30 de setembro de 2016

JACQUELINE MENDES VEREADORA, PARA CHAMAR DE SUA

Na condição de Vereadora, é que Jacqueline Mendes não
vai comer nada de quem quer que seja em sua luta diária
Faz muito tempo que o itabunense não se convence de ter eleito uma vereadora, que o orgulhasse do voto dado. Foram decepcionantes quase todas as mulheres, que se elegeram obtendo votos de quem queria vê-las empreendendo ritmo de suavidade na rispidez dos reclames e sensibilidade feminina no enfrentamento das mazelas públicas. Parlamentares como Ana Carolina e Anorina Smith Lima, são ótimas referências escassas e nunca mais houve quem se comparasse a ambas, sobretudo, no quesito qualificação técnica. Eram ótimas oradoras; técnicas nas ações de fiscalização; coerentes, contundentes, inteligentes, presentes e nunca ouvi alguém dizer que houvera se decepcionado por ter votado nelas. Jacqueline Mendes é quem atualmente, se pode imaginar como a incorporação em si, de Ana Carolina e Anorina Lima. Mulher mãe por exemplo: provedora, educadora e cuidadora, Jacqueline Mendes tem a intrepidez e o arrojo de uma fêmea que não treme diante dos desafios e nem teme o enfrentamento das dificuldades. Mulher guerreira que não enxerga sua luta como um fardo, sacrificante, mas sim, a vê e vive como uma grande oportunidade e desafios a serem vencidos, com resultados a serem alcançados. Ela entra na batalha para vencer, com foco, autoconfiança, atitude e constante busca e força interior para enfrentar os “inimigos” dos obstáculos, das frustrações e das decepções. Sua história é de superação e suas conquistas foram desbravadas com a garra de uma fera indomável, que acuada se revelou superior e foi além dos seus limites. Na televisão, talentosa, teve a visão de lutar pelo foco do viver bem e assim ajudou pessoas a se cuidarem melhor. No rádio, poderosa, teve participações importantes para o engrandecimentos das instituições e aperfeiçoamento do funcionamento dos erviços públicos. Na imprensa escrita, intrépida, descreveu o clima de complexidade e dificuldade a que se submete o itabunense. No cotidiano, ativa, é uma das mulheres que mais se notabiliza na voz que não se cala e nem se permite ser intimidada diante das limitações impostas ao gênero feminino. Sempre coerente com o que pensa, fala e age. Sempre atenta aos fatos, os torna público e faz comunicação para formar opinião, informar, esclarecer e conscientizar. Tudo isso é só um pouco do muito que se pode aclarar sobre a personalidade, as ações e o caráter de Jacqueline Mendes. Dar para ela a prerrogativa de institucionalizar sua capacidade de lutar, é torná-la eleita vereadora neste domingo. Assim Itabuna terá voz na Câmara e quem a defenda com a força de uma guerreira... 31.640.

29 de setembro de 2016

QUEM DEVERÁ SE ELEGER VEREADOR DE ITABUNA?

A empolgada coligação PHS/PSC deverá eleger dois vereadores
Está muita gente conjecturando, sobre quem deverá se eleger vereador em Itabuna. É óbvio, que ninguém e nem eu, possui comprovação de acerto nestas previsões. Entretanto, também ousaremos opinar sobre quais serão os prováveis candidatos a vereadores com grande chance de serem eleitos em Itabuna. Inicialmente, é pertinente salientar, que esta matéria não possui nenhuma base científica e técnica. Na condição de presidente do PHS, ressalto que sua coligação com o PSC, deverá eleger dois vereadores e todos os seus 32 candidatos são competitivos e me reservo à prudência de não mencionar quais considero os favoritos. São apenas palpites. Então, vamos lá: 
PTC: Eloísio Farias e Professora Cleonice:
PTB/PSB/PSDC: Ruy Machado e Valter Silva , ou Gegéu.
PV / PTN: Glebão e Manoel Junior.
PRB / PR / SD / PMN: Ronaldão e Joilson Rosa, ou Pastor Francisco.
PC do B: Aldenes Meira, Jairo Araújo e esta segunda vaga disputada por Pancadinha e Rosivaldo.
PPS: Ricardo Xavier e Cesar Brandao, ou Nadson Monteiro.
PP/PSD: Roberto de Souza e Roberval, ou Márcio Peloco.
PSDB: Chico Reis, Solon, Beto Dourado, Adilson José e Marcos Alpoim, disputam duas vagas.
DEM / PMDB / PRTB / PT do B / PRP: Rosana Bandeira e Capitão Fábio.
PT/PSL: Junior Brandão e Paulinho do INSS.
NÃO DEVERÃO ELEGER VEREADOR: PDT), PSTU, PSOL, PSDC, PTN, PR, PEN, PRTB, PT DO B, PSL e PMB. - Vale lembrar que não se trata de uma pesquisa, mas sim de uma análise de consultores, com base em experiências e conhecimentos políticos.

