31 de maio de 2016

SAIBA COMO FUNCIONA VISITA ÀS PRAIAS DE NUDISMO

Na praia de Massarandupió, vá à barraca do alegre Chef  Eládio
Tem curiosidade de curtir uma praia sem nenhuma roupa de banho apertando você? Antes de decidir frequentar uma praia de naturismo (conhecida popularmente como nudismo), saiba que esses locais têm uma série de regras e, por lá, o objetivo nunca é sensualizar. É oportuno salientar, que naturismo é um modo de vida em harmonia com a natureza, caracterizado pela prática da nudez coletiva, com a intenção de encorajar o respeito próprio e o respeito aos outros e ao meio ambiente. Até hoje, no entanto, muitas pessoas têm uma visão distorcida do movimento e acreditam que praia de nudismo é lugar de "pegação". Para decepção de quem está atrás de "nudes" sensuais, os locais destinados ao naturismo têm clima familiar - tanto é que crianças podem frequentar, desde que acompanhados dos responsáveis. Esqueça também a ideia de sair tirando fotos de peladões. Não é permitido fazer qualquer imagem sem o consentimento prévio dos envolvidos e quem desrespeitar a regra pode ser expulso do ambiente. E sexo em público, nem pensar: isso pode ser enquadrado como ato obsceno, seja na praia comum ou na naturista. Isso pode dar detenção de três meses a um ano, além de multa. A vida naturista não é diferente da de quem está vestido. Não há regras a seguir que não sejam as mesmas que regem a sociedade. A diferença é a mudança que é provocada nas pessoas que praticam o naturismo em relação ao respeito entre nós e com o meio ambiente. Para quem quer experimentar, mas acha que não ficará à vontade com a obrigatoriedade de ficar nu, é necessário compreender que nada deve ser feito por obrigação, e sim por acreditar na proposta de vida simples e saudável. Para quem vai a uma praia naturista pela primeira vez deve fazer o seguinte: localizar e identificar o responsável pela área para se apresentar e se inteirar das regras locais. Comportar-se de forma natural, sem constranger quem já está tomando sol ou no mar com olhares fixos, risadas etc. Alguns locais onde a prática é permitida podem vetar a presença de homens desacompanhados, então é importante que o novato procure o local em busca de informações. Mas e se o clima de paquera surgir e duas pessoas sentirem-se atraídas? Elas podem agir naturalmente, conversando e buscando outro local para conversarem melhor. Na hora de fazer a bolsa de praia, o naturista precisa levar exatamente o que qualquer um leva quando vai curtir o litoral. A única diferença é que você deve carregar sempre uma toalha, para usar ao sentar em restaurantes ou barracas de praia, por exemplo. Aproveite para colocar na bagagem o respeito ao próximo, que sua viagem será ainda melhor. Na Bahia há uma das praias de nudismo mais tradicionais do país. É a praia naturista de Massarandupió, que foi criada em 1999. Fica 80km distante de Salvador, com direito a 5km em uma estrada de terra. Quando chega na beira da praia, o visitante tem dois caminhos: do lado esquerdo estão 8km da faixa de areia de praia tradicional. Caminhando para o lado oposto, com uma faixa de 2km, o território é livre para aqueles que desejam tomar sol ou nadar no mar sem qualquer tipo de roupa. Sugerimos a barraca do Chef Eládio – é a melhor!

ESTÁ MUITO MAIS FÁCIL VOTAR CERTO

Fernando Gomes e Augusto Castro devem protagonizar
a disputa nas próximas eleições para prefeito de Itabuna
Hoje existem diversas opções para os eleitores conhecerem melhor os candidatos que concorrem aos cargos eletivos. Basta um computador, tablet ou smartphone conectado à internet e um pouco de dedicação para procurar as informações nos locais certos. A tarefa de escolher um candidato sempre foi complicada para a maioria dos cidadãos, mas com tantas ferramentas à mão, nunca esteve tão fácil como neste ano. São inúmeras as ferramentas disponíveis na internet e nas chamadas lojas virtuais de aplicativos para os eleitores que buscam "desvendar" os candidatos. De alguma forma, todas buscam desmistificar discursos, propostas e revelar o passado e atuação dos concorrentes. Apenas com um clique, o eleitor pode descobrir dados fundamentais para basear sua escolha como, por exemplo, a trajetória política do candidato; se ele tem histórico de má gestão do dinheiro público; se esteve envolvido em escândalos; como se posiciona em temas polêmicos; e uma série de outras informações importantes para o voto consciente. Todas essas iniciativas virtuais facilitaram a escolha e também alteraram o comportamento dos eleitores. O índice de renovação política tem sido bastante alto nas últimas eleições, nas mais diversas esferas. Em princípio, são essas novas formas de acesso à informação que levaram a essas mudanças. Oque é lamentável, é que parte da população ainda não tenha acesso às ferramentas on-line. Muita gente em Itabuna, ainda não está conectada à internet e por esse motivo, as mídias tradicionais ainda mantêm um papel importante nas eleições. As rádios, a televisão, os jornais e sobretudo os blogs, todos continuam contribuindo e muito. É bastante positivo o efeito da internet nas eleições. Hoje o eleitorado se comunica horizontalmente de maneira muito rápida. E neste contexto, osgrupos de whatsapp também ajudam muito. Eles comentam as notícias entre si, compartilham nas redes sociais. Todas as iniciativas são positivas. Quanto mais informação o eleitor tiver, melhor, mais fácil para ele escolher seu candidato.

