Silva, que substituiu Eduardo Campos, apresenta 15% de rejeição, à frente apenas de Eduardo Jorge 14% e Mauro Iasi 14%. Zé Maria, com 18%, Eymael e Levy Fidelix, com 17%, Rui Costa Pimenta, 16%, e Luciana Genro, 15%, completam a lista. Foram entrevistados 2.874 eleitores e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob nº BR-00438/2014. O índice de confiança é de 95%. Por Fernando Duarte.

MARINA JÁ ESTÁ COM 10 PONTOS À FRENTE DE DILMA NO SEGUNDO TURNO

Pesquisa Datafolha divulgada hoje (29) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) e a candidata Marina Silva (PSB) empatadas no primeiro turno das eleições presidenciais. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, Aécio Neves (PSDB) aparece com 15% das intenções. A pesquisa foi encomendada pela Rede Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. Na pesquisa anterior, divulgada no dia 18, Dilma tinha 36% das intenções de voto, Marina, 21%; e Aécio, 20%. O candidato Pastor Everaldo (PSC) aparece com 2% das intenções na sondagem divulgada hoje. Os demais candidatos: Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) têm juntos 1%. Votos nulos ou brancos somam 7% e são também 7% os indecisos. SEGUNDO TURNO - De acordo com a pesquisa, na simulação de um segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PSB alcançaria 50%, contra 40% da atual presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma 43%. Já em um confronto entre Dilma e Aécio, o tucano perderia por 48% a 40%. O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio. Em pesquisa espontânea, quando se pergunta a intenção de voto do eleitor sem mostrar a lista com os nomes dos candidatos, Dilma tem 27% das intenções de voto, Marina chega a 22% e Aécio tem 10%. O número de eleitores indecisos chega a 32% e os que votariam branco ou nulo são 3%. Dilma tem 35% de rejeição, Pastor Everaldo, 23%; Aécio, 22%; Zé Maria, 18%; Eymael, 17%; Levy Fidelix, 17%; Rui Costa Pimenta, 16%; Luciana Genro, 15%; Marina Silva, 15%; Eduardo Jorge, 14%; e Mauro Iasi, 14%.

MARINA PROMETE PRESENÇA MENOR DO ESTADO NA ECONOMIA

O programa de governo da candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva, prevê uma menor presença do Estado na economia, criando condições para elevar a participação do capital privado nos investimentos. "A situação das finanças públicas e a rigidez do orçamento tornam imprescindível que deixemos de lado a prepotência e o dirigismo para criar as condições necessárias à atração de capital privado", diz trecho do documento de 124 páginas divulgado nesta sexta-feira. Nesse sentido, o programa apresentado por Marina, que foi elaborado quando Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo neste mês, ainda era o presidenciável do PSB, indica que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) terá um papel menor na economia no caso de vitória da ex-senadora. "Acesso a recursos subsidiados pelo Tesouro Nacional, por meio dos bancos públicos, não pode ser o fator principal de sucesso das nossas empresas", diz o texto. Em duras críticas à gestão da atual presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição, o programa de Marina promete que seu "governo deixará de ser controlador para tornar-se servidor dos cidadãos". "Deixará de ver o setor público como um fim em si mesmo e como algo superior, quase como o criador da sociedade. O Estado tem de servir à sociedade, e não dela se servir. Ou seja, inverteremos uma lógica dominante nos últimos quatro anos. Partimos do pressuposto de que a sociedade criou o Estado e o governo para servi-la." Ainda na questão do crédito, o programa de Marina aponta que um governo seu buscaria reduzir o domínio dos estatais Banco do Brasil na oferta de empréstimos ao setor agrícola e Caixa Econômica Federal no crédito imobiliário. "Os subsídios ao crédito agropecuário e aos programas de habitação popular deverão continuar, mas com maior participação dos bancos privados." As informações são da Reuters.

MOTOCICLETAS CAUSAM 74% DAS VÍTIMAS DE TRÂNSITO NO PAÍS

No primeiro trimestre de 2014 a motocicleta representou 74% das indenizações do DPVAT-Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, e a região Nordeste foi responsável por 33% das indenizações desta natureza. Segundo dados divulgados pela Seguradora Líder, responsável pela administração do seguro. O artigo 54 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece regras de conduta e circulação que visam inibir estes tipos de acidentes, porém, atitudes negligentes dos condutores tem contribuído para o aumento desta estatística. De acordo com o inciso I do artigo 54 do CTB, os condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores só podem circular nas vias utilizando capacete de segurança, com viseira ou óculos protetores, incluindo também o passageiro. Para quem infringe esta regra, o art. 244 do CTB, determina infração de natureza gravíssima, que incide 7 pontos na carteira, e multa no valor de R$ 191, 54, além de recolhimento da CNH e suspensão do direito de dirigir. Este artigo também estabelece normas em relação aos utensílios utilizados pelos motociclistas, sendo que o capacete, precisa ser devidamente certificado pelo Inmetro, e proteger toda a cabeça (sendo proibido, portanto, aqueles que cubram apenas a parte superior); a viseira deve ser transparente, sem película, sendo permitida a escurecida originalmente de fábrica apenas para uso diurno; e na falta da viseira, óculos protetores específicos para o motociclismo, que protegem inclusive a lateral dos olhos, sendo assim proibido óculos de grau, de sol ou de proteção individual (EPI). Outra norma abordada no artigo é: segurar o guidom do veículo com as duas mãos (salvo eventualmente para indicação de manobras); para a falta desta prática, o inciso VII do art. 244, estabelece infração de natureza grave, atribuindo 5 pontos na carteira, e multa no valor de R$ 127,69 e apreensão do veículo. Uma questão que poucos condutores se preocupam, também citada no artigo, se refere ao uso de vestuário de proteção. Apesar de o código de trânsito estabelecer esta regra, o vestuário adequado para estes tipos de condutores ainda não é regulamentado. A única exceção que gera penalidade se refere ao uso de calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais, sendo esta infração de natureza média, gerando 4 pontos na CNH, e multa de R$ 85,13. Já no caso dos profissionais de mototáxi e motofrete, o uso do colete de segurança dotado de dispositivos retrorreflexivos é obrigatório, sendo de acordo com artigo 5º, inciso IV, da Resolução Contran n° 356/10, a infração considerada de natureza grave, com retenção do veículo e multa 191,54. (Tribuna da Bahia).