PT ENTRA EM PROCESSO DECADENTE

PT se transformou na maior ameaça contra o dinheiro público
A cada dia as dificuldades para o PT se tornam maiores. Muito provavelmente, já na decisão das eleições municipais para as prefeituras das capitais e do interior, também, para  vereadores, a situação se complicará para o partido. Como entende o líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Antônio Imbassahy, o PT está em processo de decadência. É possível, segundo ele, que só eleja dentre as capitais a prefeitura de Rio Branco, no Acre. Poderá vencer em duas outras capitais, dentre as quais a de Porto Alegre onde, por ora, o candidato do partido está em terceiro lugar. Ainda na concepção de Imbassahy, o Partido dos Trabalhadores perde nessas eleições em todo o Nordeste, onde antes era forte, a começar por Recife e, sequenciando, em toda a região. A situação petista é resultado da corrupção na qual a legenda se envolveu como aponta a Lava Jato, atingindo o seu líder, Lula, que já responde a dois processos a cargo do juiz Sérgio Moro. Assim, o partido definha envolvendo ex-ministros, como Paulo Bernardo, agora acompanhado da sua mulher e senadora, Gleisi  Hoffmann, ambos transformados em réus nesta terça-feira (27) pelo Supremo Tribunal Federal, além de Antônio Palocci, ex-ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma e, mais, Guido Mantega também da Fazenda. Esses dois últimos foram atingidos pela Lava Jato na semana anterior e nesta segunda. Tomando como base a Região Metropolitana de Salvador, é possível que o PT perca as eleições em todos os municípios, com exceção de Lauro de Freitas onde deverá ganhar com a petista Moema Gramacho. Portanto, o Partido dos Trabalhadores está imerso num inferno astral e vai pagar um preço por não ter imaginado que isso viria a acontecer. Enquanto isso, Lula ainda fala em ser candidato a presidente da República em 2018. Mesmo se assim desejar, poderá encontrar pela frente dificuldades em razão da sua condição de réu em processos, o que será um entrave para ele, consequentemente, para o partido que comanda. Por Samuel Celestino.

28 de setembro de 2016

REJEIÇÃO COMO BOIA DE SALVAÇÃO PARA AUGUSTO, OU MANGABEIRA

Perspectivas sinalizam que apenas Augusto e Mangabeira possuem
possibilidade de herdarem votos de rejeição de Fernando e Azevedo
Para um náufrago perdido no meio do mar, não há nada mais importante que agarrar-se a uma boia flutuante à deriva. Em tudo na vida deve existir uma boia salvadora. É assim com o segundo para-queda, para o paraquedista que teve seu primeiro equipamento danificado no meio de um salto. É assim também num último minuto do segundo tempo de uma partida de futebol, quando seu time toma um gol, já tendo feito três e jogando pelo empate. As vezes a solução vem antes do problema. Na política também é assim. Antes de ser beneficiado pelo voto de aceitação, o candidato é beneficiado pelo voto de rejeição do adversário. Muitos itabunenses elegeram Fernando prefeito, porque tinham ojeriza de Geraldo e vice-versa. Muitos torcedores do Flamengo, torcem para o Botafogo, ou Fluminense, quando esses times jogam contra o Vasco. E por sua vez, todo vascaíno autêntico tem tanta raiva do Flamengo, que torce para qualquer time que jogue contra os rubros negros. Se aplicarmos esta situação para a eleição, verificaremos que Itabuna possuem dois candidatos, que podem se beneficiar do voto de rejeição. Diferentemente de pleitos anteriores, os eleitores que não gostam de Geraldo, não devem mais votar em Fernando e vice-versa. Como nunca houve antes, nos tempos atuais existem dois candidatos a herdeiros desses votos: Augusto Castro (PSDB) e Antonio Mangabeira (PDT). Este fato pode surpreender e eleger quem não está como franco favorito. São nove prefeituráveis e o líder das pesquisas possui mais de 40% de rejeição e menos de 25% de aceitação. Augusto e Mangabeira possuem mais de dois dígitos de aceitação e menos e 20% de rejeição. Portanto, quem de ambos obtiver metade dos votos de rejeição de Fernando, acabará com mais de 35% de votos favoráveis e assim se sagrar vencedor. É óbvio que aqui apenas conjecturamos. Talvez nos mesmos percentuais em que são verdadeiros os números, que colocam Fernando como primeiro colocado em aceitação... e rejeição!

27 de setembro de 2016

A VERDADE SOBRE AS PESQUISAS ELEITORAIS EM ITABUNA

A maioria das pesquisas propagadas nas redes sociais, é tão
real quanto uma cédula de três reais e a mulher de sete metros
A verdade sobre as pesquisas que são divulgadas pelas redes sociais e através de panfletos na cidade, é que são todas mentirosas, tendenciosas, ou realizadas em encontros dos candidatos que as lideram. Mas o fato é que não falta perda de tempo em quem se presta a acreditar nelas. Não há semana que não tenha propagação apócrifa de pesquisa eleitoral em Itabuna.  O que me faz crer, que são todas irreais? Porque na verdade, elas são realizadas por grupos interessados em usá-las como instrumento de persuasão aos eleitores indecisos, intimidação aos adversários, ou estimulo à sua militância. Neste contexto e com objetivo de confundir o eleitorado Itabunense, o PT divulgou nas redes sociais, uma pesquisa do Instituto MHF, em que o candidato Geraldo Simões aparece em terceiro lugar. ocorre que o responsável pelo Instituto MHF, Marcelo Hage Fialho, emitiu uma nota negando a realização da citada  pesquisa. Portanto, muitas são a tentativas de enganar o eleitor, com divulgação de pesquisas que nunca foram realizadas. Entre as diferentes metodologias de pesquisas, quatro se destacam. Há a tendenciosa, que são realizadas com a previa informação de onde o candidato que a contrata é mais forte e nestes locais as pesquisas são realizadas. É óbvio que o resultado favorece a quem, muitas vezes, só é forte ali e por isso jamais estaria na liderança, quando a abrangência se estende ao resto da cidade. Existe também a pesquisa sigilosa. Esta é séria, obedece critérios técnicos e expressa a realidade da situação em que estão as aceitação e rejeição do candidato. Entretanto, ela se restringirá ao conhecimento da cúpula do candidato e serve para o nortear sobre onde é necessário melhor empenho e atenção. Mas nem todas as pesquisas são verdadeiras e as falsas propagadas às escondidas, objetivam confundir o eleitorado, ou o enganar com posições de determinado candidato, que na realidade está muito abaixo das colocações reais. Já as pesquisas legitimas são aquelas que obedecem os critérios legais. Entidades ou empresas que realizarem pesquisas de opinião pública sobre as eleições ou sobre os possíveis candidatos, para conhecimento público, são obrigadas a registrar cada pesquisa no Juízo Eleitoral ao qual compete fazer o registro dos candidatos, com os dados previstos em lei e nas resoluções expedidas pelo TSE. O registro da pesquisa deve ser feito com antecedência mínima de cinco dias de sua divulgação. Os responsáveis por divulgar pesquisa sem o prévio registro das informações obrigatórias ficam sujeitos a multa, que varia de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00. São esses alguns dos dispositivos da resolução do TSE que trata do assunto. Ao registrar a pesquisa, a entidade ou empresa deve, entre outros dados, informar: nome do contratante da pesquisa e seu número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ); valor e origem dos recursos despendidos no trabalho; metodologia e período de realização da pesquisa; plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução, nível econômico do entrevistado e área física de realização do trabalho a ser executado, nível de confiança e margem de erro, com a indicação da fonte pública dos dados utilizados. 