VANE NÚ NO REINO DO RATO QUE ROEU A ROUPA DO REI

Ninguém vai estranhar se os cururus tirarem até as roupas do Rei
Na minha imaginação, ou devaneio, Manuel Bandeira decifrou a alma da maioria do povo itabunense, quando discorreu sobre o anseio de estar em Pasárgada, um lugar onde era amigo do rei. Em essência, é o que muitos do sofrido povo de Itabuna desejam. Se o dito cujo for vereador, dispensa todas as outras maravilhas da terra idealizada pelo poeta - do banho de mar à mulher desejada na cama escolhida - se tiver cargos, verbas públicas e alguma influência no palácio do rei, submergido do reinado simplório de Cipó. Só isto bastaria para a confraria dos edis nergulhar no profundo sono dos bobos da corte. Claudevane Leite ("PCdoB"), o monarca da Pasárgada grapiúna, conseguiu a proeza de afugentar aliados. Ofereceu mundos e, sobretudo, fundos. Mas seu rol de amigos foi reduzido, no comando e desmandos institucionais, a uma minoria vexatória. A esse ponto chegou Vane: seus aliados no universo do reino dos deuses cabem numa bicicleta. O reinado de Vane já nasceu moribundo, mas existiam feudos a serem conquistados. Todavia, logo foram dominados pelos cururus. Daqueles tipos de sapos, que nunca se transformam em príncipes. E as disputas internas transformaram o palácio do crente Vane num pandemonio, onde gregos e troianos o culpam pela malemolência, parcimonidade e inércia contumaz. Não há na prefeitura uma mísera alma disposta a apostar meia pataca na sua capacidade de reverter a rejeição a que ele está submetido no meio dos seus súditos. E assim o reinado segue com o rato roendo a roupa do rei. Antes de deixar sua coroa e setro, só restará ao decepcionante monarca, encomendar a divulgação de um comunicado. O texto informaria que cientistas mobilizados pelo reino desenvolveram um terno especial, com o qual Vane passou a se vestir. O novo terno é de beleza rara e resistência infinita. Mas é invisível aos súditos de Pasárgada. Assim, ninguém estranhará quando algum cururu gritar: "Deus do céu, o Rei está nú!"

NOVAS REGRAS ELEITORAIS BENEFICIAM A REELEIÇÃO DE VEREADOR


Maria Alice diz que as regras eleitorais beneficiam reeleição




A minirreforma eleitoral, que definiu as regras das próximas eleições, ainda não foi estudada pela maioria dos presidentes de diretórios municipais de Itabuna. Mas há quem já se articule dentro da nova realidade. Até porque com as imposições de tempo de televisão, de campanha no rádio e TV e período de propaganda externa vai torná-la um desafio para os novos candidatos a vereador. Seja pelo custo, que se baseia em 70% do valor mais elevado no último pleito em Itabuna, conforme determina a Lei, ou pelo desafio de fazer uma campanha sem doações de empresas, as próximas eleições ocorrem num contexto de crise política e econômica do País. Sem falar no desgaste que parte da população passou a atribuir aos políticos diante das revelações bombásticas da Operação Lava Jato. Ainda assim, o processo segue o seu curso normal. De momento, só está liberada a propaganda das pré-candidaturas em redes sociais e os contatos informais com as bases e a imprensa em geral. Oficialmente, só a partir de 5 de julho é que ocorre a campanha intrapartidária que irá definir as pré-candidaturas, que serão oficializadas nas convenções a partir de 20 de julho. De acordo com a presidente do diretório municipal do DEM, Maria Alice pereira de Araújo, o fato de a campanha em televisão ter mudado as regras será uma dificuldade para os novos candidatos. “Isto porque serão apenas 35 dias e eles não aparecerão mais em bloco, pela manhã e à noite, como era antigamente, mas sim nos intervalos comerciais. Creio que o que vai prevalecer nestes casos é o fato de terem base e o porta a porta”, disse Alice. Por conta dessa característica, ela avalia que o pleito em Itabuna deve apresentar um alto índice de reeleição.

30 de maio de 2016

BEZERROS NUNCA QUEREM LARGAR AS TETAS DA VACA


"Senadora" Lídice Mata quer continuar mamando nas tetas do poder
Se depender da turma do PT, discípulos e seguidores de Lula e Dilma, o cenário brasileiro não vai melhorar. Não são os protestos bobos, de gatos pingados, que incomodam. Esses incomodam a população quando há bloqueio de rodovias e avenidas. O PT pretender é agir no centro das decisões: o Congresso Nacional. Em relação aos protestos, há certa lógica. Os protestantes são, em boa medida, os órfãos do ‘maternalismo’ petista, os que obtinham dinheiro fácil, não do esquema da Petrobras, mas do esvaziado orçamento da União, que acabou secando de vez. No plano legislativo, deputados e senadores petistas – assim como seus lacaios como a baiana Lídice Mata (PSB/PT) – não votarão um só projeto do governo Michel Temer, por maior que seja o interesse nacional nele contido. No Congresso Nacional, não existe oposição – existem “contras”. Contra tudo, não importa o rumo que o país venha a tomar. O Brasil quebrou, Dilma levou à falência o governo federal, mas quem quer saber disso? Saúde na UTI, educação formando ignorantes, dívida externa impagável, inflação na estratosfera. Quem quer saber disso? Um rombo de 170 bilhões no orçamento e 11 milhões de brasileiros amargando a desgraça do desemprego. E daí? O que importa, para os órfãos de Dilma, é lembrar que, antes, com a companheira no poder, eles tinham o deles. Na mamata. Cobram legitimidade ao governo Temer. Ora, se Temer é um presidente ilegítimo, a Constituição não vale coisa nenhuma, pois ele está onde está por designação constitucional. Logo, se a Constituição que consagra Temer não vale, a que consagrava Dilma também não valia. São, afinal, a mesma Carta. O problema dos petistas e seus subservientes, como a medíocre “senadora”, Lídice Mata, é terem posto na cabeça a certeza de que, com o projeto de poder de Lula e Dilma, eles jamais voltariam a ser oposição. Voltaram e, tudo indica, para todo o sempre.