CENÁRIO BAIANO MUDOU POUCO NAS PESQUISAS

Dizem os petistas que, a julgar pelo Ibope (que eles se recusam a comentar), Rui Costa cresceu 7% e pelo Babesp, ou DataNilo (o confiável para eles), 5% com apenas cinco programas eleitorais. Em suma, tudo bem, ao que dizem. Também vai tudo bem do ponto de vista dos aliados de Paulo Souto. Entre eles, a palavra de ordem: vitória no primeiro turno. Se assim o é, os dois lados vislumbram que, com duas semanas de propaganda eleitoral, está tudo dentro das suas expectativas. Mas será que está mesmo? O PT vislumbra repetir agora com Rui Costa o caso de 2006, quando Jaques Wagner começou bem atrás e chegou na frente. São cenários diferentes. Naquele ano, Lula era um presidente bem avaliado, e Paulo Souto, representante de um grupo, o carlismo, saturado. Agora, Dilma não está tão bem avaliada e a fadiga de material está com o PT. Há outro ingrediente. Tradicionalmente a questão federal influencia a estadual. Até agora, nada se notou. Mas os petistas, que antes falavam em vitória no primeiro turno, finalmente botaram o pé no chão. Dizem que o jogo apenas está começando. Na real, já começou, e eles estão em desvantagem. Mas que ainda há muita bola para rolar, há. Por Levi Vasconcelos

HOMEM MATA ASSASSINO DOS FILHOS E É INOCENTADO NOS EUA

O americano David Barajas, de 32 anos, que respondia a um processo por matar a tiros um homem bêbado que atropelou seus dois filhos, foi inocentado pleo tribunal de júri do Texas, nos Estados Unidos. Na época, as duas crianças não resistiram aos ferimentos e morreram. De acordo com a revista americana Time, Barajas estava acompanhado dos seus filhos de 11 e 12 anos enquanto empurrava seu caminhão quebrado até o acostamento de uma estrada, quando um carro desgovernado dirigido por Jose Banda atropelou as crianças. Os dois morreram na hora. Transtornado com a perda dos filhos e com o fato de Banda estar bêbado, o pai das crianças foi para casa, pegou uma arma, voltou ao local e assassinou o homem que tirou a vida dos seus filhos. Como não havia nenhuma testemunha no momento em que o pai matou o assassino dos filhos e arma do crime nunca foi encontrada, a Justiça determinou que, por falta de provas, o pai não poderia ser acusado. Barajas e sua esposa ficaram muito emocionados ao ouvirem a decisão judicial.

JOVEM LEVA MURRO NO ROSTO APÓS PEDIR A HOMEM QUE PARE DE APALPÁ-LA

Uma jovem agredida no rosto durante um festival em Londres utilizou as redes sociais para denunciar a agressão após ter pedido para um homem que a apalvava parasse. Mary Brandon, 22 anos, publicou sua foto no Facebook com curativos no nariz e o olho inchado depois de ter levado um murro, segundo o jornal inglês The Independent. "Nós estavamos no meio da multidão [...] então eu senti a mão dele me agarrando [...] Quando eu pedi que ele parasse, ele fez de novo”, contou Brandon em um depoimento no Facebook. “Eu o afastei, exercendo meu direito de pedir a um homem que não toque meu corpo sem permissão, então ele me deu um soco no rosto”. A jovem ficou internada por cerca de nove horas para passar por tratamento médico. Nas redes sociais, a jovem recebeu apoio de amigos e de internautas que se sensibilizaram com a estudante.

PT SE MOBILIZA PARA ATACAR MARINA NAS REDES SOCIAIS

Por conta do crescimento de Marina Silva (PSB) as pesquisas de intenções de voto para a Presidência da República, o comitê de campanha de Dilma Rousseff (PT) reuniu a cúpula do segundo escalão do governo federal para montar uma operação de mobilização nos Estados e de defesa da presidente nas redes sociais, ambiente mais simpático à candidata do PSB. Os presentes, cerca de 100 assessores de ministérios e estatais comandados por PT, PMDB, PP, PR, PSD, PDT, Pros e PCdoB, foram orientados a fazer pelo menos um evento político por semana, fora do horário de trabalho, para "defender o projeto político" do governo Dilma Rousseff. "A ordem é trabalhar pela vitória da Dilma, com os assessores se distribuindo em viagens pelos Estados", afirmou um dos participantes. Durante a reunião, os assessores foram informados que as despesas nestes eventos serão bancadas pelo PT. Informações da Folha de S. Paulo.