26 de setembro de 2016

DILMA CRITICOU PRISÃO DO MAFIOSO PALOCCI

Basta Palocci abrir o bico e Lula poderá ser preso
A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou na tarde desta segunda-feira/26, em sua página oficial no Twitter, que a prisão do ex-ministro de seu governo e do ex-presidente Lula, Antonio Palocci, mostra que o Brasil está caminhando para o “Estado de Exceção”. Para ela, as declarações do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, de que “nesta semana” haveria nova fase da Operação Lava Jato, dada na véspera da prisão de Palocci, “lança suspeitas de abuso de autoridade e uso político da Polícia Federal”. “O país vive uma situação grave. O anúncio de nova fase da Lava Jato pelo ministro da Justiça num palanque eleitoral, em plena atividade de campanha em Ribeirão Preto, na véspera da prisão de Antônio Palocci, lança suspeitas de abuso de autoridade e uso político da Polícia Federal. Se tal situação tivesse ocorrido em meu governo, seríamos duramente criticados pela imprensa e pela oposição”, criticou a petista.

25 de setembro de 2016

PT DIVULGA PESQUISA FALSA EM ITABUNA

Geraldo Cabeça de Pitu está desesperado para sair do quinto lugar
Com claro objetivo de confundir o eleitorado Itabunense, O PT está divulgando nas redes sociais, uma pesquisa do Instituto MHF, em que o candidato Geraldo Simões aparece em terceiro lugar, empatado tecnicamente com o segundo colocado, Capitão Azevedo (PTB). Na noite deste sábado, 24, o responsável pelo Instituto MHF, Marcelo Hage Fialho, emitiu uma nota negando a realização de pesquisa, desde o dia 9 de setembro. De acordo com a pesquisa que o PT está divulgando, o levantamento foi feito de 20 a 22 de setembro, confirmando a fraude. Vale lembrar que em 2012, na véspera da eleição, o PT, por meio da COMPET divulgou pesquisa em que Juçara Feitosa aparecia em segundo lugar, empatado com Capitão Azevedo, que liderava. O resultado foi um amargo terceiro lugar da petista.
Veja abaixo, a nota assinada por Marcelo Hage Fialho:
"Com relação a suposta pesquisa realizada recentemente em Itabuna atribuída à MHF Consultoria informamos que a referida empresa não realizou qualquer levantamento relativo as eleições 2016 em Itabuna desde o dia 09 de setembro de 2016. Trata-se portanto de uso indevido e falso do nome da empresa associado a este trabalho. Favor dar a mais ampla divulgação possível a este esclarecimento, ao tempo em que me coloco à disposição para qualquer esclarecimento. Abraço." (www.ipolitica.blog.br).

24 de setembro de 2016

PETISTAS ESPERNEIAM EM CIMA DE AREIA MOVEDIÇA

É DRAMÁTICA A SITUAÇÃO DE REJEIÇÃO DOS PETISTAS
Inicialmente é pertinente explicar, que petistas não são apenas filiados ao PT e sim, todos que são subservientes a ele e ao PT sejam coligados. E existem aderentes e aliados, que são mais lacaios, que os próprios filiados ao partido. Explicado isto, também explicarei o que é areia movediça, embora eu saiba, que mais de 90% dos meus leitores, saibam o que seja isto. Como uns 10% de todos que nos acessam são petistas, me cabe também deixá-los com um pouco mais de conhecimento. Areia Movediça, é um fenômeno natural no qual a areia, por estar embebida em água, não oferece resistência a animais, pessoas ou objetos, tragando-os. Terror dos filmes de aventura, a areia movediça existe de verdade e pode levar alguém à morte. Isto posto, vamos onde quero chegar. O PT e seus correlatos, são como uma flatulência fétida, dentre de uma cabine de elevador lotada. Repugnante, desagradável e intolerável. Estar com PT, ou seus consorciados, é como estar em cima de uma areia movediça. O infortuno agrava-se à medida  em que se inquieta. Quanto mais os petistas e seus coligados são denunciados, processados, condenados e presos, mais a podridão das delações premiadas revelam o quanto o povo do Brasil estava submetido à cobiça e traquinagens de bandidos do colarinho branco. Todo este arcabouço de fatos, macula a imagem do PT e seus consociados. E o drama deles nunca acaba, pois quase toda semana tem notícia demonstrando o quanto o país esteve entregue aos corruptos. Tudo isto implica em perdas de apoios e votos. O povo consciente das consequências da roubalheira do dinheiro público, sabe do quanto as garras das aves de rapina dos petistas, preteriram verbas e obras, que deveriam melhorar a qualidade dos serviços de saúde, educação, infra-estrutura, segurança, desportos, dentre outros prioritários e necessários. Estes fatos me fazem acreditar que os petistas estão sendo submergidos pela voracidade com que roubaram o erário e maltrataram os brasileiros que pensam e possuem discernimento dos acontecimentos. 