ITABUNA TERÁ MAIS DE 500 CANDIDATOS A VEREADOR

200 mil reais é o que deve gastar quem quiser ser eleito
para o cargo de vereador no município de Itabuna.
33 partidos políticos estão habilitados para concorrerem às próximas eleições municipais em Itabuna. Apenas 11 conseguiram juntar 30 candidatos cada, no mínimo, para as eleições proporcionais: PHS, PSDB, PPS, PTC, PTN, PC do B, DEM, PSD, PR, PDT e PRTB.  Juntos somam mais de 330 homens e mulheres, que disputarão as 21 vagas da próxima composição da Câmara Municipal. Entre os partidos que só conseguiram completar pouco mais da metade do número máximo das vagas, estão PMN, PMDB, PSB, PTB, PV e PRB. Mas existem partidos, que não possuem mais que 10 candidatos a vereador: PT, SD, PSDC, PP, PSC, PT do B e PMB. Outros estão em condição de maior desvantagem, pois não juntaram mais que meia dúzia de candidatos: PSL, PPL, PROS, PCB, PSOL, PSTU, PRP, PEN e REDE. Estes números mostram, que a eleição municipal deste ano promete ser a mais concorrida da história de Itabuna, principalmente quando o cargo disputado for o de vereador. Ainda não há um estudo, que determine as causas que resultam no interesse do indivíduo ser candidato. E seria apenas especulação, dizer que os motivos estão na busca de poder político; maior inserção social; aumento de renda e patrimônio, ou simplesmente egocentrismo. Todavia, a concorrência está restrita a quem mais possuir poder econômico de financiar uma campanha eleitoral, ou juntar aderentes aos seus propósitos. Há previsões que mais de R$ 200 mil serão gastos, por quem não conseguirá se eleger.  E que metade das vagas já estejam reservadas para candidatos favoritos e dentre estes estão, Ronaldão, Aldenes Meira, Beto Dourado, César Brandão, Antonio Cavalcante, Walter Silva, Rui Porquinho, Glebão, Pastor Francisco, Paulinho do INPS, Carlito do Sarinha, Capitão Fábio, Chico Reis e Emanoel Jr. Para que não haja alvoroços sobre os nomes acima referidos como favoritos, quero ressaltar que eles são apenas especulativos e que, consequentemente, podem não constar da relação oficial,  sobre aqueles que serão eleitos em 2 de outubro próximo.

O CRIME CAMPEIA IMPÁVIDO EM ITABUNA

Se mata mais gente em Itabuna, que em Bogotá, na Colômbia
A polícia de Itabuna sabe aonde mais se mata na cidade. A maioria das “bocas de fumo” tem ocorrência de reincidência nas prisões e apreensões. Estes fatos não tem contribuído para assegurar tranquilidade para os itabunenses. Informações oficiais revelaram, que metade dos homicídios na maior cidade sulbaiana ocorreram em 8 bairros. Os bairros com a maior quantidade de execuções são Califórnia, São Caetano, Nova Califórnia, Santa Inês, Jardim Grapiúna, Santo Antônio, São Roque e Fátima. Nesses bairros ocorreram 32 dos 63 homicídios registrados em Itabuna neste ano. Somente no bairro São Caetano foram registradas 6 execuções neste ano. Os dados apontam abril como o mês mais violento deste ano, com 20 assassinatos. Março e maio estão entre os com menor quantidade de mortes violentas. Concomitante ao conhecimento da realidade, há situação da polícia está impotente diante dela. É que nos últimos 10 anos, a quantidade de viaturas e agentes policiais teve queda de mais da metade, enquanto se presume que, vertiginosamente, ampliou-se bastante na cidade, o número de traficantes, ladrões, assaltantes e homicidas. Aí está a causa da dramática realidade de violência, que preocupada o itabunense e parece não sensibilizar as autoridades, para a necessidade de rigorosas ações de combate ao crime.

A CORJA ESTÁ SUCUMBINDO À LAVA JATO

O juiz Moro e a Lava Jato são patrimônio do povo do Brasil
Os segredos, mesmo os de alcova, jamais serão mantidos invioláveis em Brasília, mesmo que os dois envolvidos saibam de todo o enredo, como se viu na fulgurante queda do ministro Romero Jucá, vítima das transcrições das conversas com Sérgio Machado. Esse lamentável episódio da nova peça que se monta nos palcos do Planalto Central, mostra já em seus primeiros atos que pelo menos dois momentos foram incorreta e imprudentemente ensaiados: a nomeação do competente, porém exaustivamente investigado, Romero Jucá, como também as tramoias arquitetadas por correligionários. As gravações com Sérgio Machado, assim como a permanência de investigados na Lava Jato no governo Temer, mostram que a classe política ainda não admitiu o quanto questões como ética e moralidade são fundamentais para a opinião pública. Tanto o são que foram determinantes para a queda de Dilma, como na obstrução à posse de Lula, depois de vir à tona gravações onde chamava correligionários de frouxos por não conseguirem manipular as investigações da polícia e do Ministério Público, as decisões da Justiça e os movimentos do Legislativo. Lula, Jucá e outros atores públicos centrais desprezaram o imenso valor e a inusitada importância que a Lava Jato tem para a sociedade. Temer e sua abalizada equipe econômica precisam entender urgentemente que recuperar a devastada economia é tão importante (e difícil) quanto restabelecer a credibilidade, sobretudo quando se apreciarão no Legislativo medidas impopulares, para cuja aprovação, a credibilidade será determinante. A recuperação da economia é emergência fundamental, mas a sociedade quer com inegociável ardor e, similar prioridade, o sucesso da Lava Jato pela perspectiva única que ela lhe dá de uma saída digna para uma reorganização salutar do esquema político-partidário corrupto que arruinou o País. 

