9 de fevereiro de 2017

NÃO HÁ COMO CONFUNDIR SELVAGERIA COM ENTRETENIMENTO

A selvageria do UFC e MMA não tem nada de entretenimento
Vivemos os dias contemporâneos, conhecidos pela história como pós-modernidade, na verdade, parece que muita coisa, hoje, é pós alguma coisa, pós isto e pós aquilo e nada de concreto e natural nas pessoas, que também parecem ter se tornado pós-humanos, sim, tendo em vista o quanto é intrigante ver certos comportamentos e nos leva a perguntar o que nos tornamos? Haja neologismos para definir tudo isso. Quando analisamos as lutas e competições de MMA, percebemos a complexidade do que se tronou o ser humano. Estes eventos, segundo suas organizações, é para os jovens e a família, para diversão e lazer. Que fique claro, o questionamento aqui, não é quanto à organização de eventos assim, mas ao comportamento de alguns que altera a ordem de tudo.  Alguns atletas exageram nas pancadas e se pouco se importam com o sangue do oponente jorrando no octogono. Vivemos em um tempo mesclado de espetáculos naturais e artificiais, este último parece ser o preferido ultimamente. É difícil entender alguém que diz querer divertimento e partir para a violência. É uma cultura híbrida, onde a cada dia imergimos sem esperança de retorno. Aos que têm fé que se apeguem a ela, aos que não tem encontre algo a que se apegar, pois assustadores são os comportamentos de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.