CUCA PROMETE AÇÕES PARA MELHORAR A VIDA DOS JOVENS QUE MORRERAM

Cuca quer materializar a promessa espírita de reencarnação
O debate na Rádio Difusora, revelou que o prefeiturável Mister Cuca está prometendo o que só Jesus Cristo foi capaz e possui credibilidade para fazê-lo. Perguntado sobre quais seus projetos artísticos e culturais para os jovens, ele respondeu que "investirá em ações para os jovens que estão morrendo em Itabuna". Isso mesmo, ele disse que fará os jovens que estão morrendo, terem ações de artes e cultura, para terem uma melhor qualidade de vida. Cuca não prometeu ressurreição e sim reencarnação. Isto comprova, que o Mister Cuca está ao "deus dará" e quer no cargo de prefeito dar uma de Deus. Este despautério revela o quanto candidatos não medem limites para atingirem seus propósitos de se eleger a qualquer custo. Mas essa proposta estapafúrdia, é somente mais uma das que integram o arcabouço de "piada de mal gosto" de alguns prefeituráveis, que antecederam a candidatura do Mister Cuca. Em eleições passadas, Juçara Feitosa prometeu um heliporto no Hospital de Base, para resolver problemas de locomoção dos seus pacientes e não havia ali, nem uma só ambulância para atendimento a esta demanda. Quem também extrapolou o limite do ponderável das promessas, foi José Oduque Teixeira. Ele reclamou da falta de lazer para os itabunenses e garantiu, que iria trazer a praia de Ilhéus para Itabuna. Por causas de promessas assim, é que o eleitorado está largando tudo, para não perder um só programa eleitoral. É a maneira mais engraçada do povo ter lazer e ri bastante, como fazem todos nós diante de palhaços.

PT SÓ LIDERA EM ELEIÇÕES PARA PREFEITO EM UMA ÚNICA CAPITAL: RIO BRANCO

DEM e PSDB tem sido carrascos do PT em toda a Bahia
A capital do Acre, Rio Branco, é a única cidade brasileira na qual o PT lidera as pesquisas de intenção de voto para estas eleições. Antes, Porto Velho também estava ao alcance do partido, mas não está mais. Esta é a situação do partido após anos de corrupção, mentiras e principalmente após o estelionato eleitoral praticado por Dilma, em 2014. Seus atos fizeram a rejeição ao PT decolar, especialmente após o avanço da crise econômica que ela jurou não existir. ACM NETO LIDERA COM 69% DAS INTENÇÕES DE VOTO EM SALVADOR - O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), tem agora 69% das intenções de voto nas eleições municipais, de acordo com pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira. Ele seria reeleito no primeiro turno se a disputa terminasse hoje. Neto subiu um ponto percentual em relação à segunda pesquisa, realizada no início deste mês. A principal adversária na disputa, deputada Alice Portugal (PCdoB), subiu dois pontos e agora tem 12% das intenções de voto. O deputado estadual Pastor Sargento Isidório (PDT) se manteve com 7%, na terceira colocação. O sociólogo Fábio Nogueira (PSOL) tem 1%. Os demais candidatos não pontuaram. Brancos e nulos somam 8%. E os indecisos, 3%. A pesquisa foi encomendada pela TV Bahia, afiliada da TV Globo. O Ibope ouviu 805 eleitores entre 15 e 18 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia com o número 02809/2016.

23 de setembro de 2016

MESMO SENDO SEXTA, VENHA FAZER ITABUNA SER PRIMEIRA

Itabuna mais humana e solidária é com Augusto Castro 45 prefeito
Itabuna atualmente, é a sexta cidade da Bahia. Já foi a terceira. Está chegando a hora do povo itabunense dá uma reviravolta nesta triste realidade. O caminho a ser percorrido, deve ter nova pavimentação e AUGUSTO CASTRO é nossa melhor opção. 45 é Itabuna mais humana e solidária. Venha de bike, venha de carro, venha de cavalo, venha de moto, venha de azul, venha de 45! #Carreata45 #ItabunaTemJeito #TodoMundoDeAzul#AugustoPrefeito

22 de setembro de 2016

NENHUM PARTIDO DEVERÁ ELEGER MAIS QUE DOIS VEREADORES

O candidato que mais contar com apoios nos bairros de
periferia, é quem deverá ser bem sucedido em Itabuna
Apenas dois partidos que não se coligaram, podem eleger de dois vereadores, nas atuais eleições municipais de Itabuna; são eles o PC do B e o PTC. Nove partidos coligados poderão eleger dois e muito dificilmente elegerão três a mais vereadores. Isto, porque é improvável que as rodadas de contagem de coeciente eleitoral, se estenda a três vagas para uma coligação. Este fato é baseado na composição a que estão coligados os partidos e suas respectivas relações de candidatos proporcionais. Muitos se organizaram sob ameaça de não haver coligações e isto facilitou a maioria filiar lideranças e se habilitarem assim, para atingirem seus limites de votos mínimos, para contar, ou continuar com representação na Câmara Municipal. Todos dirigentes de partidos sabem disso. Mas muitos enganam seus correligionários, com propósito de enganá-los e assim motivá-los a permanecerem candidatos, para atigirem a meta de elegerem dois vereadores dos seus interesses ideológicos, políticos, partidários e inconfessáveis. A lista das coligações, que elegerão dois vereadores, é a seguinte:
DEM/PMDB/PRTB/PRP/PT DO B
PV/PTN
PSDB/REDE/PMB
PHS/PSC
PPS/PEN
PTB/PSDC/PSB
PMN/SD/PRB/PR
PSD/PP
PT/PSL
PHS/PSC
Observe-se acima, que doze partidos, ou coligações, estão na relação dos que podem eleger, ou reeleger vereadores. Neste contexto, todos deverão estar habilitados a darem vitórias eleitorais a dois dos seus candidatos. Consequentemente, o número seria de 24 eleitos. Mas somente há vaga para 21. Três ficarão de fora e estes fatos revelam, que não há mais espaço para partidos e coligações, que não estão nesta relação e que, mesmo estando integrada a ela, podem não ter mais que um vereador vitorioso.