BAIANO QUER SER SENADOR PARA PROPOR A EXTINÇÃO DO SENADO

Candidato a senador pelo PSOL, o professor Hamilton Assis disse que, se for eleito, irá propor a extinção do Senado Federal. Em entrevista à rádio CBN Salvador, o postulante afirmou que uma de suas principais ideias é promover a fusão entre Câmara e Senado. “Não acho que seja um contrassenso de minha parte. Deputados e senadores podem trabalhar juntos, em um mesmo espaço. Para isso, preciso me eleger e propor essa iniciativa. Tenho certeza que nenhum dos que lá estão tem interesse em adotar essa medida”, explanou. O socialista criticou as atuais administrações federal e estadual, dizendo que o Partido dos Trabalhadores, do qual é dissidente, rompeu o compromisso com o trabalhador brasileiro. “Assim que chegou ao poder, Lula fez logo a reforma da previdência, que acabou com inúmeros direitos dos trabalhadores. De lá pra cá, a situação só piorou. Na Bahia, o mesmo programa neoliberal se instalou desde 2006 de forma avassaladora. Não é à toa que professores e policiais dizem ‘não’ à política adotada por Wagner”, disse. Outro tema discutido pelo candidato foi a questão da redução da maioridade penal, contra a qual pretende lutar. Hamilton Assis comprometeu-se a levar ao Congresso projetos de investimento em educação pública, com o intuito de resolver, a longo prazo, problemas sociais como a falta de segurança.  “Não adianta pensarmos de forma imediata em relação a este assunto. Reduzir a maioridade penal ou aderir à pena de morte só vai contribuir para dizimar ainda mais a população pobre e negra, que historicamente é órfã de oportunidades”, disse.  

LÍDICE DIZ QUE RUI COSTA É O INIMIGO NÚMERO UM DO FUNCIONALISMO

No segundo bloco do primeiro debate entre os candidatos à governador da Bahia, realizado pela TV Bandeirantes os candidatos Lídice da Matta e Rui Costa trocaram acusações, com a candidata do PSB sendo agressiva em relação ao candidato do PT. Lidice fez a pergunta a Rui Costa, dizendo que na sua propaganda ele diz que faz tudo, Ferrovia, Metrô e muitas mais coisas, mas que não entende como ele fez tudo isso e só ocupou dois cargos no governo, ambos de articulação política. Acusou também o candidato do PT de ser o inimigo público número 1 do funcionalismo público e comandar as negociações que levaram a duas greves. Rui Costa reconheceu que era o negociador, mas que após 2012 deixou essa função  e reafirmou que tirou do papel a Ferrovia Oeste Leste, o metrô, as obras de mobilidade urbanas e muitas outras. Dando corda às críticas da candidata do PSB, Rui Costa lhe perguntou qual o seu programa para a segurança hídrica. Lídice denunciou a situação crítica do Rio São Francisco que, segundo ela, está perdendo água e propôs que o governo federal faça o Eixo Sul da Transposição, levando água ao Rio. Quando Rui afirmou que também propunha o Eixo Sul, Lídice foi agressiva e  disse que ele tem prometido hidrovias que não pode fazer pois o Rio São Francisco está perdendo água e perguntou:  “se o candidato não construiu as barragens prometidas pelo próprio governo, como promete fazer o Eixo Sul que é uma obra do governo federal”?

CÂMARA PAGA ATÉ CANAL PORNÔ PARA DEPUTADOS

Além de um salário de quase R$ 27 mil, auxílio alimentação, transporte, moradia, verba de gabinete e todas as regalias que um deputado federal já possui, outro serviço é pago com dinheiro público: TV por assinatura, para equipamentos nos gabinete e até nas residências. Mas, alguns parlamentares aproveitaram para contratar um serviço adicional ao pacote. Eles estão sendo ‘beneficiados’ com canais eróticos. Em levantamento realizado pelo site Congresso em Foco, que obteve acesso às faturas se serviço da empresa Sky, pelo menos três federais utilizam o serviço através da verba multiuso, conhecida como ‘cotão’ para pagamento de inúmeras despesas, principalmente passagens aéreas, combustíveis e aluguel de veículos. Com essa cota, a Câmara e o Senado gastam por ano cerca de R$ 253 milhões. Renato Molling (PP-RS) contratou o serviço “combo” da Sky, que oferece mais de cem canais e outros 34 itens opcionais em alta definição. No pacote de Renato, coube ainda o serviço de transmissão do futebol brasileiro (“Brasileirão série A ou B + 1 campeonato estadual”) e a “Sex Zone HD”, uma zona digital dedicada a filmes, programas e demais atrações pornográficas. Renato diz não ter ideia do que há em seu serviço de TV por assinatura.