É PRECISO AGILIZAR A BUSCA DE UM LAR PARA OS ANJOS ÓRFÃOS

Itabuna possui o único orfanato do sul da Bahia, onde dezenas de
crianças esperam ansiosas adoções que lhe deem uma família
Existem hoje, em Itabuna, dezenas de crianças e adolescentes em condições de serem adotadas e centenas de famílias na lista de espera do Cadastro Nacional de Adoção (CNA). Com tantas pessoas dispostas a acolher uma criança sem família, não há como não questionar o fato de que o número de meninas e meninos do cadastro não para de crescer. Na avaliação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a resposta pode estar na discrepância que existe entre o perfil da maioria das crianças do cadastro e o perfil de filho, ou filha, imaginado pelos que aguardam na fila da adoção. Nacionalmente, verifica-se que o perfil das crianças e adolescentes cadastrados no CNA é destoante quando comparado ao perfil das crianças pretendidas. Apesar de o número de adoções ter crescido cerca de 50% no último ano, o perfil das crianças adotadas na Bahia ainda é o mesmo: em sua maioria são meninas brancas e na faixa etária de 3 a 4 anos. Outro fator que costuma ser sério entrave à saída de crianças e adolescentes das instituições de acolhimento, de acordo com as estatísticas do CNJ, é a baixa disposição dos pretendentes para adotar mais de uma criança ao mesmo tempo, ou para receber irmãos. Como os juizados de Infância e Adolescência dificilmente decidem pela separação de irmãos que foram destituídos das famílias biológicas, as chances de um par de irmãos achar um novo lar é muito pequena. Conforme pesquisa do CNJ, somente 9,5% dos pretendentes à adoção aceitariam crianças com mais de cinco anos. O cadastro, entretanto, possui uma elevada quantidade de crianças acima desse patamar, situação que cria um potencial impasse no qual parte da população de crianças em estado de vulnerabilidade pode se tornar aquilo que se convencionou chamar de "filhos do abrigo", porque acabam passando toda a infância nas unidades de acolhimento. É fundamental modificar esse quadro. Além de tornar o processo o menos burocrático possível, é preciso incentivar a adoção tardia, para dar a essas crianças mais velhas a oportunidade de ter um lar. Isso exige uma mudança de paradigmas e a superação de preconceitos.

LULA DEFINIA PESSOALMENTE PROPINA PAGA

Até quando a Justiça manterá o gangster Lula impune 
“O ex-presidente Lula gerenciou pessoalmente o esquema de corrupção da Petrobras,” afirmou em depoimento o ex-deputado Pedro Corrêa, condenado do mensalão e preso na Lava Jato. Corrêa disse que Lula coordenada tudo, inclusive a indicação dos diretores corruptos da estatal e a divisão do dinheiro desviado entre os políticos e os partidos. A revista Veja teve acesso aos 72 anexos do depoimento de Pedro Corrêa. Em seus depoimentos, sob acordo de delação premiada, o político pernambucano descreveu situações em que Lula tratou com os caciques do seu partido, o PP, sobre os contratos da Diretoria de Abastecimento da Petrobras, comandada por Paulo Roberto Costa, “Paulinho”, preso e condenado. Uma das passagens mais emblemáticas, segundo o delator, se deu quando parlamentares do PP se rebelaram contra o avanço do PMDB nos contratos da diretoria de Paulinho. Um grupo foi ao Palácio do Planalto reclamar com Lula da “invasão”. DESCOMPOSTURA - Lula, de acordo com Corrêa, passou uma descompostura nos deputados dizendo que eles “estavam com as burras cheias de dinheiro” e que a diretoria era muito grande e tinha de “atender os outros aliados, pois o orçamento”, a diretoria era “capaz de atender todo mundo”. Os caciques do PP se conformaram quando Lula garantiu que “a maior parte das comissões seria do PP, dono da indicação do Paulinho”. Se Corrêa estiver dizendo a verdade, é o testemunho mais contundente até aqui sobre a participação direta de Lula no esquema da Petrobras. Ele aponta como beneficiários de propina senadores, deputados, governadores, ex-governadores, ministros e ex-ministros dos mais variados partidos e até integrantes do Tribunal de Contas da União. Além de novos personagens, Corrêa revela como era discutida a partilha de cargos no governo do ex-presidente Lula, conversas e combinações sobre pagamentos de propina dentro do Palácio do Planalto. O depoimento aguarda homologação pelo Supremo Tribunal Federal. 