21 de setembro de 2016

DESCOMPOSTURA MARCA CONFRONTO ENTRE MANGABEIRA E ZÉ ROBERTO NUMA IGREJA

 
O professor e o médico não souberam se comportar numa igreja
A campanha eleitoral está no meio da sua penúltima semana e os ânimos estão exaltados em Itabuna. Os candidatos estão com os nervos à flor da pele. E qualquer palavra mal interpretada e crítica intempestiva, provocam a detonação de uma explosão, cujas consequências revelam que nem todos estão com tolerância, ou controle emocional, para conter ataques de oponentes e dos próprios nervos.  Isto foi o que aconteceu ontem, terça-feira/20, no transcurso de um debate ocorrido numa Igreja Evangélica no bairro Vila Anália, quando os candidatos Antônio Mangabeira (PDT) e Zé Roberto (PSTU) protagonizaram o primeiro momento de descompostura entre prefeituráveis nestas eleições. O tempo das falas se restringia a Saúde, quando Zé Roberto criticou Antonio Mangabeira, por ele não atender pelo SUS na Oconsul, sua clínica particular. A resposta do pedetista foi rápida, com Mangabeira dizendo que Zé Roberto não sabia o que falava, pois, o atendimento pelo sistema único já havia sido repassado para a Santa Casa de Misericórdia há 13 anos. O desconforto não foi maior, porque os organizadores do evento interveio exigindo moderação aos candidatos. Mais lenhas estão sendo aguardadas para ampliar a combustão na fogueira das disputas entre os prefeituráveis e os próximos embates poderão acontecer, envolvendo o vice do Capitão Azevedo (PTB), Roberto José (PR), contra o comunista Davidson Magalhães e Augusto Castro (PSDB), contra Fernando Gomes (DEM).  A perspectiva, é que a próxima semana em Itabuna, está predestinada a se transformar num pandemônio. Mister Cuca (PSOL) e Gilberto Santana (PTN), prometem não terem num envolvimento nisso e assistirão tudo de camarote!

MILIONÁRIA QUER SER VEREADORA EM ITABUNA

Lúcia do Parque Boa Vista, é a candidata a
vereadora em 2016, mais rica de Itabuna
Se depender das informações extraídas do Repositório de Dados Eleitorais do TSE, o bairro Parque Boa Vista, possui entre todas as candidaturas ao cargo de vereador, quem tem a maior fortuna em Itabuna. Os valores declarados pela candidata Maria Lúcia Silva Nascimento, somam R$730.000,00. Lúcia do Parque Boa Vista, portanto, é a candidata mais rica da cidade. Sua candidatura é pelo Partido SOLIDARIEDADE (SD), através da coligação PRB/PR/SD/PMN - que possui o slogan politico Unidos pra Vencer. Lúcia tem como atividade dona de casa e nasceu em 18/08/1956. Seu grau de instrução é ensino médio completo e seu estado civil é solteira. Talvez ela não saiba cozinhar bem uma muqueca de salmão, como é habilidosa na administração de seus bens, pois a evolução do seu patrimônio quase triplicou em quatro anos. Em 2012, Lúcia teve declaração patrimonial no valor de R$270.000,00 e já em 2016, este valor subiu para R$730.000,00. Na declaração de Patrimônio da candidata em 2016, consta uma casa, em Camboas, no centro do Rio de Janeiro (RJ), no valor de R$200.000,00; uma casa em Belford Rocho (RJ), no valor de R$180.000,00; uma casa na avenida Bionor Rebouças, no valor de R$ 150.000,00; uma casa no bairro Monte Cristo, que custa R$100.000,00 e uma casa na rua 17, no bairro Parque Boa Vista, com valor de R$100.000,00 Lúcia apresentou de 2012 para 2016 uma variação patrimonial de 170,37 %. Portanto, Itabuna poderá ter eleita a mulher mais rica entre todas que se dispuseram a se candidatar para vereadora. Se usar parte da fortuna na campanha, Lúcia poderá se eleger, mas estará cometendo crime eleitoral e isto não creio que seja a situção a que ela queira se submeter. 

20 de setembro de 2016

LULA É SÍMBOLO DE QUE “A MENTIRA TEM PERNAS CURTAS!”