CANDIDATOS TROCAM ACUSAÇÕES NO PRIMEIRO DEBATE NA BAHIA

O primeiro debate entre os candidatos à governador da Bahia, realizado pela TV Bandeirantes teve de tudo. Enquanto os candidatos Lídice da Matta e Rui Costa trocaram acusações, o candidato Paulo Souto foi o alvo preferido de Rui Costa e Marcos Mendes, que terminou como a grande estrela do debate, atacando a tudo e a todos. Souto centrou suas baterias contra o candidato do PT e pontuou nas questões de segurança, afirmando, com certo exagero, que existe um verdadeiro holocausto na Bahia com 37 mil mortos por conta da violência. Criticou fortemente também a questão da saúde e o famigerado processo de regulação que está matando as pessoas por falta de internação. E foi incisivo também questionando o atraso de obras como  a Ferrovia Oeste Leste que, segundo ele, está atrasada em cinco anos e obras que não começam nunca, como o Porto Sul. No segundo bloco o candidato do PSOL, Marcos Mendes,  acusou o candidato Paulo Souto de mentir dizendo que construiu o Hospital Dantas Bião, que havia sido construído há 60 anos. O candidato do Dem pediu direito de resposta, que foi concedido, para que ele pudesse explicar que  efetivamente o hospital Dantas Bião que já existia, mas que seu governo o havia recebido destruído, que o hospital estava no chão e que realmente construiu ele de novo. Mas no terceiro bloco esse foi o mote de Rui Costa, que perguntou a  Paulo Souto quem havia deixado para ele o hospital, referindo-se ao seu antecessor Antônio Carlos Magalhães, embora tenha se atrapalhado ao citar os nomes. Depois Rui acusou Souto de ter deixado o governo sem projetos e não ter levado projetos para o governo federal. Disse também, questionando a forte critica que Souto havia feito à Saúde na Bahia, que quando Wagner assumiu havia 300 UTI no Estado e que hoje existem 900 UTI, sendo 600 construidas pelo atual governo. Souto rebateu afirmando que todos os projetos que o PT fez estavam no Pelt – Plano Estadual de Logística e que disse que Wagner só pode fazer as estradas que fez porque seu governo deixou um empréstimo negociado com o Banco Mundial no valor de 180 milhões de dólares.  E que foi o governo Wagner que fez a Bahia cair de 6o para oitavo lugar no ranking do PIB e para 13o lugar em competitividade. 

28 de agosto de 2014

ELIANA CALMON DIZ QUE O SUL DA BAHIA QUER SE SEPARAR POR CAUSA DE ABANDONO

Eliana Calmon, candidata ao senado federal pelo PSB, afirmou que a região sul da Bahia pensa em separatismo, “O sul da Bahia está numa situação alarmante, eles estão desprezados e falando em separatismo, porque existe uma corrupção muito grande, grilagem de terra, problema com índio. Parece que o governo não ocupa todo o território”, disse. Para a candidata da coligação “Coragem para Mudar a Bahia”, a violência e os problemas com as rodovias são uma das mazelas mais marcantes. “As rodovias estão sucateadas, o povo anda amedrontado por conta da violência e a infraestrutura é deficiente. Em Porto Seguro, vi esgoto a céu aberto, escolas desativadas e postos de saúde cobertos pelo matagal. A história se repete no oeste e é ainda mais assustadora no semiárido”, afirmou.

ITABUNENSE REPRESENTARÁ ITABUNA EM COMPETIÇÃO NACIONAL DE NATAÇÃO

A atleta itabunense Maruse Dantas, será a representante da Bahia no XXI Campeonato Norte, Nordeste e Centro-Oeste Máster de Natação. Ela vai competir nas categorias Livre (400 m), Medley (200 m em revezamento de quatro) e Borboleta (100 m). O evento acontecerá no Náutico Atlético Cearense, na capital Fortaleza. Maruse é membro da Associação dos Nadadores Máster da Bahia-ANMBA e dirigente esportiva, presidindo em novo mandato a Associação Atlética Banco do Brasil de Itabuna-AABB. Maruse Dantas vai competir nas piscinas olímpicas cearenses acompanhaa com nadadores da equipe Cavalo Marinho, de Salvador, que está entre as favoritas para trazer mais medalhas para a coleção dos baianos. O XXI Campeonato Norte, Nordeste e Centro-Oeste Máster de Natação acontece nos dias 6 e 7 de setembro. Imediatamente antes, do dia 2 ao dia 5, Maruse Dantas estará em Brasília participando de um grupo temático sobre comunicação e relações institucionais. E marcará presença também no evento “Repensando Estrategicamente o Banco do Brasil”, da série Seminários ANABB, associação representativa dos funcionários do banco em todo o País. Maruse Dantas é referência de mulher guerreira, vitoriosa e que muito orgulha o itabunense, por sua história de resistência e conquistas, que dignificam e destacam Itabuna, no cenário da natação brasileira. 

MULHER É EXPULSA DE CASA PELO MARIDO, APÓS FOTOS SENSUAIS

A candidata baiana do Miss Bumbum Brasil de 2014 revelou que está passando por um momento difícil na vida pessoal. Yara Muniz confessou que foi expulsa de casa pelo marido após postar fotos ousadas no Facebook e Instagram. "Estou desesperada. Amo ele demais", disse a comerciante de 27 anos em entrevista ao site Ego. Seguindo o conselho de uma amiga, Yara postou fotos mais sensuais nas redes com o objetivo de conquistar mais votos na competição. "Fiz umas fotos caseiras, de biquíni mesmo. Em um só dia uma delas teve mais de 300 curtidas", relata a baiana natural de Eunápolis. "Só que foi burrada minha, eu sei. Pensei que meu marido não iria ver e se visse iria entender". Por conta da atitude do marido, a miss está dormindo no chão da sua loja de roupas, em São Paulo. Yara, que é casada há cinco anos com um engenheiro, garante que está sofrendo com a atitude do companheiro. Ele ficou dois dias sem falar com ela antes de colocá-la para fora. "Se eu desistir do concurso tenho que pagar uma multa de R$ 30 mil prevista em contrato. Não tenho como arcar com isso", disse a comerciante para o Ego. "Posso vender meu carro, mas sem a garantia de que meu marido ficará comigo. E também não acho certo desistir de um sonho. Não estou fazendo nada de errado. Não sou uma vagabunda", se defende. O problema começou realmente depois que o marido dela viu fotos nuas de outras participantes na internet. Inicialmente, ele não quis deixar que Yara participasse, mas voltou atrás depois que a baiana garantiu que não faria nada para o envergonhar. Os ciúmes, no entanto, foram aumentando com o passar da competição. A miss disse que já tirou as fotos das redes sociais, e que só consegue chorar depois da separação. "Fui até convidada para ser destaque de uma escola de samba. Não é justo abir mão de tudo isso. Mas amar é uma droga. Já fiz de tudo para ele me ouvir. Ele nem olha na minha cara, não quero acreditar que acabou", lamentou.