29 de maio de 2016

O GOVERNO VANE JÁ NASCEU MORIBUNDO

Mais da metade da equipe de Vane já foi mudada e nada mudou
De uma coisa não se pode culpar o prefeito Claudevane Leite (”PC do B”): ele não tem medo de errar e nem de mexer em seu governo. O troca-troca constante não é aconselhável, pois cria instabilidade, mas necessário quando uma área não vem dando certo. Se muitas substituições estão acontecendo, é porque muita coisa não vem dando certo. Time que ganha não se mexe. A sequência de derrotas é o pano de fundo da dança das cadeiras. Os problemas do governo Vane são conhecidos: erra na política, se trumbica na comunicação e falha na gestão. É preciso dar um desconto pela forma como Vane do Renascer herda consequências da crise econômica advinda de Dilma e atualmente do governo Temer. Cenário de terra arrasada. A questão é que a sociedade já esqueceu o governo Dilma (PT) e Rui Costa ainda não disse pra que veio. O povo de Itabuna exige resultados. Já está no fim da era Vane e muitos secretários entraram e saíram. Em algumas áreas, o tempo de permanência não chegou a dez meses. Alguns entraram no meio do jogo e saíram antes de acabar o primeiro tempo, como todos os cinco que estiveram na Saúde. Aí ocorreu o fato inusitado do primeiro secretário de saúde ser anunciado e não nomeado: Ubiratan Moreira Pedrosa veio, viu e desistiu. Nem chegou a assumir um só dia o posto. Cada secretário que entra demora um tempo para se encontrar. Às vezes, quando consegue iniciar o trabalho, já é hora de arrumar as gavetas para dar lugar ao próximo titular da pasta. Mudanças de direção aconteceram na Fundação Marimbeta, Ficc, Saúde, Planejamento, Esporte, Procuradoria Jurídica, Assistência Social, Agricultura e Comunicação. Assim o natimorto, ou moribundo governo Vane dá passos largos rumo à beira do precipício. 

ELEIÇÕES PROPORCIONAIS: ILHÉUS TEM 600 PRÉ-CANDIDATOS A VEREADOR

A média de candidatos a vereador são de 23 por partido em Ilhéus
Segundo um levantamento feito pelo Blog Agravo junto a dois presidentes de partidos, o município de Ilhéus tem hoje quase 600 pré-candidatos disputando 19 vagas para vereador. Mas, segundo o presidente do PTC, Jorge Farias, os números das eleições proporcionais devem cair para 450 devido aos cortes por problemas com registros de candidatura, e nas convenções municipais. As convenções partidárias para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações devem ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto. No caso das convenções não indicarem o número máximo de políticos, as vagas que sobram devem ser preenchidas em até 30 dias antes do pleito, não mais 60 dias, como era na legislação anterior. Nas eleições deste ano, os políticos poderão se apresentar como pré-candidatos sem que isso configure propaganda eleitoral antecipada, mas desde que não haja pedido explícito de voto. A nova regra está prevista na Reforma Eleitoral 2015, que também permite que os pré-candidatos divulguem posições pessoais sobre questões políticas e possam ter suas qualidades exaltadas, inclusive em redes sociais. Até abril deste ano o TSE contabilizou 134.988 eleitores aptos a votar no município de Ilhéus. Na última eleição, em 2014, eram 133.554 eleitores, mas as abstenções alcançaram em média 24%, sem falar nos votos brancos e nulos. Por agravo.blog.br.

ABSURDO: CARTÕES DE DILMA TORRARAM R$ 32 MIL POR DIA

Nunca se roubou tanto o erário como na era de Lula e Dilma
Somente em 2016, até ser afastada pelo Congresso, Dilma conseguiu estabelecer a impressionante marca de R$ 4 milhões gastos usando cartões corporativos, pagos pelo contribuinte brasileiro. Isso significa que cartões corporativos do Planalto gastaram, em média, mais de R$ 32,5 mil por dia, incluindo os feriados e fins de semana. Em 123 dias, este ano, seu governo torrou R$ 13,7 milhões utilizando cartões. O descontrole de Dilma beneficiou servidores e até pessoas estranhas ao governo, que receberam R$104,7 milhões em “diárias”, só este ano. O contribuinte não pode saber detalhes sobre 90% dos gastos usando cartões corporativos. Lula impôs “segredo” desde o primeiro escândalo. O uso abusivo de cartões corporativos inclui cabeleireiro, hotéis de luxo, restaurantes, aluguel de carrões,passagens etc. A Presidência detalha apenas gastos de quatro portadores de cartões, também pagos por nós: seguranças dos ex-presidentes FHC e Lula.

TOLERÂNCIA ZERO JÁ, A TODAS AS FORMAS DE VIOLÊNCIA

33 estupradores violentando uma garota, não pode ser um crime
sem punição exemplar e urgentemente aplicada
A notícia de um caso de estupro coletivo envolvendo uma adolescente de 16 anos numa favela do Rio de Janeiro causou comoção e revolta em vários setores da sociedade brasileira. Segundo a vítima, a agressão envolveu 33 homens. Cenas do crime foram divulgadas nas redes sociais, causando ainda mais revolta. O fato serviu para reabrir o debate sobre a banalização da violência contra a mulher e a existência de uma cultura do estupro no País. Segundo os dados mais recentes do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, são registrados a cada ano, uma média de 50 mil estupros no País. Os números incluem também os estupros de vulnerável, crime cometido contra menores de 14 anos. Entretanto, as próprias autoridades admitem que a subnotificação é extremamente elevada. Isso não é exclusividade do Brasil. Trata-se do crime que apresenta a maior taxa de subnotificação no mundo. Isso ocorre porque, embora não tenha culpa de nada, as vítimas se sentem envergonhadas e não querem se expor. Apesar das campanhas que incentivam as mulheres a prestar queixa e da criação de delegacias da mulher, muitos casos deixam de ser registrados. Para especialistas, esse tipo de crime mostra um lado bárbaro do País, pois se trataria de uma manifestação de aversão às mulheres e do machismo da sociedade e da visão patriarcal de muitos homens, que veem as mulheres como objetos que podem ser usados. Essa cultura do estupro se manifesta de forma mais ampla na culpabilização da vítima. Uma pesquisa do Ipea mostrou que 26% dos brasileiros concordam total ou parcialmente com a afirmação de que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. Para mudar essa situação é preciso, antes de tudo, tolerância zero a todas as formas de violência contra as mulheres. Isso, entretanto, não basta. Também é necessária uma mudança cultural. O fim da cultura do estupro não passa apenas pela punição rigorosa contra os criminosos. É preciso combater a banalização da violência, num trabalho que envolva a escola, a mídia e as famílias. A indignação não pode ficar apenas nas redes sociais.