A Besta Fera nem sempre tem chifres, rabo, ou cheira a enxofre
O farsante tem características bem parecidas um com o outro quando pego com a mão na botija. É inteligente, fascina, tem desenvoltura ao se expressar e por isso mesmo atrai com facilidade o encantamento popular. Se for político, então, com certeza é um bom puxador de votos, graças à ardilosa eloquência. Como também é próprio do DNA, o cinismo, deboche e ar de superioridade quando descoberto na prática de atos pouco recomendáveis. Se lhe apertarem o cerco, derrete-se em lágrimas e soluços, assume postura de vítima perseguida e transfere a culpa dos seus pecados para os outros. Quem não se lembra do choro copioso de ex-presidente Lula, depois de entregue aos cuidados do temido e intrépido Juiz Sérgio Moro e os seus mandatos por um grande exército de aves de rapina, trambiqueiros e mercenários?! Pessoas possuídas dessa síndrome, segundo explica a psiquiatria, revelam um comportamento alienado, agem estupidamente, causam desconfortos em seu ambiente social, geram estresse para a vida dos seus semelhantes, apesar da natural capacidade de liderança. Acuadas, iludem a si próprias, revelam sentimento agressivo e um ar arrogante julgando-se acima de tudo e todos. Dependendo das circunstâncias viram jararacas prometendo derramar veneno no calcanhar dos seus perseguidores. Ou se fazem de vítimas, tentam vender a imagem de coitadinhas atormentadas pelas elites, apelam para a emoção ao rebuscar suas origens de pobreza, que, por vezes não tinham sequer uma bolacha “póca zói” para comerem. No desespero, compara-se a Jesus Cristo, “o único no universo tão honesto, quanto ele”, o farsante. Arma-se da velha tática dos corruptos acusados por falcatruas: “a melhor defesa é o ataque”. No desespero convoca os fanáticos aliados e estimula a baderna na rua para depredar, destruir, intimidar; prática comum dos velhos e vencidos líderes populares. Em situação clara e indefensável ante o rolo compressor de provas e indícios dos embrulhos, o farsante perde a compostura. Ridiculariza, debocha e ironiza os acusadores. Esbraveja espumando ódio, xinga e humilha a justiça que investiga sua história marginal de incentivo ao roubo e propinas: “enfiem no... este processo”. Mas, como diz o velho adágio popular: “a mentira tem pernas curtas!”. O fascínio do farsante tem prazo de vencimento para derreter e sucumbir no seu próprio mar de lama. O Brasil foi traído, o mundo enganado. O cara é uma grande e bem construída farsa.

CANDIDATO A VEREADOR VIÁVEL COMEÇA ELEIÇÃO COM 5 MIL VOTOS

Só tem votos para vereador, quem é reconhecido em seus méritos
A maioria dos candidatos, equivocadamente, acredita que trabalha o tempo todo para conseguir votos. Na verdade não é isto o que acontece. Ninguém é candidato sem ser conhecido e sem se considerar reconhecido pelo povo como merecedor do voto. O candidato a vereador que necessitará de um mil e quinhentos votos para ser eleito, deverá conhecer e ser conhecido por, no mínimo, cinco mil pessoas. É claro que o reconhecimento só poderá ser dimensionado com o resultado das urnas. Mas o voto deve ser estagnado diuturnamente em sua perda. Voto não se ganha. Voto se mantém. Entretanto, o candidato que conhece cinco mil pessoas, acredita que todos sejam, potencialmente, seus eleitores. Na subjetividade dessa quimera, a verdade é que todos os dias ele perde votos. Alguns eleitores que eram seus, acabam descobrindo que há entre outros candidatos, alguns que são seus parentes, aderentes e ente que o equivalham. Outros acabaram encontrando propostas e concorrentes melhores. Existem aqueles que encontrarão contra-senso, incoerência e se decepcionarão a ponto de não mais votar. Alguns outros venderão seus votos. Outros morrerão, viajarão, serão presos, hospitalizados, dormirão, esquecerão e nem votarão. E assim o candidato que tinha cinco mil amigos entre aqueles que poderiam ser transformados em seus eleitores, acaba obtendo menos de cem votos. O OUTRO LADO DA MOEDA – Porém, também existe aquele candidato, que conhece mais de cinco mil pessoas e é conhecido por elas, mas é tão antipático, egocêntrico, prepotente, arrogante e inconveniente, que menos de cem pessoas deste grupo, se disporiam a lhe confiar o voto. Mas é o tipo de candidato que não mede esforços para ganhar a eleição e escancaradamente compra votos. E acaba fazendo aparecer nas urnas eleitorais os votos que o elegem. E não compra apenas um mil e quinhentos votos; compra cinco mil eleitores. Perde muitos votos, mas acaba conseguindo os mil e quinhentos votos necessários para se eleger. Infelizmente.

19 de setembro de 2016

O QUE TEM FEITO MANGABEIRA INCHAR?

Felix´s pai e filho, são os donos na Bahia, da MRM e do PDT
Notícias sobre pesquisas que não vi, mas realidade que não é pertinente desmentir, são favoráveis à hipótese de que o prefeiturável, Antonio Mangabeira (PDT), verdadeiramente, tem crescido na aceitação popular. Crescimento em forma de inchaço. Descrever este inchaço, talvez seja o que melhor há de se fazer para saber suas causas. Podem não estar equivocados, todos que identificam origem na adesão dos indecisos, ou migração de eleitores de Fernando Gomes (DEM), que tem certeza que ele não conseguirá deferimento do registro da sua candidatura e não querem "perder o voto", ou votar nos demais prefeituráveis! Mas também podem estar certos, aqueles que creditam este crescimento à questão de ninguém ainda ter focado criticas contra o pedetista. Não se pode negar, que Mangabeira deve está sendo beneficiado por um discurso (hipócrita) simpático de rejeição as coligações, para poder governar sem amarras de comprometimentos com partidos e grupos políticos. Sua aceitação majoritária entre os eleitores de classe média é inquestionável. Suas inserções em bairros de periferia, tem sido crescente, com forte aparato de equipamentos e militância. Seu programa de rádio e tv, tem ajudado a estigmatizar em sua imagem, a pecha de "novo", "diferente", sério, ético, honesto e competente. Isto tudo tem contribuído para Mangabeira se aproximar do bloco dos candidatos favoritos. Resta saber se esse inchaço tem oxigênio suficiente, para se manter elevado e avançando. Talvez esse inchaço, possa ser parecido com o que acontece com os balões de ar quente, que embelezam os céus. O que faz um balão subir aos céus, é uma massa de ar que quando aquecida, se dilata e se expande, ou seja, se torna menos densa e assim sendo, o balão sobe na atmosfera. Se realmente o inchaço da campanha de Mangabeira for igual a de um balão de ar, ele terá que manter o aquecimento estável, caso contrário, assim como acontece com o balão, ele cai e no chão, terá a mesmo utilidade de uma manga podre e fétida caída do pé. 