GEDDEL VIEIRA DIZ QUE FALTA COMPETÊNCIA AO PT PARA GOVERNADOR

O candidato ao Senado Federal Geddel Vieira Lima (PMDB) não teve papas na língua ao falar sobre o governo de Jaques Wagner (PT). Em entrevista ao programa “Band Eleições”, exibido pela TV Band Bahia, o postulante declarou que o Partido dos Trabalhadores não possui competência para governar e que a situação na Bahia, em vários aspectos, está muito pior em 2014 do que em 2010. “A presidente Dilma está deixando escapar aspectos positivos para crescimento nacional. Temos o aumento da inflação e propostas que nunca saem do papel. O país está indo mal e meu dever é buscar alternância do poder”, disse. Questionado sobre a área de segurança pública, um dos assuntos mais frágeis nessas eleições, o peemedebista prometeu que, caso seja eleito, lutará para fortalecer o setor epara atualizar o Código Penal. Segundo ele, será necessário construir mais presídios, já que os complexos prisionais existentes enfrentam problemas como a superlotação. “Já existe um projeto em Brasília desde 2011 e chegarei na tentativa de fazer um código ainda mais duro e trabalhar para que a justiça seja mais ágil e rápida”, disse. Geddel ainda apontou a necessidade de se empreender um policiamento mais efetivo, com equipamentos mais modernos. Quando a conversa foi na direção da saúde pública, Geddel foi ácido ao dizer que, no interior, as pessoas precisam contar com a sorte para continuar vivas. Para o candidato, uma das formas de mudar esse quadro é buscar valorizar os médicos, ajudando a aprovar a carreira nacional dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS). “A saúde na Bahia está virando uma chaga. No interior a sorte é que define quem pode continuar vivo. Isto precisa mudar”, disse. Por Guilherme Reis.

IRMÃS SÃO ESTUPRADAS E ASSASSINATOS APÓS SAÍREM DE BOATE


A polícia do Rio de Janeiro investiga o estupro e assassinato das irmãs Ariane Oliveira de Souza, 19 anos, e Jéssica Oliveira de Souza, 22 anos. Os corpos das irmãs foram encontrados abraçados, com marcas de tiros e sinais de estupro, em um matagal na favela de Gogó da Ema, na Baixada Fluminense, na segunda-feira (25), segundo o jornal O Dia. Segundo testemunhas, elas foram vistas pela última vez ao serem abordadas por três homens no último domingo (24), na saída de uma casa noturna Rio Sampa. A polícia tenta identificar os três homens vistos com as irmãs na saída da boate. Funcionários e clientes também estão sendo chamados para depor. Os corpos das irmãs foram sepultados juntas, na segunda, no Cemitério de Belford Roxo. 

IBOPE: SOUTO 44%, RUI 155 E LÍDICE 9%

Nesta quarta-feira (27/08), foram divulgados os números da mais recente pesquisa Ibope/TV Bahia. Paulo Souto (DEM), continua na liderança com 44% das intenções de voto, Lídice da Mata (PSB) caiu de 11% para 9%, enquanto Rui Costa (PT), subiu de 8% para 15%. Da Luz (PRTB) e Renata Mallet (PSTU) obtiveram 1% cada um. Marcos Mendes (PSOL), que tinha 1%, não pontuou desta vez. Brancos e nulos reduziram de 18% para 16% e os indecisos reduziram de 17% para 14%. O candidato com maior rejeição é Da Luz, com 21%. Lídice e Souto estão empatados com 20%; Rui Costa vem logo em seguida com 17%; Mendes e Renata Mallet também tem o mesmo índice, com 15%; 10% não rejeitam nenhum concorrente e 32% não souberam ou não opinaram. Em uma simulação de segundo turno com os candidatos que pontuaram mais que 10% na pesquisa anterior, Paulo Souto vence com 49% e Lídice aparece com 17% da preferência do eleitor. Brancos e nulos representam 18% e indecisos, 16%. O levantamento também apurou a opinião dos eleitores sobre o governo de Jaques Wagner: 5% consideraram ótimo; 26% classificaram como bom; 38%, regular e 12% ruim. A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de agosto. Foram entrevistados 1.008 eleitores em 59 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro. A amostragem foi registrada no último dia 22 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA-00013/2014.

27 de agosto de 2014

DOENÇAS MENTAIS SÃO DIAGNOSTICADAS EM 164 POLICIAIS BAIANOS NOS ÚLTIMOS 2 ANOS

Estresse diário, risco de morte, desgastes físico e mental, responsabilidade de representar o estado, preservar a ordem pública e combater a violência, cobrança da sociedade, entre outros fatores, fazem da atividade policial ser uma das profissões mais estressantes.Alguns estudos revelam que dentre as 149 profissões estudadas apenas 10 excediam a Policial em doenças do coração, diabetes, insônia, suicídio e outras relacionadas com o estresse.Na Bahia, conforme a Polícia Militar, houve, no ano de 2010, um total de 102 policiais militares diagnosticados com problemas de doença mental. Em 2013 foram registrados 62 PMs com o mesmo diagnóstico.Segundo a corporação, “os policiais militares com problemas de saúde podem ser afastados da atividade operacional e cumprir expediente administrativo ou, a depender da situação, de qualquer tipo de serviço da corporação (administrativo ou operacional)”, explica.