NÃO BASTA SOMENTE SE INDIGNAR

Há um monstro a ser morto em cada estuprador
Como não poderia deixar de ser, os cidadãos brasileiros ficaram indignados e perplexos com o caso do estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos, ocorrido no Rio de Janeiro. Autoridades políticas, entidades, cidadãos comuns e até mesmo a ONU manifestaram repúdio à barbárie cometida por 33 homens e pediram identificação e punição dos acusados. Um outro caso de estupro coletivo também foi registrado na última semana em Bom Jesus, sul do Piauí. Lá, uma jovem de 17 anos diz ter sido violentada por quatro adolescentes e um rapaz de 18 anos. Após uma briga com o namorado, a vítima teria ingerido bebida alcoólica e os suspeitos aproveitaram a embriaguez para cometer o crime. A jovem foi encontrada amarrada dentro de uma obra abandonada. O que mais revolta é que casos terríveis dessa natureza não são inéditos no Brasil e, com toda certeza, não serão os últimos. Isso porque a legislação penal vigente no país é extremamente branda e garante uma proteção inconcebível e uma série de regalias a quem comete crimes, inclusive hediondos. E infelizmente, enquanto não houver punições mais rígidas contra esses monstros, os cidadãos de bem continuarão sendo violentados e esquartejados e sofrendo todo tipo de atrocidade. Triste realidade!

É NECESSÁRIO CHEGAR AOS DONOS DA “BOCA”!

Por que os perigosos chefões das drogas nunca são presos?
O empenho dos órgãos e agentes de segurança pública que atuam no Estado tem sido determinante para que sejam flagradas, praticamente toda semana, “mulas” e “aviões” com quantidades consideráveis de entorpecentes nos quatro cantos da cidade. Mas como todos sabem, essas apreensões podem ser consideradas mínimas diante do enorme percentual que certamente existe em Itabuna sem enfrentar maiores dificuldades. Para muitas autoridades policiais, algumas praças da cidade, seguem sendo encaradas pelos traficantes como ponto fácil para a comercialização de todo tipo de entorpecente. Além de essa problemática exigir um apoio maior por parte dos policiais, sobretudo no que diz respeito a uma vigilância mais rígida nas regiões já conhecidas como referências de “boca de fumo”, chama atenção também o fato de que, na grande maioria das prisões, apenas as “mulas” e “aviões” vão para a cadeia. Os verdadeiros donos dos produtos ilícitos seguem agindo e recrutando novos “soldados” para o mundo do crime. Para ser mais direto, é necessário que existam investigações minuciosas para que se chegue também aos “generais” do tráfico.

OS CRIMINOSOS ESTÃO CADA VEZ MAIS OUSADOS

A ousadia é tão grande, que nem mascaras os assaltantes usam
Já se foi o tempo em que os criminosos se preocupavam em não ter suas ações registradas por câmeras de segurança. Aparentemente, eles demonstravam enorme receio de mostrar seus rostos durante os assaltos. Em Itabuna, sobretudo, muitos bandidos flagrados por imagens de circuitos de segurança quase sempre estavam usando máscaras ou outros disfarces para dificultar a identificação por parte da polícia. Hoje é diferente. Cada vez mais ousados, os bandidos assaltam residências e comércios, inclusive à luz doa dia, “de cara limpa”. A impressão que se tem é de que eles querem deixar bem claro que não temem as forças de segurança ou quaisquer punições previstas no Código Penal. E não há dúvida de que essa situação ficará ainda mais grave enquanto não houver o endurecimento da ultrapassada legislação brasileira, que assegura intermináveis regalias e benefícios aos meliantes, funcionando, dessa forma, como um incentivo para que mais pessoas de má índole se associem ao mundo do crime. É preciso que a sociedade pressione o Congresso Nacional para que haja o quanto antes a reforma do Código Penal. Se os congressistas demonstrassem um terço da disposição e agilidade que utilizam para proteger colegas envolvidos com denuncias de corrupção, essa questão já estaria solucionada havia muito tempo.

28 de maio de 2016

NENHUM CONGRESSISTA FOI IMPOSTO NO CARGO

Davidson e Bebeto serão avaliados em Ilhéus e Itabuna, pelos
votos contra o impeachment e a favor da quadrilha dos petistas
Cresce cada dia mais a indignação da maioria do povo com a classe política. E pelo que se constata, a reprovação não se resume a determinado partido – muito pelo contrário, a insatisfação transcende siglas partidárias. Embora PT seja o alvo principal dos indícios de não passar de uma quadrilha de bandidos do colarinho branco. E não é para menos, tendo em vista que, poupando raríssimas exceções, a maioria dos governantes e dos “representantes do povo” – sobretudo os parlamentares que ocupam assentos no Congresso Nacional – coleciona acusações de casos de corrupção e de outros crimes graves. Muitos avaliam que tais políticos, envolvidos em esquemas milionários de desvio de dinheiro público e suspeitos de participação em várias outras falcatruas, não têm nenhuma legitimidade para representar o povo ético, sério e honesto deste país. Entretanto, é essencial recordar que esses políticos que hoje envergonham a nação só ocupam cargos tão relevantes porque foram os escolhidos pela maioria em eleições anteriores. Ou seja, estão em Brasília única e exclusivamente por opção popular. É preciso que haja uma grande reflexão sobre isso, para que o povo saiba indicar melhor seus representantes políticos. Lembrando que, em poucos meses, já haverá eleições municipais. Escolhas erradas, prejuízos incalculáveis!