18 de setembro de 2016

DAVIDSON USA EVENTO PÚBLICO PARA AFRONTAR LEI ELEITORAL

Davidson usou verbas e servidores públicos indevidamente
Em todo o transcurso da 13ª Parada da Diversidade LGBT de Itabuna, na tarde e noite de hoje, domingo/18, nas avenidas Aziz Maron e Mário Padre (Beira-Rio), o que mais houve de inusitado e abusivo, foi um flagrante desrespeito às leis eleitorais, com locutores anunciando, incessantemente, o nome, número e proposta de realizar o carnaval antecipado, do candidato a prefeito, Davidson Magalhães (PCdoB). A Lei que estabelece normas para a realização das eleições, proíbe agentes públicos, servidores ou não, condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais; ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes ao governo; usar materiais ou serviços, custeados pelos governos ou casas legislativas e fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato, partido político ou coligação, de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo Poder Público. A 13ª Parada da Diversidade LGBT de Itabuna, contou com verbas da Prefeitura e dezenas de servidores públicos municipais. Não podia o candidato comunista usar e abusar de um evento financiado pela prefeitura, para propagar seu nome, número e propostas eleitorais. Isto revela do que ele será capaz de fazer, caso venha a ser eleito e o quanto ele debocha do "prefeito" Vane, que teima em não querer renascer!

ITABUNA HOJE TEM PARADA GAY

Itabuna é hoje uma cidade entregue à comunidade LGBT
Vai acontecer na tarde de hoje, a 13ª Parada da Diversidade LGBT de Itabuna, com animação musical de Trios elétricos e DJs e sob coordenação do Grupo Humanus, o grupo gay de Itabuna. A concentração será na Rótula Tancredo Neves, na ponte do São Caetano e se estenderá pelas avenidas Aziz Maron e Mário Padre (Beira-Rio). O evento tem apoio da Prefeitura de Itabuna e de organizações não governamentais, como o Grupo Gapa. Segundo o fundador da Parada gay de Itabuna, o radialista Val Cabral, "A Parada Gay é um instrumento do movimento LGBT para afirmar que não existe uma única forma de se lutar pelo pleno exercício da cidadania de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais e assegurar a pluralidade das experiências de vida desta populaçãor no enfrentamentos em favor dos direitos LGBT. Assim, ao lado das pautas pela aprovação de mais verbas públicas para as ações de prevenção e apoia à Aids e pela criminalização da homofobia, uma importante agenda política deve centrar-se na afirmação do Direito à Visibilidade" concluiu Val Cabral.. Ele também ressalta, que "Para que lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais possam começar a desfrutar de mínima cidadania, é preciso engrenar enfrentamentos cotidianos para o reconhecimento de direitos, impondo ao Estado e à sociedade a obrigação de realizar ações para garantir direitos ou deveres de não interferir na expressão das liberdades sexuais das pessoas". Na tarde de hoje, milhares de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, anonimamente ou não, vão poder desfilar sua realidade, suas construções identitárias e culturais, expressar afetividade, demonstrar suas alegrias e dores e reivindicar seus direitos. Ainda que isso devesse ocorrer a todo o momento em Itabuna, pelo menos um dia em cada ano é possível mostrar para a sociedade e ao Estado que existem diferentes formas de vivência das sexualidades, todas igualmente corretas, normais ou naturais. Mais que isso: demonstrar que esta população se recusa a continuar a existir apenas nos guetos morais e sociais que os preconceitos insistem em mantê-la. A Parada do Orgulho LGBT de Itabuna, abre a possibilidade de novos diálogos com a sociedade (“somos muitos e estamos em todos os lugares”) e com os governos (“devemos ser tratados igualmente como cidadãs e cidadãos”). Sua importância extrapola as humanas contradições, comuns em quaisquer manifestações políticas que reúnem milhares de pessoas; ela possibilita vivenciar plenamente o direito de ser pessoa. Ainda que somente num dia e nas avenidas Aziz Maron e Mário Padre (Beira-Rio), a comunidade LGBT estará autorizado a ser quem se é e forjar sentidos para a sua vida e sexualidade, expressando com orgulho inigualável a sua natureza, desfrutando do olhar de todos. Neste particular, entre milhares, toda Itabuna se encontra no mesmo tempo e espaço, pois, no fundo, todos perseguem dois iguais objetivos: livremente ser quem se é e vivenciar plenamente a felicidade. A Parada do Orgulho LGBT, é um instrumento imprescindível para o exercício do Direito à Visibilidade e contribui bem mais para a construção de uma sociedade mais humana e solidária do que pode supor nossos míopes olhares sobre as diferenças. Ela nos faz mais completos!