PAULO SOUTO PROPÕE AÇÕES PARA COMBATER VIOLÊNCIA NO INTERIOR

“Vamos acabar com esta história de bandido aterrorizar as cidades do interior com explosões de bancos, deixando em pânico a população”, afirmou o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, em comício para milhares de pessoas, na noite desse domingo (25), em Macaúbas, município da Chapada Diamantina, que, em maio deste ano, foi alvo de ações criminosas a agências do Bradesco e Banco do Brasil, estando sem serviço bancário. “Se o Banco do Brasil, que é estatal, até hoje não reabriu sua agência de Macaúbas, destruída no último assalto, é porque falta segurança pública. E o problema não é só de Macaúbas, mas de toda a Bahia, onde já ocorreram 146 explosões de bancos este ano”, observou Paulo Souto, ao lado dos companheiros de chapa Joaci Góes (vice) e Geddel Vieira Lima (senador), além do ex-prefeito da cidade Sebastião Nunes, do presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia e dos deputado federais Lúcio Vieira Lima e Colbert Martins, e estadual Pedro Tavares. Para Paulo Souto, os investimentos ditos pelo atual governo petista em segurança pública só resolveram na propaganda o grave problema da escalada da violência no estado. “Na realidade, todos os índices de criminalidade cresceram exponencialmente, não foram só os assaltos a bancos. A média anual de homicídios cresceu 96%, passando de 2,6 mil, até 2006, para 5,1 mil homicídios a partir de 2007. Na gestão de Jaques Wagner, 37 mil baianos foram assassinados. Se fosse mantida a média anterior, 20 mil vidas teriam sido poupadas”. Além de investimento em tecnologia e inteligência, o candidato oposicionista a governador propôs medidas operacionais para reverter o quadro da crescente violência no estado, como aumentar e distribuir melhor o contingente policial. A descentralização do Grupamento Aéreo, com a implantação de unidades no interior, também foi proposta por Paulo Souto, no caso de eleito, para combater a criminalidade. “É preciso ter uma força de reação contra os assaltos a bancos, que deixam as cidades do interior completamente rendidas quando ocorrem. Por isso, vou doar à Polícia Militar o helicóptero que o atual governador usa para se transportar do Palácio de Ondina para a Governadoria. A aeronave será muito mais útil assim ao povo baiano”, afirmou Paulo Souto.

IBOPE: DILMA TEM 34%; MARINA, 29%; AÉCIO, 19%

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) mostra a ex-senadora Marina Silva (PSB) em segundo lugar na corrida presidencial, com 29% das intenções de voto. É a primeira pesquisa que o instituto faz depois da morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e da definição de Marina como candidata a presidente pelo partido. Também é o primeiro levantamento feito após o início do horário eleitoral gratuito na TV e no rádio. Os candidatos fazem hoje o primeiro debate presidencial. O encontro acontecerá às 22h, na Band. A presidente Dilma Rousseff (PT), que busca a reeleição, lidera a disputa, com 34%. O senador Aécio Neves (MG), candidato pelo PSDB, caiu do segundo para o terceiro lugar e tem 19%. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O resultado reforça a tendência verificada pela pesquisa Datafolha divulgada em 18 de agosto. No levantamento da semana passada, Marina já aparecia numericamente à frente de Aécio, com 21% contra 20%, mas havia empate técnico entre os dois, levando em consideração a margem de erro. Na pesquisa Ibope divulgada hoje, o pastor Everaldo Pereira, candidato pelo PSC, e Luciana Genro, do PSOL, estão com 1%. Somados, os outros candidatos têm 1%. A proporção de eleitores dispostos a votar em branco ou anular é de 7%. Os indecisos representam 8%. Na última pesquisa Ibope, divulgada em 7 de agosto, Dilma aparecia com 38%, Aécio tinha 23% e Eduardo Campos, então candidato do PSB, estava com 9%. O Ibope testou dois cenários de segundo turno. Em uma eventual disputa entre Dilma e Marina, a candidata do PSB aparece à frente, com 45%, contra 36% da petista. No outro cenário, Dilma lidera com 41% contra 35% de Aécio. O Ibope também mediu a rejeição aos candidatos. A presidente Dilma é a mais rejeitada. A proporção de eleitores que dizem não votar na petista de jeito nenhum é de 36%. Marina é rejeitada por somente 10%; e Aécio, por 18%. O instituto entrevistou 2506 pessoas entre os dias 23 e 26 de agosto. Contratada pela Rede Globo, a pesquisa foi registrada no TSE com o número BR-00428/2014. 