ESTÁ DIFÍCIL VIVER SEM WHATSAPP

WHATSAPP SE TORNOU UM PÉSSIMO VÍCIO DOS JOVENS
Estou no restaurante Los Pampas. Na mesa próxima, um casal com cada um em seu celular. Durante a refeição não trocam uma palavra. Só teclam. Saem juntos, andando e teclando. Em outra ocasião, em Ilhéus, um amigo convidou um grupo para jantar. Um dos convidados sacou o celular. Ficou conversando com a família em Itabuna. E nem se interessou em conhecer o grupo de pessoas na mesa! Tornou-se impossível falar com alguém sem que a pessoa atenda a algumas ligações, e fale pelo Whats­App durante boa parte do papo, dividida entre nossa conversa e alguém que não sei. Ri, enquanto falo de um assunto sério. Mas está rindo do que escreveram do outro lado. É muito estranho. Reconheço: o WhatsApp tem vantagem. Tenho uns dez grupos familiares e de amigos. Estamos sempre atualizados sobre nossas vidas. Sem dúvida a internet une as pessoas. Mas também separa. Porque há quem não consiga parar de teclar. Conheço umas duas pessoas que teclam até durante as refeições. É só uma demonstração de como o WhatsApp pode prejudicar a vida de alguém. Em reportagens, e também em conversas com um fisioterapeuta, soube que as pessoas estão tendo problemas no pescoço, de tanto ficar com a cabeça curvada no celular. Pode ser uma festa, a pessoa consegue se isolar. Às vezes, enquanto espero alguém, converso pelo WhatsApp. Quando a pessoa chega, explico que preciso parar. É como se estivesse expulsando alguém da minha casa. Vem uma rea­ção ofendida. Quem está no WhatsApp comigo acha que tem prioridade. E também quem faz ligações. Vejo cada vez mais gente que não consegue parar de falar no WhatsApp, e nele resolve toda a vida amorosa, pessoal e, creio, até financeira. Há relações íntimas entre gente que nunca se viu. O comportamento do usuário de WhatsApp é idêntico ao de um viciado: verifica se há mensagens a cada instante, responde, volta a falar, verifica de novo, responde, verifica. Em vez de um vício químico, surgiu o eletrônico. Óbvio. Palpável. Mas do qual as pessoas não têm consciência e perdem até o contato direto, visual, com quem está em frente a elas.

CURURU QUER VOTO DE QUEM ELE TRAIU

Nem criancinhas estão comendo conversa pra boi dormir de cururu
Mais de 80% dos itabunenses manifestaram apoio ao impeachment de Dilma Rousseff e tinham um único deputado federal conterrâneo, Davidson Magalhães ("PC do PT") para materializar este anseio, através do voto favorável, na sessão em que o Congresso Nacional convergiu todos os brasileiros, para a decisão que diria sim, ou não, para a permanência da petista na presidência da república. Mas a maioria do povo de Itabuna parou e ficou atônita, quando ouviu o deputado biônico esbravejar contra o que ele considerava Golpe e macular o nome da cidade, ao se pronunciar contrário à vontade da maioria absoluta dos itabunenses e se rebaixar à condição de "cururu lacaio do sapo barbudo". Davidson não votou pelo povo que o elegeu e nem tão pouco representando Itabuna. Sua decisão foi pessoal, partidária, e/ou, serviçal, aos interesses do petismo. Mas essas são poluídas águas passadas, que não deverão lavar a alma do ateu sulbaiano. Dessa água o povo não beberá. E assim como um pote seco, o vaso eleitoral de Davidson está e permanecerá vazio. Logo ele estará necessitando dos votos de quem queria que ele votasse diferente. Aí é onde a "porca torcerá o rabo", para o cururu, pois os itabunenses já revelam pelas pesquisas, que, assim como Davidson disse não ao impeachment, os eleitores dirão não ao seu devaneio de querer suceder Vane. Outro aspecto negativa para o comunista, é que sua promessa de resolver os problemas de Itabuna, não tem conseguido convencer os itabunenses, que já sabem que ele e seu PC do B, mandam e desmandam no governo Vane desde o início. Os cururus comandas as secretarias de Planejamento, Agricultura, Esportes, Trânsito, Saúde, Educação, Indústria e Comércio. E nenhum desses setores tem histórico de exemplo de gestão pública. Muito pelo contrário, pois onde os comunistas exerceram chefia governamental, as consequências foram decepcionantes, desastrosas, predadoras, perseguidoras e lastimáveis.