ITABUNA NÃO TEM NENHUM PREFEITURÁVEL GAY, FAVELADO, OU BURRO

Erro no voto é prejudicial ao povo e leva 4 anos para ser consertado
Há entre os nove prefeitráveis de Itabuna, opções para todos os gostos e desgostos; gente muito bem intencionada e também tem quem somente quer roubar o erário; quem quer servir ao próximo e quem só quer ser servido pelo dinheiro público; esquerda, direita, centro e "banda voo"; pobre e rico; santo e profano, lúcidos e insanos... nenhuma mulher; nenhum trabalhador de salário mínimo, nenhum soropositivo, gay, desempregado, hemofílico, favelado, ou analfabeto. Mas não há nenhum entre os nove candidatos a prefeito de Itabuna, que não seja especialista em soluções para todos os problemas, que afligem a população mais carente e deserdada da sociedade itabunense. São todos qualificados nas mais complexas ciências e técnicas, relacionadas ao cuidar das pessoas. São sorridentes, solícitos, afáveis, atenciosos e dispostos a ajudar quem quer necessite de amparo. São filhos, pais, parentes e aderentes de quem os referenciam, como dignos da confiança, apoio e voto. São maridos fiéis e monogâmicos; esposas recatadas, filhos prodígios, irmãos ungidos... pérolas humanas. E só não são santificados e beatificados, porque, para sê-los, teriam que estar mortos. E são todos vivos, vivíssimos e vivaldinos. Mas, nada mais pertinente que suas vitórias, para se descobrir alguns dos seus muitos defeitos. Vencem, mas não convencem. E depois de eleitos e empossados, se revelam ingratos, traidores e farsantes. Não cumprem o que prometeram. Esquecem as ideias e engavetam os projetos. Ninguém mais os vê. Se tornam inacessíveis. Ranzinzas, sumidos, omissos e estressantes. Poucas são as exceções. Mas muitas as repetições destes fatos, pois quase todos políticos são assim. Só são bons quando querem se eleger. Depois de eleitos mudam de santos, para se tornarem profanos! Parasitas, corruptos e passam a ver o povo como urtiga, que causa irritação à pele; cego que nunca enxerga os problemas da cidade; surdo que nunca ouve o clamor do povo e mudo, pois nunca explica porque muda tanto como camaleões!

CUMA É MITO E LENDA, NUM TERÇO DA HISTÓRIA DE ITABUNA

Fernando Gomes quer mais que um terço da história de Itabuna
e segue com firmeza para ampliar seu legado de mito e lenda!
Fernando Gomes é lenda e mito na história de Itabuna. Este fato ninguém pode negar. Santo e profano na controvérsia de aliados e adversários, que o definem. Deus e o diabo nas narrativas das estórias e histórias de Itabuna. "Cuma" como é conhecido pelo povo da periferia que o venera. Lenda das narrativas transmitidas oralmente pelos seus eleitores, com o objetivo de explicar seus acontecimentos misteriosos, estrambóticos e sobrenaturais, numa mistura de fatos reais com imaginários. As conversas sobre Fernando Gomes misturam a história e a fantasia. E suas façanhas, gafes, piadas, fatos e particularidades, vão sendo contadas ao longo do tempo e modificadas através da imaginação do povo. Ao se tornarem conhecidas, são registradas na linguagem escrita e até biografia há para o dissecar. Não há como falar de Fernando Gomes, sem recorrer a fantasia e ficção, misturando-as com a realidade dos fatos, que vem sendo contados através dos tempos. Um terço da história de Itabuna, tem Fernando Gomes, como protagonista do bem e do mal; de Deus e do diabo; dos acertos e dos desacertos. Mas Cuma não é somente uma lenda. Ele também é mito. Sua vida é envolta a fatos reais e históricos que dão suporte às histórias, mas junto com eles envolvem a imaginação para “aumentar um ponto” em sua realidade e fornecem explicações aos fatos que não são explicáveis pela ciência ou pela lógica. Os fernandistas tratam Cuma como deus ou semi-deus e isto é fazer dele um mito. Ao contrário da explicação filosófica, que se utiliza da argumentação lógica para explicar a realidade, a existência de Cuma explica a realidade através de suas histórias e estórias, que não possuem nenhum tipo de embasamento para serem aceitas como verdades. E como um mito, sua história vence o tempo e as estórias. Como lenda, ele avança para alongar seu tempo como causa e efeito de um sujeito, que não cansa de ser prefeito. 

17 de setembro de 2016

AUGUSTO CASTRO NA GRAÇA DO POVO

As caminhadas de Augusto Castro, são as que mais tem levado
gente as ruas e isto o consolida como favorito nestas eleições
O candidato a prefeito Augusto Castro (PSDB), tem conseguido fazer das caminhadas da coligação “É hora de cuidar de Itabuna”, as maiores realizadas até agora, entre todas dos prefeituráveis de Itabuna. E a receptividade contagiante da população, revela que o tucano está consolidando sua perspectiva de vitória. Aliadas a estes fatos, as pesquisas sempre o submetem à condição de segundo melhor colocado, com vantagem de estar com 2 a 5 pontos abaixo do líder, que por sua vez, está com mais de 40% de rejeição, que são percentuais de quase o triplo dos que possui Augusto Castro. Portanto, a vantagem do candidato do PSDB, está em sua situação de não possuir tanta rejeição quanto seus principais adversários e se manter na inalterada colocação de segundo lugar. Indagado sobre como analisa a espontaneidade e alegria, com que tem sido recepcionado por onde anda, Augusto respondeu, que “a alegria dos moradores dos bairros reflete a esperança de renovação na política de Itabuna e a vontade de eleger um prefeito disposto a enfrentar e resolver os problemas da cidade”. Neste sábado/17, em visita ao bairro Califórnia, Augusto Castro ratificará seu compromisso com esta comunidade, que terá atenção especial em seu governo, por meio de projetos como a cobertura do canal e requalificação da feira livre. Já no domingo/18, o candidato estará no São Caetano, outro bairro que está entre os mais importantes de Itabuna e com problemas semelhantes aos da Califórnia. Augusto ressaltou, que ”Estamos tocando a nossa campanha com muita tranqüilidade. Eu posso assegurar que estou muito animado e confiante na vitória, porque tenho experiência política e não tenho dúvidas de que o povo de Itabuna saberá reconhecer o nosso trabalho na hora do voto, nos dando a oportunidade para lutarmos por dias melhores para todos ”, declarou Augusto Castro.