INSANIDADE CANINA

Criavam cachorros. Os vizinhos davam-se bem, os cachorros nem tanto. Disputavam quem latia mais alto... Eram cães de guarda enormes. Feras temidas em toda redondeza. Foram treinados para matar. Os donos os amavam quase como filhos. Quando estavam em casa, eles (cães) lhes faziam companhia, assistiam à TV juntos, os animais viravam dois gatinhos dengosos quando eram acariciados. Cenas que emocionavam os corações mais duros. Um dia (há sempre um dia) as feras se encontraram e se engalfinharam em luta mortal. Duelo de titãs. Um dos donos chegou em casa quando já existia um morto e outro razoavelmente machucado. Resolveu ligar para o vizinho. “Meu amigo, estou arrasado. Na verdade é um dos dias mais tristes da minha vida. Não sei como lhe dar a notícia... O meu cachorro acaba de matar o seu cachorro...” A resposta do amigo foi dura: “Vou para casa agora mesmo. Vou descarregar minha automática na cara desse fdp. Não admitirei sua interferência, se você tentar, entra também no pacote do revide.” – Companheiro vizinho, desculpe, você não entendeu. O SEU cachorro matou o MEU cachorro... – Ah! cara, que susto você me deu. Desculpe aí o meu rompante... Você sabe... Esses nossos cães, apesar de amados, são irracionais, instintivos, viviam marcando território... Qualquer hora iria acontecer isso. Me diga, o meu cãozinho está muito ferido? Seu cachorro não era fraco, hein? Lindo, lindo demais. Uma pena... Posso ajudar em alguma coisa? Na luta insana entre palestinos e judeus, luta por espaços, de cachorros grandes, os palestinos, menos equipados estão levando a pior. No lado palestino, só civis. O Hamas não tem exército. Toda morte é civil. No lado judeu, poucos civis, apesar de toneladas de bombas enviadas. Interceptadas no ar, viram fogos de artifício. A queda do avião do candidato Eduardo Campos poderia ensejar exercícios de maldosas especulações. Foi assim no acidente que derrubou o avião do Castelo Branco... Na queda do avião do Marcos Freire não faltaram acusações responsabilizando a ditadura militar... Ainda hoje rendem dividendos a quem suspeitar das mortes de Juscelino, Lacerda e João Goulart... Sobre Celso Daniel, petistas mantêm silêncio tumular. Quando as pessoas condenam o massacre judeu, são curtidas no facebook. Quando incluem a derrubada do avião civil por separatistas ucranianos, já não merecem ser curtidas. Patrulhamento é fogo.

26 de agosto de 2014

NOVA PESQUISA EXCLUI RUI DE CENÁRIO DO SEGUNDO TURNO

A terceira pesquisa Ibope/TV Bahia sobre a sucessão estadual que será divulgada nesta quarta-feira, dia 27, só apresenta como cenário para um eventual segundo turno no Estado uma hipotética disputa entre os candidatos do PSB, Lídice da Mata, e Paulo Souto, do DEM, excluindo do páreo o candidato do PT, Rui Costa. É o que se deduz da pergunta de número seis do questionário. “E se a eleição para Governador da Bahia tiver um SEGUNDO TURNO, em quem o(a) sr(a) votaria se tivesse que escolher entre: (LEIA ALTERNATIVAS 1 E 2 – FAÇA RODÍZIO A CADA ENTREVISTA) 1 ( ) Lidice da Mata 2 ( ) Paulo Souto 7 ( ) Nenhum/ Branco/ Nulo 8 ( ) Não sabe 9 ( ) Não respondeu”, é a questão apresentada aos entrevistados. Nos dois levantamentos anteriores (de julho e maio), Lídice e Souto aparecem com os mesmos percentuais em segundo e primeiro lugar, respectivamente. Souto tem 42% e Lídice, 11%, enquanto Rui surge com 8%, um ponto a menos que no levantamento anterior, de maio. A sondagem foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número BA-00013/2014 e está sendo realizada desde o último dia 23 até a data da divulgação pela emissora. Ao todo, 1008 pessoas serão entrevistadas. A pergunta sobre o segundo turno é a sexta de um questionário com 15 questões. A pesquisa foi contratada ao Ibope pela TV Bahia ao custo de R$ 62.324,64. Uma outra pesquisa foi registrada no TRE sobre a sucessão estadual. Ela pertence ao Instituto Sensus. São mil entrevistas em sete regiões, abrangendo 56 municípios, entre os dias 25 e 28 de agosto. O Sensus não informou a data de divulgação. Procurada, a representação do Ibope na Bahia, não soube confirmar se a pergunta nº 06 do candidato exclui o candidato Rui Costa. Informações: Política Livre.

IPESP APONTA GEDDEL COM 36% DAS INTENÇÕES DE VOTO

Na corrida para o Senado Federal o candidato do PMDB, Geddel Vieira Lima, aparece com 36% das intenções de voto, segundo a pesquisa Ipespe encomendada pelo Bahia Notícias. Em seguida, o vice-governador do Estado, Otto Alencar (PSD), aparece com 19%. Eliana Calmon, candidata pelo PSB, ocupa a terceira colocação com 6% das intenções de voto. Addson Gomes (PEN) tem 3% e o candidato do PSOL, Hamilton Assis, fica com 2% das intenções. Completando a pesquisa estimulada, quando são fornecidos os nomes dos candidatos registrados, 19% dos baianos ainda não sabem ou não responderam em quem vão votar para o senador e 17% admitem votar em branco ou nulo. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob protocolo BA-00009/2014 e possui intervalo de confiança de 95%, com margem de erro de 2,6% para mais ou para menos.