CORRÊA DIZ QUE LULA ARTICULOU CORRUPÇÃO NA PETROBRÁS

Está cada vez mais próximo o dia da prisão do gangster Lula
O ex-deputado Pedro Corrêa (PP/PE), condenado no Mensalão e na Lava Jato, afirmou em delação premiada na Procuradoria-Geral da República que o ex-presidente Lula articulou esquema de corrupção na Petrobrás. Lula teria imposto rigorosamente a nomeação do engenheiro Paulo Roberto Costa para a Diretoria de Abastecimento da estatal petrolífera, em 2004. As informações foram divulgadas pela revista Veja em sua edição deste fim de semana. A delação de Pedro Corrêa ainda não foi homologada pelo ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). O relato do ex-deputado, preso em 2015 por ordem do juiz federal Sérgio Moro, preenche 72 anexos que somam 132 páginas e implicam ao menos 18 políticos, entre deputados, senadores, ministro do TCU, ex-ministros e ex-presidentes. Corrêa admite que recebeu propina de quase vinte órgãos do governo ao longo de sua vida política, tendo começado a captar dinheiro ilícito ainda na década de 1970, em contratos do extinto Inamps. Ele relata casos envolvendo outros delatores, como o ex-senador Delcídio Amaral.

SARNEY DIZ QUE HÁ “DITADURA” DA JUSTIÇA NO BRASIL

A Justiça nunca importuna quem é justo, ético, sério e honesto
Em diálogo gravado e de posse da Procuradoria-Geral da República o ex-presidente José Sarney (1985/1990) criticou pesadamente o Judiciário brasileiro. “A ditadura da Justiça tá implantada”, disse Sarney, em meio a conversa com citações ao juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, e ao Supremo Tribunal Federal (STF). Sarney (PMDB-AP) conversa com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, alvo da Lava Jato. Em dezembro de 2015, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Catilinárias e fez buscas na residência de Machado. Acuado, o executivo decidiu gravar conversas com expoentes do PMDB, como o ex-ministro do governo interino Michel Temer, Romero Jucá, e o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL). O diálogo entre Sarney e Sérgio Machado ocorreu em março. Em dado momento eles atacam o Judiciário, conforme revelou a repórter Camila Bonfim, da TV Globo, que teve acesso com exclusividade aos áudios. Sobraram hostilidades também para a imprensa. “Não teve um jurista que se manifestasse. E a mídia tá parcial assim. Eu nunca vi uma coisa tão parcial. Gente, eu vivi a revolução. Não tinha esse terror que tem hoje, não. A ditadura da toga tá f…” disse Machado”. A ditadura da Justiça tá implantada, é a pior de todas!”, respondeu Sarney. Machado completou: “e eles vão querer tomar o poder. Prá poder acabar o trabalho”.

DELCÍDIO DIZ QUE RENAN DEVE CAIR

O pinico que é o senado federal, ainda fede bastante
O senador cassado Delcídio Amaral (ex-PT/MS) defendeu nesta quinta-feira, 26, a saída do presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB/AL). "O Renan, como o Eduardo Cunha (presidente afastado da Câmara), deve sair urgentemente. Ele deve cair. Renan é o senhor dos anéis, faz o que quer, manipula tudo, usurpa", disse. Delcídio partiu para o ataque e pediu a cabeça do presidente do Congresso depois da divulgação do áudio em que Renan conversa com 'Vandenbergue' sobre o processo de cassação do ex-petista. Os investigadores suspeitam que o interlocutor de Renan é Vandenbergue Sobreira Machado, que é da diretoria de Assessoria Legislativa da CBF, foi chefe de gabinete do ex-ministro Marco Maciel (Educação/Governo Sarney) e é muito ligado ao PMDB e ao senador. No diálogo, Renan diz a Vandenbergue que Delcídio "tem que fazer. Fazer uma carta, submeter a várias pessoas, fazer uma coisa humilde. Que já pagou um preço pelo que fez, foi preso tantos dias. Família pagou. A mulher pagou". Vandenbergue respondeu. "Ele (Delcídio) só vai entregar à comissão (Conselho de Ética), fazer essa carta e vai embora".

SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO EM ESTUPRO COLETIVO NO RJ É JOGADOR DO BOAVISTA

Nem todas as formas de ser famosa vale a pena... estupro nunca
Um dos suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de uma adolescente no Rio de Janeiro, Lucas Perdomo, de 20 anos, é jogador do Boavista. De acordo com a Polícia Civil, Lucas era namorado da vítima de 16 anos, que foi estuprada por cerca de 30 homens no fim de semana. Como a polícia pediu a prisão dele e outros três suspeitos, ele agora é considerado fugitivo. Os agressores publicaram um vídeo da jovem logo após o crime e chegaram a mostrar suas partes íntimas sangrando por causa do estupro. O jogador do Boavista, conhecido como Luquinhas, é tido como uma das grandes promessas da base do clube e foi descoberto pelo holandês Clarence Seedorf. Lucas é filho de uma doméstica e de um pastor evangélico e estava de férias do clube desde o fim do Campeonato Carioca. Em entrevista ao Globo Esporte, o diretor do Boavista João Paulo Magalhães informou que o departamento jurídico do clube já foi acionado para acompanhar o caso. O dirigente afirma que só teve conhecimento do caso após o nome de Lucas ser divulgado na imprensa como um dos suspeitos. “Estou chocado. Oficialmente, o Boavista, assim como todo o Brasil, espera que todos os culpados paguem por essa coisa horrível sem precedentes que aconteceu”, afirmou. Lucas estreou no time fluminense em 2014 e virou uma espécie de “xodó” de Seedorf na época em que o holandês fez um estágio no clube de Saquarema para virar treinador, em 2013. Ele atuou em quatro partidas no Campeonato Carioca deste ano e, desde que subiu efetivamente para o time principal, marcou quatro gols. Seu contrato com o Boavista vai até dezembro deste ano. Lucas chegou a ser afastado no Boavista neste ano por causa de faltas e atrasos constantes. Porém, os membros do clube afirmam que ele era uma pessoa calma, sem qualquer indício de personalidade violenta.