ALIADOS DE DILMA COLIGAM-SE MAIS COM O PSDB DO QUE COM O PT

Os principais partidos que compõem a base aliada do governo Dilma Rousseff estão mais coligados com o PSDB, principal sigla de oposição, do que com o PT, conforme levantamento feito pelo Uol a partir das coligações estaduais firmadas para as eleições a governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Considerando o número de parlamentares, os seis maiores partidos da base aliada do governo, além do PT, são PMDB, PSD, PP, PR, PDT e Pros. Todos apoiam a presidente Dilma na corrida presidencial. Ao contrário do que ocorria até 2006, com o fim da chamada verticalização as alianças estaduais não precisam repetir a coligação nacional. A legislação eleitoral permite aos partidos formarem coligações independentes para todos os cargos em disputa nas eleições. Na maior parte dos casos, as coligações firmadas para a disputa ao cargo de governador repetem-se nas eleições para senador, embora não seja uma regra. GOVERNADOR - Nas coligações para governador, PSD, PP e PR dividem bem mais chapas com tucanos do que com petistas. O PSD está com o PSDB em 14 coligações e com o PT em apenas sete. O PP está com os tucanos também em 14 coligações e divide palanque com o PT em seis Estados. O PR tem oito coligações com o PT e 12 com o PSDB. O PMDB está dividido: em dez Estados apoia ou é apoiado pelo PT e em nove está com o PSDB. PDT e Pros são mais fieis ao PT. O partido fundado por Leonel Brizola está coligado com o PT em 13 chapas e com o PSDB em sete. Já o Pros está com os petistas em 11 Estados e com os tucanos em nove. "As coligações do PT são muito heterogêneas. Há uma proximidade ideológica maior com o PDT, mas PSD, PP e PR são claramente ligados à direita. O que atrai esses partidos a apoiar o PT? Cargos. É uma aliança pragmática. A questão é: quem está no governo, vou aderir", afirma Carlos Ranulfo, cientista político e professor da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), que pesquisa as relações dos partidos dentro do sistema político. "Nos Estados, o jogo é outro. O PT governa apenas cinco Estados. Os outros partidos vão se aproximar dos que estão mais forte em cada Estado", diz Ranulfo. "Para o eleitor é uma confusão danada. Não consegue entender." DEPUTADO FEDERAL - Já nas coligações para deputado federal, até o PMDB está mais associado ao PSDB do que com o PT: oito a sete. O PSD tem 13 coligações com os tucanos e sete com os petistas, uma a mais do que o PP, que também está coligado com o PSDB em 13 Estados. O PR se coligou com os tucanos em 12 chapas contra quatro do PT. Mais uma vez, PDT e Pros foram mais fieis. O primeiro coligou-se com o PT em 12 chapas para deputado federal e com o PSDB em cinco. O segundo está junto com os petistas em nove coligações, contra sete dos tucanos. PT COM DEM; PSDB COM PC DO B -Aliado histórico do PT, o PC do B está coligado com os tucanos em três Estados: Maranhão, onde apoiam o comunista Flávio Dino contra Edison Lobão Filho (PMDB); em Pernambuco, Estado em que apoiam Paulo Câmara (PSB), candidato apadrinhado por Eduardo Campos; e no Piauí, onde estão na chapa de Zé Filho (PMDB). Em contrapartida, petistas estão coligados com DEM, principal aliado do PSDB, em outras três unidades da federação: Maranhão, onde apoiam Edison Lobão; no Pará, em que estão na mesma chapa que Helder Barbalho (PMDB), filho de Jader Barbalho; e na Paraíba, Estado que estão na mesma chapa que Ricardo Coutinho (PSB). Apesar de auto se proclamar a "terceira via", o PSB de Marina Silva está coligado com o PSDB em 11 Estados e com o PT em cinco. "O PSB sempre foi um aliado muito tradicional do PT. Isso pode indicar uma ida mais ao centro do PSB. Na medida que deixou de ser um aliado do PT, as sessões estaduais ficaram mais livres para escolher, e a balança acabou pendendo mais para a centro-direita do que pra centro-esquerda", afirma Ranulfo. (Uol).

JUSTIÇA PROÍBE PT DE USAR IMAGEM DE PAULO SOUTO

O juiz Márcio Reinaldo Miranda Braga proibiu a veiculação da imagem do candidato a governador, Paulo Souto, no programa eleitoral do adversário petista, Rui Costa. A decisão atendeu representação da coligação “Unidos pela Bahia”, que denunciou o uso indevido de imagem. O não cumprimento da determinação judicial resulta em multa diária no valor de R$ 5 mil. De acordo com o advogado da coligação “Unidos pela Bahia”, Ademir Ismerim, a Justiça determinou que todas as providências para evitar o uso da imagem do candidato Paulo Souto nas propagandas petistas sejam tomadas imediatamente. “As emissoras serão intimadas para que, na hipótese de não receberem da coligação adversária mídia substitutiva, com conteúdo adequado às determinações judiciais, se abstenham imediatamente de veicular a peça publicitária objeto da decisão”, informou. Para o juiz Márcio Miranda Braga, a imagem de Paulo Souto foi utilizada de forma indevida na propaganda de televisão do candidato Rui Costa, podendo causar prejuízos à imagem do democrata. “Julgo não ser possível uma coligação ou agremiação partidária fazer uso da imagem de candidato concorrente sem sua permissão, sobretudo com a intenção de desgastá-la”, informa. Segundo o presidente da coligação “Unidos pela Bahia”, José Carlos Aleluia, ao usar a imagem de Paulo Souto nas peças publicitárias, a campanha de Rui Costa não infringiu apenas a legislação eleitoral. “O PT também não cumpriu o compromisso, firmado com a emissora de televisão onde foi realizada a entrevista, da qual fez uso da imagem, de não usar aquele conteúdo em quaisquer mídias”.